O momento de amamentar é sempre muito especial, tanto para a mãe quanto para o bebê. Muito do vínculo desenvolvido entre mamãe e bebê nasce (ou é fortalecido) justo nos momentos de amamentação.

Mas há muitas mães que veem neste momento de amamentar mais do que uma forma de alimentar o bebê. Inclusive, muitas mulheres veem aí mais do que uma forma de consolidar o laço com seu bebê. Isso porque muitas mulheres tentam utilizar a amamentação como uma forma de emagrecer.

Mas será verdade? Será que amamentar emagrece mesmo? É possível aproveitar esse momento para perder uns quilinhos? Veja tudo que você precisa saber sobre o tema neste artigo. Boa leitura!

Amamentar me dá mais fome?

Mulher amamentando o filho no sofá amamentar

Mulher amamentando o filho no sofá – Crédito da foto: Freepik

Publicidade

Sim, amamentar pode gerar muita fome na mulher. A fase da amamentação é especial para mamãe e bebê. Neste período, a relação entre eles pode ser fortalecida.

Entretanto, a mulher precisa tomar muito cuidado durante este processo de amamentar. E esse cuidado é necessário porque a mulher tem muito gasto calórico quando amamenta.

Inclusive, é devido a este gasto calórico alto que a mulher sente mais fome ao amamentar. Por isso, a mulher que amamenta precisa ter uma alimentação equilibrada. Afinal, ela vai precisar repor toda a energia perdida durante as mamadas do bebê.

Mas, então, será que amamentar emagrece mesmo? Como é possível emagrecer se a amamentação te faz ter mais fome? E por que será que algumas mulheres conseguem perder o peso extra mais fácil que outras? Por que algumas mulheres voltam ao “peso normal” rápido e outras têm tanta dificuldade?

Amamentar emagrece mesmo? Será verdade isso?

Mulher feliz que amamenta seu filho amamentar

Mulher está amamentando seu bebê em sofá – Crédito da foto: Freepik

Bem, a resposta mais simples é: Sim, amamentar ajuda no emagrecimento da mulher.

Publicidade

Mas veja, o que é comprovado é que amamentar ajuda no emagrecimento. Ou seja, somente a amamentação pode não ser o suficiente. No entanto, é verdade que amamentar pode ajudar muito na perda do peso.

A relação entre a produção do leite materno e o emagrecimento da mulher já foi muito estudada. Felizmente, os benefícios dessa relação foram comprovados. Então, é possível amamentar e utilizar isso como auxílio na perda de peso, sim.

O International Journal of Community Medicine and Public Health publicou um estudo importante sobre o assunto. Os pesquisadores analisaram diferentes grupos de mães. Na pesquisa, estudaram mulheres que:

  • Amamentaram durante 6 meses
  • Fizeram a amamentação por um período menor de tempo
  • Não praticaram o aleitamento materno com seus bebês

Mas, o que você acha que a pesquisa descobriu? Basicamente, a pesquisa demonstrou que amamentar realmente ajuda a emagrecer.

Mas como se chegou neste resultado? Foi analisado o tempo de amamentação e sua relação com a perda de peso por parte da mãe. E foi descoberto que mamães que amamentaram por um período prolongado de tempo tiveram muito mais facilidade para voltar ao peso normal.

Outros estudos mais antigos também já viam essa relação. Desse modo, foi comprovado que amamentar ajuda na redução do peso. Por isso, você pode amamentar e ainda ter mais facilidade de perder o peso extra.

Publicidade

Além disso, também foi evidenciado que a diferença entre as mulheres que amamentaram por mais tempo e as outras perdurou por pelo menos 2 anos após o parto. Ou seja, estas mulheres seguirão tendo mais facilidade para perder peso mesmo anos depois do parto.

Mas por que isso acontece? Como é possível que amamentar emagreça mesmo?

Médio, tiro, feliz, mulher, amamentar, dela, bebê Foto gratuita

Mãe que amamenta o bebê no sofá de casa – Crédito da foto: Freepik

Isso acontece porque a mulher gasta muita energia para produzir leite materno. Essa energia que é gasta faz com que a mulher perca calorias diariamente.

Aliás, você sabia que a produção do leite é tão intensa pro corpo da mulher quanto uma disputa de corrida? Sim, a mulher que produz leite perde tanta energia quanto ela perderia se corresse todos os dias.

Para você ter uma noção: amamentar faz com que a mulher perca cerca de 300 até 500 calorias por dia. E isso equivale a 1 hora de atividade física intensa. Por isso, amamentar é algo que cansa bastante. Você já se sentiu exausta depois de amamentar o bebê? Pois é, então agora você compreende melhor o motivo disso.

Mesmo com o corpo em repouso, a mulher não está necessariamente “descansando”. Isso porque ela está a todo momento usando muita energia para produção do leite materno. E quanto mais o bebê se alimenta, mais leite precisa ser produzido. Ou seja, quanto mais o bebê se alimenta, mais energia a mulher gasta na produção de mais leite.

Pode ser engraçado, mas o corpo da mulher vira uma espécie de máquina. Sim, o corpo da mulher vira uma máquina de produzir leite. E, assim como qualquer máquina, o corpo também precisa de combustível para funcionar. Mas que combustível é usado? As calorias consumidas pela mulher, é claro.

Do que depende a perda de peso?

Ou seja, a mulher pode emagrecer por amamentar. Mas essa não é uma regra absoluta. Isso porque vai depender muito da alimentação da mulher. Para emagrecer ao amamentar, a mulher precisa fazer uma alimentação equilibrada.

Por isso, é importante procurar um profissional para montar uma dieta. Com uma rotina de alimentação equilibrada, você pode emagrecer sem nem precisar de muito esforço. O seu corpo fará parte do trabalho mais pesado de gasto de calorias.

Mas você também pode adicionar na rotina a prática física, caso seja necessário. Muitos profissional orientam sobre atividades físicas para esta fase. Essas atividades também ajudarão na perda de peso, e são complementares à amamentação e à rotina alimentar.

Dicas para emagrecer enquanto amamenta

Mãe elegante com filha pequena em um campo Foto gratuita

Mulher que amamenta filha em campo – Crédito da foto: Freepik

Amamentar emagrece porque a produção do leite gasta muitas calorias. Mas amamentar também gera muita sede e muita fome. Por isso, se a mulher não equilibrar a alimentação ela pode engordar também. Por isso, é importante prestar atenção na sua alimentação. Dessa forma, você poderá garantir que não vai ganhar ainda mais peso durante a amamentação de seu bebê.

Veja algumas dicas básicas de como aumentar as chances de emagrecer durante esta fase:

  1. Amamente de forma exclusiva seu bebê até os 6 meses de vida dele. (Ou seja, não ofereça nada além de leite nesse período)
  2. Siga amamentando ele de forma complementar até os 2 anos de vida dele
  3. Coma apenas refeições leves, como iogurtes, cereais, saladas, carnes brancas, etc
  4. Faça diversas refeições ao longo do dia, e não coma muita quantia de comida em cada uma delas

Com estas dicas, você terá mais facilidade de emagrecer durante o período de amamentação. No entanto, estas são apenas algumas dicas básicas. O ideal é que você busque um profissional para montagem da dieta completa.

Quanto é possível emagrecer com amamentação?

Perna feminina pesar escalas medindo fita

Mulher em balança com maçã verde, fita métrica e pesos – Crédito da foto: Freepik

Bem, é claro que esse é um cálculo muito particular.

Como mencionado acima, o peso perdido vai depender da rotina alimentar da mulher. Isso porque ela vai usar justamente o que foi consumido para ser queimado ao amamentar.

Além disso, o cálculo também vai depender da alimentação do bebê. Mas como assim? Ora, porque o peso perdido depende de quanto leite a mulher produz. E é claro que você já sabe que a quantia de leite produzida depende do quanto o bebê mama. Isso porque bebês que mamam mais fazem com que a mulher precise produzir mais leite.

Ou seja, se o seu bebê mamar mais, é possível que você perca mais calorias (pois estará também produzindo mais leite). Por isso é bem difícil traçar uma regra universal nesse caso.

Na verdade, é impossível traças uma regra universal. Mas isso não significa que não haja nenhum parâmetro. Os especialistas sempre lembram que o peso perdido é individual e depende de cada caso. No entanto, eles apontam que existe uma média que pode ser considerada.

E que média é essa?

Em média, amamentar emagrece cerca de 2 quilos por mês. Esse valor foi alcançado considerando a recomendação internacional de aleitamento exclusivo até o sexto mês de vida. Ou seja, mulheres que fazem a introdução alimentar antes de seis meses provavelmente não perderão 2 quilos no mês.

Considerando as necessidades de um bebê “médio” que está se alimentando exclusivamente, a mãe pode perder até 2 quilos no mês só com a atividade de amamentar. Isso porque a produção dessa quantia de leite é uma atividade intensa para seu corpo. A produção de leite nessa proporção exige da mulher cerca de 600 até 900 calorias por dia.

Essa perda energética corresponde a caminhadas moderadas diárias. Por isso, a atividade contribui para a perda de peso. Ou seja, ajuda no retorno mais rápido à forma física anterior à gestação.

No entanto, vale também a pena lembrarmos que você pode se acalmar um pouco. Isso porque você não precisa voltar ao corpo de antes da gestação. Ou, pelo menos, não precisa fazer isso correndo. Dê um tempo a si mesma. Você passou por muita coisa e não precisa correr contra o relógio.

Quanto tempo leva para voltar ao peso normal amamentando?

Despertador azul no fundo branco

Relógio despertador azul com branco em fundo branco – Crédito da foto: Freepik

Toda mulher pode voltar ao peso de antes de grávida. Mas as mulheres que amamentam exclusivamente têm mais facilidade. Assim como mencionado, mamães que fazem aleitamento exclusivo até seis meses perdem peso mais rapidamente. E esse efeito pode durar anos após o parto.

Mas como isso acontece? O quão rápido isso pode acontecer?

Bom, logo depois do parto a mulher perde cerca de 9 até 12 quilos. Depois de 3 meses amamentando exclusivamente, ela já perdeu mais 6 quilos, em média. E depois de 6 meses amamentando exclusivamente, ela perdeu mais 6 quilos, em média.

Ou seja, se a mulher fizer o aleitamento exclusivo por 6 meses, ela perderá cerca de 24 quilos até o sexto mês de vida do bebê. Deste peso, 12 quilos foram no nascimento e os outros 12 quilos foram distribuídos ao longo da atividade de amamentar.

Mas há mulheres que engordam muito na gestação. Para estes casos, pode ser que a mulher realmente precise se esforçar mais para perder o peso. Nestes casos, a prática de atividades física pode ajudar muito. Além disso, há casos onde as mulheres precisaram de mais do que estes seis meses para perder o peso. Normalmente, isso acontece quando a mulher tem uma alimentação pouco equilibrada.

Além disso, se o bebê não receber aleitamento exclusivo a mulher também pode demorar mais pra perder o peso. Isso acontece porque ela produzirá menos leite neste período. Ou seja, ela gastará menos energia.

Este conteúdo foi útil para você de alguma forma? Você descobriu coisas novas com este material? Então deixe um comentário e compartilhe ele com mais pessoas que podem se beneficiar com essas informações.