Com 14 semanas de gravidez você está no quarto mês e no segundo trimestre. O bebê cresce na velocidade da luz e logo você sentirá seus primeiros movimentos.

Geralmente esse é o período mais silencioso para a mulher grávida, em que a barriga ainda não “pesa” excessivamente e em que os desconfortos das primeiras semanas desapareceram, ou quase.

Embora seja cedo para sentir o feto se movendo na barriga, ele já está se movendo livremente dentro do útero.

14 Semanas de gravidez: a mãe

grávida

Publicidade

Com a entrada no segundo trimestre da gravidez, a presença do feto começa a se tornar mais evidente. A barriga aumenta de volume e também o peso tende a aumentar (e é bom mantê-lo sob controle para evitar o aparecimento de complicações).

O sistema digestivo “desacelera” e, como nas semanas anteriores, a mulher pode começar a sofrer de constipação. Para combatê-la, é importante comer alimentos ricos em fibras e beber muita água, pois favorecem os movimentos intestinais.

A tensão no seio aumenta e, a partir dos mamilos, um líquido amarelado pode começar a escapar, o que “abre caminho” para o que será o alimento do bebê durante a amamentação.

Cuidado com as contrações, elas são um aviso e devem ser mantidas sob controle. Por um lado, é normal sentir contrações, causadas pela alteração dos tecidos uterinos; por outro, nunca devem ser regulares e de intensidade crescente. Então, mesmo nos primeiros meses, é possível sentir sensações de peso e dor na parte inferior do abdome semelhantes às cólicas menstruais.

Também é importante ter atenção a infecções do trato urinário. Pois elas podem levar a complicações graves e, nos casos mais graves, a partos prematuros.

14 Semanas de gravidez: o bebê

feto semana 14

Publicidade

Em alguns dias, o feto muda muito: já pode fazer muitas coisas, como mover os lábios e até mesmo engolir a saliva. O rosto está cada vez mais definido. As bochechas e a base do nariz aparecem, os olhos se aproximam.

A partir desta semana, o lanugo aparece, uma camada fina que cresce na maior parte do corpo do bebê e tem uma função protetora para ele. A tireoide está amadurecida e começa a produzir hormônios. Nos meninos, a próstata aparece e nas fêmeas os ovários descem para a cavidade pélvica.

Na décima quarta semana, o feto mede cerca de 7 centímetros e pesa mais ou menos 23 gramas.

O feto produz urina que é liberada no líquido amniótico. Ele também pode praticar a respiração ingerindo o líquido amniótico que entra dentro e fora das vias aéreas e bebendo em goles completos. Este líquido, que é composto da “urina” do feto, é completamente regenerado a cada três horas.

No caso de alteração do líquido amniótico, podem surgir certos distúrbios, como os “polidrâmnios”, uma condição que indica uma quantidade excessiva de líquido, que pode ser identificada por meio de um exame ultrassonográfico.

Os agentes poluentes e tóxicos (cigarros, alimentos ricos em gordura e bebidas alcoólicas) são “transmitidos” ao feto, por isso é bom evitar consumir alimentos e bebidas potencialmente prejudiciais ao seu desenvolvimento.

Publicidade

Temas da semana

É hora de curtir

É normal?