Conforto e segurança são palavras-chave na hora de pensarmos na montagem do quarto do bebê. Afinal de contas, não queremos que ele se machuque ou se envolva em pequenos acidentes, não é mesmo?

Portanto, a segurança do bebê é primordial. Para que não ocorram acidentes, devemos levar em consideração algumas coisas, a fim de garantir um quarto seguro e aconchegante para o pequeno, que passará boa parte do tempo neste local.

Isso porque o bebê é totalmente indefeso e não tem noção nenhuma de perigo. Então o ambiente precisa sempre garantir segurança, para que mãe e bebê possam ficar igualmente tranquilos!

Pensando nisso, separamos as melhores dicas para o conforto e segurança do seu filho, afinal é melhor prevenir do que remediar, não é mesmo?

Publicidade

Confira abaixo e boa leitura!

conforto e segurança

Decoração de quarto de criança. Crédito da foto: Freepik

Como montar  quarto do seu bebê com conforto e segurança

1) Prefira materiais e superfícies de fácil limpeza

Primeiramente, evite carpetes e cortinas que acumulam muita poeira. Elas podem acabar causando alergias respiratórias no seu bebê. Por isso, quando for comprar, opte por materiais mais suaves e de fácil limpeza.

As persianas são mais práticas para limpar, acumulam menos sujeira, e são portanto, uma ótima opção para decorar, proteger e vestir a janela do quartinho.

Com relação ao piso, os mais indicados para o quarto do bebê são os de cerâmica, porcelanato, vinil ou madeira. Também são mais fáceis de limpar e garantem conforto para você e o seu filho.

Opte por móveis com superfícies lisas e não porosas, que uma simples passada de pano já deixem tudo limpinho. O mdf com acabamento melamínico ou pintura em laca são um bom exemplo disso.

Publicidade

Conforto e segurança – 2) O berço merece atenção especial

Se você quer garantir a segurança do bebê, o berço é outro item que merece atenção. Afinal, ele passará muito tempo nesse local. Antes de comprar o berço, veja se ele está de acordo com as normas do Inmetro.

Quando o berço chegar, veja se ele foi bem montado. Veja também se não há parafusos soltos ou qualquer superfície que possa machucar o recém-nascido.

Além disso, olhe se as grades estão firmes e sem aberturas para que o bebê não caia.

Caso o berço tenha rodinhas, mantenha-as travadas o tempo todo. E qualquer tipo de revestimento plástico deve ser evitado, pois pode provocar sufocamentos. Além disso, é imprescindível ter um colchão bem liso e firme, que cubra todo o espaço.

E por último, posicione o berço distante de janelas, luminárias, enfeites de parede, fios ou móveis que possam ser usados como apoio para pular.

3) Tome cuidado com os móbiles e brinquedos

Para garantir a segurança do bebê durante a noite, deixe os móbiles e brinquedos longe do alcance do seu pequeno. A criança pode acabar se sufocando ou se machucando, principalmente nos primeiros meses.

Publicidade

O móbile deve ficar bem fixado. E de acordo com o crescimento da criança, tire o móbile do berço para que ela não puxe. Já os brinquedos devem ter um cantinho próprio para serem guardados.

O ideal é sempre deixar o berço livre para que tanto você quanto seu bebê tenham noites de sono tranquilas, pois dados da ONG Criança Segura comprovam que o sufocamento está entre as principais causas de morte em recém-nascidos.

Conforto e segurança – 4) Coloque grades ou redes nas janelas e portas

Se você mora em um apartamento ou sobrado, para reforçar a segurança do bebê no quarto, coloque grades nas janelas e portas que dão para a área externa.

Atente-se também para o berço, que deve ficar longe da janela. Dessa forma, o bebê não corre o risco de cair e os insetos não vão incomodar o seu neném.

conforto e segurança

Quarto de bebê decorado. Crédito da foto: Freepik

5) Tenha atenção com as cordinhas das cortinas e persianas

Fios pendurados de cortinas e persianas representam um grande risco de estrangulamento. Dessa forma, você deve ficar atenta com a acessibilidade dessas cordinhas para que o bebê não se enrole com elas e cause um acidente. Também é importante que a fixação seja bem-feita para que o neném não puxe o acessório e ainda faça a persiana se desprender e cair.

Em últimos casos, amarre-as no alto. Dessa forma, elas ficarão fora do alcance do bebê e não corre o risco de ele se enforcar com as cordinhas.

5) Mantenha os itens de higiene longe do bebê

Afaste do bebê todos os itens de higiene. Sabonetes, pomadas e lenços umedecidos devem ficar em embalagens fechadas. Isso porque os pequenos costumam colocar tudo o que veem na boca. Por isso é importante prevenir.

7) Utilize protetores em todas as tomadas

Use protetores de tomadas e não deixe os fios elétricos no alcance do seu bebê. Você pode prender os fios ao longo do rodapé para que eles não fiquem expostos.

Isso também vai ser fundamental para que o neném não mastigue os fios e tenha um choque elétrico. Essa precaução também evita que você tropece nos fios com o bebê no colo. Por isso, cuidado!

8) Prefira móveis sem cantos ou quinas

As quinas não são perigosas apenas quando o bebê começar a levantar, já que podem ser uma armadilha para qualquer pessoa que transite muito por ali.

As quinas arredondadas são mais recomendadas para o quarto do bebê por serem mais suaves. Por isso, prefira essas quinas do que aquelas quadradas. Dessa forma, ele não vai se machucar nos cantinhos.

Alguns móveis devem ser fixados na parede. Assim você evita que esses móveis caiam sobre o neném. Isso pode acontecer, por exemplo com a cômoda, se o bebê resolver abrir todas as gavetas de uma vez. Com o peso pendendo para frente, elas podem acabar fazendo com que a cômoda tombe.

Para redobrar o cuidado, você pode também colocar ganchos de segurança e sempre deixar as gavetas fechadas.

É sempre muito importante também, que você reveja a colocação de armários e prateleiras nas paredes, para ter certeza de que estão bem seguros.

conforto e segurança

Close das pernas e pés do bebê no tapete felpudo. Crédito da foto: Freepik

9) Cuidado com o trocador

Fique o tempo todo segurando seu filho quando ele estiver sendo trocado. Muitas vezes uma simples viradinha e afastadinha para pegar algum objeto que esteja um pouco longe da cômoda, pode ser o suficiente para que o bebê se vire, e consequentemente caia.

Todo cuidado com a segurança do bebê é essencial para que nenhum acidente aconteça e ele se desenvolva saudável e feliz. Assim você manterá ele sempre protegido!

10) Atenção à disposição dos móveis

Lembre-se que a disposição dos móveis precisa ser funcional. Isto quer dizer que berço, cômoda e trocador, cadeira de amamentação e cama de apoio têm de estar bem posicionados, para que a rotina ali seja eficiente.

O que isso tem a ver com a segurança do recém-nascido? Com a circulação fácil e os espaços bem definidos, mãe, pai e outros adultos conseguem se locomover e acessar tudo rapidinho, sem risco de trombar em móveis mal posicionados com o bebê no colo.

Conforto e segurança – 11) Tenha os principais itens ao seu alcance

Da mesma forma, deve ser previsto que as estruturas de apoio para a logística do dia a dia sejam realmente úteis e bem localizadas.

Nichos e espaços para fraldas, por exemplo, precisam ficar perto do local em que as trocas de fralda vão acontecer, assim como os itens do kit de higiene.

Com tudo a um esticar de braço, o responsável alcança o que quiser, sem deixar de cuidar do bebê em cima do trocador.

12) Evite baldes ou bacias no quarto

Deixar o chão livre é outro cuidado fundamental. Objetos espalhados, como baldes e bacias, podem provocar tropeços e quedas, além de atrapalhar o bebê a engatinhar ou dar os seus primeiros passos sem esbarrar em algo.

Por isso, faça o possível para não deixar baldes ou bacias no chão do quarto. Esses objetos podem trazer não apenas o risco de queda como o de afogamento, caso estejam cheios e o bebê vire o líquido em cima dele mesmo.

Conforto e segurança – 13) Use tapetes EVA

Para impedir que o bebê se machuque em caso de quedas, é interessante forrar o chão do quarto e dos espaços que ele mais usa com tatames de EVA.

Esse material é mais suave e reduz o impacto do corpo ao bater no chão, diminuindo também as chances de lesões.

Os tapetes de EVA podem servir até mesmo como decoração para o quarto do bebê. Escolher estampas lúdicas, como de animais, desenhos, personagens animados ou temáticas, faz com que o ambiente fique com um toque infantil a mais, tornando-o ainda mais cativante para a criança.

conforto e segurança

Quarto de criança decorada com itens. Parede rosa claro. Crédito da foto: Freepik

Conforto e segurança – 14) Use travesseiro anti-refluxo

Muitos pais, principalmente os de primeira viagem, ficam com dúvida em relação à posição ideal para o bebê dormir. O correto é colocá-lo de barriga para cima, evitando que ele role e fique de barriga para baixo.

No entanto, alguns pais ficam apreensivos com essa posição no caso de o bebê regurgitar durante o sono. É por isso que o travesseiro anti-refluxo é outro produto fundamental para providenciar e evitar que acidentes assim ocorram.

O travesseiro anti-refluxo posiciona o bebê de forma levemente inclinada para cima, deixando a cabeça em um ângulo um pouco acima do resto do corpo.

Isso não causa desconforto na coluna, melhora a respiração da criança e evita que ela engasgue, caso chegue a regurgitar.

15) Aposte em travas de segurança

Conforto e segurança: Outro acessório que deve ser providenciado para garantir o bem-estar do bebê é a trava de segurança.

Ela impede que as crianças abram portas e gavetas, mas consegue ser facilmente manuseada pelos adultos, sem causar problemas na rotina da casa.

É uma boa ideia usar travas de segurança, principalmente, onde ficam guardados os produtos de limpeza e materiais pontiagudos.

Para evitar bagunça, vale a pena também colocá-las no quarto do bebê, evitando que ele desorganize os armários ao abrir as gavetas.

A segurança do bebê é uma das principais coisas a se pensar nos meses antes da chegada do novo membro da família.

Esse é um bom período para colocar a casa em ordem, pois, assim, depois do nascimento do pequeno, os pais conseguem voltar a atenção para ele e ficar mais tranquilos em relação ao seu bem-estar.

Além de apostar nessas dicas de como prezar pela segurança do bebê, é fundamental também garantir que os produtos sejam de qualidade.

Por isso, sempre que for às compras, prefira lojas de confiança e especializadas em produtos infantis.

Conforto e segurança – 16) Trocador na altura certa

Além disso, outra dica é que a cômoda-trocador tenha tamanho adequado à estatura dos pais, para que não fiquem mal posicionados durante a troca de fraldas.

Isso garante maior agilidade em eventuais emergências e, de quebra, ainda previne dores nas costas dos papais.

Em média, os móveis apresentam 90 centímetros de altura, o que pode variar para se ajustar à altura dos adultos.

17) Posicione o berço de maneira estratégica

Conforto e segurança: Por fim, a posição do berço. A primeira coisa que o adulto deve enxergar, quando entra rapidamente no quarto do bebê, é o berço.

Por isso, sempre que possível, a indicação é que seja instalado perto do acesso à porta – porém, não deve estar grudado à entrada ou a uma janela, para fugir de correntes de ar.

Esperamos que você siga as nossas dicas para ter conforto e segurança no quarto do seu bebê. Leia também:

Até mais!