O distúrbio hormonal é basicamente uma deficiência endócrina que ocorre quando o organismo não produz os hormônios em quantidade adequada. Por isso, o organismo da pessoa fica “descompensado” porque está produzindo muito mais ou muito menos hormônios do que o ideal para seu equilíbrio.

O distúrbio também é conhecido pelos nomes: variação, disfunção, deficiência e desequilíbrio. Cada caso deve ser avaliado em sua particularidade junto com o médico, mas é comum que este quadro se inicie devido a um dos seguintes casos:

  • Doença auto-imune
  • Infecção
  • Suprimento sanguíneo inadequado
  • Tumor

Muito comuns, o distúrbio hormonal pode acarretar em vários sintomas, por exemplo:

  • Excesso de fome
  • Alteração significativa de peso
  • Irritabilidade
  • Sensibilidade excessiva
  • Cansaço excessivo
  • Insonia ou outros problemas na rotina de sono

Leia neste artigo os principais distúrbios hormonais e descubra suas causas e seus efeitos na vida da mulher. Boa leitura!

Publicidade

Distúrbio hormonal – Quais são os mais comuns?

mulher com disturbio hormonal com espinhas acne

Crédito: Freepik

As variações e as disfunções hormonais podem causar uma série de efeitos na vida da mulher (independente da fase de vida que ela atravessa).

Com origens diferentes e com sintomas particulares, conheça abaixo quais são os distúrbios hormonais mais comuns, suas principais implicações na vida da mulher e suas possíveis causas.

Menstruação irregular

Apesar de ser super comum, a irregularidade menstrual é advinda de um distúrbio hormonal.

A menstruação é o processo de escamação do tecido que envolve as paredes do útero. Este tecido é desprendido e expulso do corpo da mulher porque não houve fertilização do óvulo. Ou seja, não será necessário revestir as paredes do útero para “armazenamento” do bebe.

A menstruação é considerada normal quando:

Publicidade
  • Sua duração varia de 2 até 7 dias
  • O seu intervalo ocorre entre 21 até 35 dias para mulheres adultas ou até 45 dias em adolescentes
  • Volume de sangue expelido é cerca de 80 ml por ciclo (o que corresponde a cerca de 1  absorvente a cada hora ou 1 OB – absorvente interno – a cada duas horas)

Os problemas mais comuns associados com o ciclo menstrual da mulher costumam ocorrer nos seguintes casos:

Aqui vale lembrar que as cólicas são consideradas normais. Entretanto, é necessário investigar o caso se as mesmas durarem muito tempo ou forem excessivamente intensas. Isso porque a cólica menstrual desproporcional pode ser sinal de alguma doença, como endometriose ou cistos, por exemplo.

TPM, altos níveis de estresse e/ou de ansiedade

mulher irritada com TPM devido a distúrbio hormonal

Crédito: Freepik

A TPM acontece porque há uma grande variação nas taxas do estrogênio e da progesterona no corpo feminino regularmente. Essas mudanças acontecem frequentemente porque os níveis dos dois hormônios (estrogênio e progesterona) caem a quase zero no organismo feminino quando o período da menstruação se aproxima. Mas claro que esse é o “funcionamento padrão”, porque cada mulher reage de uma forma específica a este distúrbio hormonal.

Considerada como parte natural do ciclo menstrual feminino, a TPM pode causar uma série de efeitos sobre o corpo, mente e equilíbrio emocional das mulheres. Isso porque essa “descompensação” dos hormônios afeta corriqueiramente o humor das mulheres.

Alguns especialistas mencionam que a TPM pode apresentar até 80 sintomas diferentes. Mas calma: Claro que cada mulher atravessa essa fase de uma forma. Por isso, não há casos registrados de mulheres que tiveram que enfrentar todos os 80 sintomas.

Publicidade

A queda na produção hormonal do estrogênio e da progesterona também afeta a produção de outros hormônios, como a serotonina. Com menos serotonina no organismo do que o necessário para se manter equilibrada, é comum que alguns sintomas psicológicos floresçam. Por exemplo:

Aliás, você sabia que alguns estudos indicam que as mulheres apresentam maior propensão a desenvolver doenças psíquicas como ansiedade e depressão justamente pelo fato de passarem regularmente por esse distúrbio hormonal. Uma vez que as mulheres enfrentam esse desequilíbrio durante quase toda sua vida (da puberdade até a menopausa), elas tem muito mais chances de virem a desenvolver um quadro psicológico mais sério.

Alterações corporais, como espinhas/acnes, ganho de peso e pelos no corpo

Apesar de não ser uma regra, o mais comum é que mulheres que sofrem com muitas alterações corporais estejam com o nível de testosterona elevado no organismo. Esse distúrbio hormonal pode acarretar uma série de mudanças físicas, por exemplo:

  • Aumento de pelos no rosto e no corpo
  • Intensificação de espinhas e de acnes
  • Queda de cabelo
  • Nível elevado de estresse e de agressividade
  • Aumento de peso

Estes são os sintomas mais comuns de mulheres que estejam com mais testosterona do que o adequado. Se este for o caso, é necessário fazer uma avaliação médica o quanto antes. Isso porque a elevação no nível da testosterona em mulheres pode ser sinal de alguma doença, por exemplo:

Tratamentos para distúrbio hormonal

paciente com problema hormonal em consulta médica

Crédito: Freepik

Se você está suspeitando de sofrer de algum distúrbio hormonal, o mais indicado é agendar uma consulta com uma médica endocrinologista. Isso porque é esta especialista que conseguirá indicar qual o melhor tratamento para o seu caso específico.

De modo geral, os tratamentos mais comuns tem como característica a reposição ou a redução de hormônios específicos no organismo. A avaliação vai depender das taxas de cada um dos hormônios no seu organismo. É comum que a especialista indique o uso de algum anticoncepcional ou o uso de outros medicamentos do tipo antiandrogênicos.

É fundamental que o tratamento seja genuinamente acompanhado por um profissional. Isso porque a automedicação pode acarretar em sérios problemas para a mulher, em especial quando falamos de medicamentos que alteram significativamente o equilíbrio hormonal de seu organismo.

Você já sofreu ou ainda sofre com algum distúrbio hormonal? Então deixe um comentário com sua experiencia e nos conte a sua história.