Como estimular o cérebro do seu filho: 7 atividades sensacionais!

Por 1 Comentário


Não é só na escola que o cérebro dos nossos filhos é estimulado. Algo que eu sempre gosto de compartilhar com as mães que acompanham o blog é que o ambiente de casa é extremamente importante para o desenvolvimento físico, cerebral e emocional das crianças, por isso nós podemos propor muitas atividades que as ajudam nesse sentido. O mais legal é que, na infância, os pequenos aprendem muito por meio de brincadeiras e outras atividades lúdicas, ou seja, dá para se divertir e estimular o cérebro do seu filho ao mesmo tempo! Quer ver na prática como isso é possível? Então confira 7 dicas a seguir.

Como estimular o cérebro do seu filho:

como estimular o cérebro do seu filho

Imagem: 123RF

Vamos ler uma história?

Contar uma história para uma criança faz o pequeno dar asas à criatividade imaginando personagens, cenários e situações diversas. E você pode tornar o momento ainda mais legal fazendo uma contação de histórias interativa. A atitude ainda contribui para formar um vocabulário rico e, claro, estimular o gosto pela leitura – um hábito tão importante sempre!

Que tal uma atividade manual?

Brinquedos que vêm “prontos” podem ser muito divertidos, mas também vale variar a diversão sugerindo atividades em que os brinquedos sejam feitos em casa. Com apenas uma folha de papel, por exemplo, dá para passar o tempo fazendo origamis. Quer algo diferente? Então adicione tintas e proponha fazer ilustrações com outras técnicas (como xilogravura e monotipia)! Comprou um eletrodoméstico novo e sobrou uma caixa de papelão grande? Confeccionem brinquedos com o papelão também. Sem contar as atividades sensoriais que estimulam os sentidos da criança (dá até para fazer uma gincana sensorial com elas!).

Estimule a criatividade para estimular o cérebro da criança

Não dá para falar em estimular o cérebro do seu filho sem falar em criatividade, não é mesmo? E por meio de tarefas simples, feitas no dia a dia, você pode incentivar essa característica tão importante no seu pequeno. Quem estimula a criatividade desde cedo pratica o senso de inovação e improvisação, capacidades fundamentais para a vida toda, para saber lidar bem com as mais diversas situações. E como fazer esses estímulos? Pode ser com papel, materiais reutilizados e até comida. Eu explico como nesse post.

Apresente a natureza

Visitar destinos de natureza, como praias, espaços rurais ou até mesmo um parque bacana no meio da cidade, repleto de verde, faz um bem danado ao organismo (não é fato que só de estarmos nesses locais já relaxamos?). Para as crianças esses benefícios também ocorrem. Sem contar que é o máximo mostrar para elas como uma pequena sementinha pode virar uma árvore grandiosa e centenária! Então leve o filhote para passear nesses locais e conte a ele sobre os fenômenos naturais, o incrível ciclo da vida… Na volta para casa, vocês podem até fazer brincadeiras utilizando elementos da natureza que encontraram pelo caminho.

Veja um dica de passeio interessante: Zoo Safari

Interaja com música para estimular o cérebro do seu filho

A música é mais uma ótima maneira de estimular o cérebro do pequeno. E sabia que, desde antes do nascimento, é possível utilizá-la para estimular o bebê? Eu conto como nesse post. A música também é uma forma de aprendizado (quem não tem até hoje uma canção na ponta da língua que aprendeu na escola para memorizar um conteúdo?), sem contar que está diretamente ligada às nossas emoções, podendo ser ainda uma excelente forma de relaxar a criança.

“Mãe, não tem nada pra fazer!”

Quando falamos sobre como estimular o cérebro do seu filho, não nos referimos apenas a atividades práticas. Sabe mais uma habilidade essencial para seu aprendida? A capacidade de praticar o ócio. Sempre que a criança reclama que não tem nada para fazer, ela terá que inventar alguma coisa para se ocupar. O que é um excelente estímulo! Além disso, é claro, momentos de descanso ao longo do dia e uma noite de sono de qualidade são essenciais para o cérebro, pois é nessas horas que o órgão assimila as informações que coletamos ao longo do dia, contribuindo para o aprendizado e a memorização.

Inove na tarefa de casa

Quem disse que para aprender a matéria da escola é preciso apenas livros, cadernos e lápis? Nada disso! Você pode levar o conteúdo para além da sala de aula, propondo passeios diferentes que façam referência ao que foi aprendido (como um museu, uma usina hidrelétrica…), ou trazendo para o dia a dia tarefas cotidianas que mostrem, na prática, como utilizamos algumas matérias. Peça, por exemplo, para o filhote somar as compras no supermercado. Também dá para utilizar brinquedos para ensinar lições, como matemática com peças de Lego! Visualizando o conteúdo de outras formas (e especialmente de maneira prática), o pequeno pode aprender com mais empenho.


 



Arquivado em: Cuidados diáriosDesenvolvimento Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. vania correia disse:

    Eu amo os seus trabalhos
    Dicas para estimular o seu bebê, esta na hora de alcançar coisas.Coloque o brinquedo favorito dele um pouco fora de alcance para que ele tente pegar.

Deixe seu comentário