Como preparar o corpo para engravidar: 9 dicas que não falham

Por 0 Comentários


Para abrigar um bebê durante 9 meses, o corpo da mulher deve estar bem preparado. Claro que em muitos casos a gestação “dá as caras” sem uma preparação prévia, mas, quando a gravidez é planejada, as chances de um pré-natal de sucesso são maiores. E se o seu desejo agora é ter um filho, neste post você vai ver como preparar o corpo para engravidar. Mais do que nunca, é hora de manter hábitos saudáveis e “limpar o aquário” para que, o quanto antes, o tão esperado teste positivo aconteça. Vem ver!

como preparar o corpo para engravidar

Imagem: 123RF

Como preparar o corpo para engravidar

Suspenda a contracepção

Se você faz uso de métodos contraceptivos, depois que estiver alinhada com o seu companheiro que chegou o momento de tentar engravidar, interrompa o uso deles. No caso da pílula anticoncepcional, alguns especialistas apontam que, após a suspensão do uso, a fertilidade natural ocorrerá em 30% a 40% dos ciclos – ou seja, pode ser que você não engravide logo na primeira tentativa. Mas continue namorando muito e acompanhe o seu período fértil. Para quem tem a menstruação bem regulada, esse momento corresponde aos 19 dias anteriores à próxima menstruação (mas para saber melhor, você também pode utilizar o Método Billings ou aplicativos).

Uma dúvida comum é a seguinte: depois da interrupção da pílula, em quanto tempo é possível engravidar? A verdade é que é possível ficar grávida logo depois, ou, como dito acima, é normal que demore um pouco. Os especialistas só começam a investigar possíveis anormalidades na fertilidade depois de 1 ano de tentativas sem engravidar.

Consulte seu ginecologista

Quando falamos em preparar o corpo, é fundamental passar por uma avaliação médica. Converse com o seu ginecologista sobre a decisão de engravidar e faça uma avaliação de rotina, com exames preventivos, de mama e ginecológico. Se ele julgar necessário, ainda pode solicitar exames de imagem, como o ultrassom transvaginal.

Faça um exame de sangue

Na consulta com o ginecologista, ele também irá pedir um exame de sangue, para avaliar possíveis doenças crônicas, como diabetes, e fazer eventuais adaptações no tratamento. O hemograma também avalia casos de anemia e deficiências de vitaminas, que irão demandar tratamento.

Verifique e previna doenças

Testes para sífilis e HIV/Aids são importantes, além de uma avaliação da pressão, pois casos de hipertensão na gravidez exigem acompanhamento. E mais uma etapa importante é a verificação da carteirinha de vacinação. Se alguma dose estiver faltando, peça recomendação ao seu médico antes de tomar e avalie com ele quando retomar as tentativas para engravidar, pois algumas vacinas demandam um tempo de espera.

Veja também: 7 dicas para aumentar suas chances de engravidar

Tome ácido fólico

A suplementação é indicada de 2 a 3 meses antes de engravidar e também durante a gestação. O ácido fólico na gravidez é importantíssimo, pois reduz significativamente a chance de alterações no tubo nervoso do bebê. Converse com o seu ginecologista e faça uso da dose recomendada pelo profissional.

Mantenha hábitos saudáveis

Alimentação equilibrada e inclusão de exercícios físicos na rotina são muito importantes para preparar o corpo para engravidar. Controlar o peso é necessário pois o sobrepeso pode levar a complicações como diabetes gestacional e hipertensão na gravidez. Com isso, atividades por 30 minutos durante três vezes na semana são boas opções, além de manter refeições nutritivas e evitar o consumo de alimentos sujeitos a intoxicações, como carnes mal passadas e verduras mal lavadas. Mais uma recomendação comum dos profissionais de saúde para a gestação é evitar o excesso de álcool, uma vez que a substância pode gerar complicações ao feto, como baixo peso e defeitos cardíaco e cerebral.

Evite substâncias tóxicas

Isso vale desde o cigarro – se você fuma, é fundamental abandonar o vício, que pode levar a complicações na gravidez (o que também vale para fumantes passivos) – até outras drogas, alimentos artificiais e cosméticos nocivos. Tudo o que é tóxico acaba sendo absorvido pelo organismo, e, especialmente nesse momento que você deseja preparar o corpo para engravidar, nada disso é bem-vindo. Evite a ingestão de alimentos com excesso de conservantes (industrializados), ácidos para a pele e remédios sem orientação médica. Se estiver fazendo algum tratamento estético ou médico, informe seu ginecologista para garantir que você não corre riscos.

Vá ao dentista

Sabia que a doença periodontal pode levar ao aborto ou parto prematuro? Por isso vale consultar também o dentista quando tomar a decisão de engravidar. Ele pode indicar uma limpeza, por exemplo, para evitar o quadro. A saúde dos dentes é importante sempre, e nesse período mais ainda!

Cuide da saúde vaginal e prepare seu corpo para engravidar

Muitas mulheres sofrem com secura vaginal e recorrem ao uso de lubrificantes durante as relações sexuais. Contudo, alguns dos mais comuns encontrados nas farmácias podem prejudicar os espermatozoides. Por isso, vale a certificação de utilizar um produto que seja inofensivo, para não atrapalhar as tentativas de engravidar. E qualquer observação de anormalidade na vagina deve ser relatada ao ginecologista, para avaliação.

Veja também: Sintomas de gravidez no primeiro mês: os mais comuns e incomuns!


 



Arquivado em: Gravidez Tags:

Deixe seu comentário