O sonho de muitas mulheres é acabar com as espinhas, mas como dar fim à essas bolinhas vermelhas tão indesejadas? Confira no artigo de hoje os melhores tratamentos e dicas de cuidados para evitar as temidas espinhas, além de entender as principais causas.

Boa leitura!

acabar com as espinhas

Mulher de toalha espremendo uma espinha em seu rosto. Crédito da foto: Freepik

Qual a diferença entre acne e espinha?

Espinha e acne é a mesma coisa, só que os termos mudam porque acne é o nome científico para o problema, enquanto a palavra espinha é mais utilizada popularmente para casos isolados.

Publicidade

A inflamação geralmente aparece em peles oleosas e tem seus primeiros sinais na adolescência. No entanto, também pode ocorrer o surgimento da acne na pele adulta, na maioria das vezes associada às alterações hormonais dessa fase.

Como as espinhas surgem? Em nossa pele, existem glândulas sebáceas, responsáveis por produzir o sebo, um tipo de gordura que serve para proteger a cútis.

No entanto, quando produzido em excesso, os poros são obstruídos, tornando o local ideal para a proliferação de bactérias. Para contê-las, nossas células de defesa produzem pus e assim se formam as espinhas.

Quais são as causas das espinhas?

A acne pode ser causada por diversos motivos, entre eles alterações hormonais, predisposições genéticas, níveis elevados de estresse, uso de alguns medicamentos específicos, suplementos e cosméticos com formulações e texturas oleosas.

Além disso, alguns hábitos, como lavar o rosto muitas vezes ao dia e consumir alimentos gordurosos podem influenciar no surgimento de espinhas.

Quais alimentos favorecem o surgimento das espinhas?

Alguns alimentos, como comidas gordurosas, doces, frituras e os que contêm farinha branca em sua formulação favorecem o surgimento da acne. Isso porque eles estimulam a produção das glândulas sebáceas, aumentando a oleosidade da pele.

Publicidade

E o chocolate, também muito perguntado pelas mulheres, pode favorecer? Ele em si não é um problema, mas sim o açúcar, as gorduras e o leite que são usados para fazê-lo. A melhor opção é escolher os chocolates com porcentagens de cacau mais altas, como os amargos.

As carnes vermelhas também podem influenciar no aparecimento de espinhas, pois têm alta concentração de ômega 6, uma substância com efeitos pró-inflamatórios.

Por isso, quem quer evitar a acne deve preferir carnes brancas de qualidade, como peixes, que contam com grandes quantidades de minerais e promovem ação anti-inflamatória. O salmão é um bom exemplo!

Além disso, não deixe de tomar bastante água, o que ajuda a manter o corpo hidratado e também a eliminar toxinas que podem agravar os problemas de pele.

Consuma, ainda, frutas e verduras de cor amarela, que contêm betacaroteno, uma substância que combate os processos inflamatórios. Semente de girassol também é boa para evitar as acnes!

acabar com as espinhas

Mulher espremendo espinha em frente ao espelho. Crédito da foto: Freepik

Publicidade

Podemos espremer espinhas?

O ideal é não espremer espinhas, porque pode piorar! Além de não fazer ela desaparecer, poderá lesionar ainda mais o local e deixar até mesmo uma marca na pele.

Nossas mãos e unhas são cheias de bactérias. Então é possível que a infecção que está ocasionando a acne se agrave e até mesmo que haja inchaço e dor.

Além disso, espremer espinhas é um dos principais motivos para o aparecimento de manchas de acne, que acabam ficando por um bom tempo.

Outro cuidado é evitar receitas caseiras duvidosas que prometem acabar com as espinhas. Alguns produtos e ingredientes podem irritar a pele, causando alergias e até mesmo manchas.

O ideal é procurar um dermatologista, que irá indicar o melhor tratamento para acne e os produtos certos para deixar a cútis bonita e saudável.

Mantenha uma rotina de cuidados com a pele

Ter uma rotina de cuidados com a pele, utilizando os produtos certos, é fundamental, principalmente se você tem pele com maior propensão para acne.

A limpeza, por exemplo, ajuda a controlar a produção de sebo. No entanto, ela deve ser feita com sabonetes, espumas ou géis de limpeza ideais para o seu tipo de pele uma ou duas vezes ao dia.

Quando realizada em excesso ou com produtos inadequados, a higienização pode desencadear o efeito rebote, no qual o corpo produz ainda mais oleosidade para repor a que foi retirada. E sempre enxague com água fria ou morna, mas nunca quente!

Outros cuidados incluem a hidratação da pele, mesmo que ela seja oleosa. Esse passo é ideal para mantê-la saudável e tratar a acne.

Opte por produtos oil-free e converse com seu dermatologista para criar a rotina de cuidados ideal para as necessidades de sua pele.

Não se esqueça, também, de aplicar um filtro solar com toque seco e com ativos sebo reguladores, que aliam proteção e tratamento.

Não sobrecarregue seu rosto com diversos produtos desnecessários para depois ainda aplicar várias camadas de maquiagem.

Essa prática obstrui os poros e acaba aumentando a produção de óleo pelas glândulas sebáceas e ocasionando espinhas.

Além disso, lembre-se de remover a maquiagem e outros produtos do rosto de forma adequada ao fim do dia e antes de dormir. Utilize demaquilantes sem óleo, à base de água.

Nos casos em que a pele esteja muito oleosa e surgem muitas espinhas, pode ser interessante realizar limpeza de pele com um profissional da área da estética ou consultar o dermatologista para que seja indicado o melhor tratamento estético ou uso de remédios para diminuir a oleosidade da pele e tratar as espinhas.

Os antibióticos devem ser tomados de maneira correta, assim como as pomadas passadas de acordo com a indicação do médico.

acabar com as espinhas

Mulher sorrindo com máscara facial branca no rosto. Fundo rosa. Crédito da foto: Freepik

Algumas formas de acabar com as espinhas são:

Acabar com as espinhas – 1. Limpar a pele corretamente

Limpar a pele diariamente é fundamental para remover o excesso de gordura que fica acumulada, diminuindo a oleosidade e ajudando a prevenir o aparecimento das espinhas. Assim, é recomendado:

  • Lavar o rosto diariamente com um sabonete próprio para pele com acne;
  • Aplicar um tônico facial adstringente que ajude a fechar os poros;
  • Aplicar uma loção secativa de espinhas nas que estão inflamadas;
  • Realizar limpezas profundas de pele, 1 ou 2 vezes por mês;
  • Realizar uma esfoliação de pele 1 a 2 vezes por semana;
  • Aplicar uma máscara purificante, pelo menos uma vez por semana, à base de argila, que vai absorver o excesso de sebo;
  • Aplicar uma máscara para eliminar os cravos do nariz, testa e queixo, usando gelatina incolor, por exemplo.

Os sabonetes, tônicos, loções e máscaras podem ser comprados na farmácia ou supermercados, mas é importante compras com as características para a sua pele em específico.

2. Hidratar a pele

É muito importante hidratar a pele após a limpeza, com um creme específico para peles oleosas que limita o excesso de produção de sebo, causador de novas imperfeições.

Também pode ser aplicado um creme que tenha componentes que promovam uma esfoliação química ao longo do dia, de forma a alisar a pele e a diminuir os poros, ou mesmo com ação anti-inflamatória para reduzir a aparência das espinhas.

Pode ainda ser aplicado localmente um produto que seque e disfarce as espinhas, rico em agentes queratolíticos, anti-seborreicos e antibacterianos.

Acabar com as espinhas – 3. Ter uma alimentação saudável

A alimentação pode interferir diretamente na produção de sebo e, consequentemente, aumentar a quantidade de espinhas. Assim, é importante ter uma alimentação rica em alimentos capazes de diminuir a inflamação da pele, como:

  • Peixes;
  • Sementes de chia;
  • Nozes;
  • Ostras.

É importante também observar se o consumo de determinado alimento aumenta a quantidade de espinhas, pois assim é possível diminuir ou evitar o consumo daquele alimento.

Por exemplo, algumas pessoas relatam que o consumo de chocolate, amendoim, fast-food, derivados do leite ou suplementos proteicos aumentam as espinhas. Se este for o seu caso, procure evitar o consumo desses alimentos.

4. Limpeza de pele no esteticista

A limpeza de pele no esteticista é uma limpeza mais profunda da pele e que serve para remover as impurezas e as células mortas, ajudando a manter a pele mais saudável. Nos casos das pele mais oleosas, o ideal é fazer todos os meses.

Apesar de ser interessante para combater o aparecimento das espinhas, essa limpeza de pele não deve ser feita quando existem espinhas inflamadas, porque como é feita uma esfoliação mais profunda e são utilizados produtos mais específicos para limpeza de acordo com cada tipo de pele, pode haver piora da inflamação.

Assim, antes de realizar a limpeza de pele no esteticista é importante que seja feita uma avaliação da pele.

Acabar com as espinhas – 5. Peeling químico

O peeling químico é uma outra alternativa de tratamento estético que também pode ser realizado para diminuir as cicatrizes deixadas pela acne.

Consiste na aplicação de ácidos com o objetivo de promover a renovação celular e eliminar as células mortas, melhorando a aparência da pele.

Antes de realizar esse tratamento, é importante que o esteticista ou dermatologista seja consultado para que seja feita uma avaliação da pele e seja verificado qual o melhor produto a ser aplicado e em que concentração para que se tenha o melhor resultado.

Além disso, é importante que o peeling seja realizado quando não exista sinais de inflamação na pele.

Devo ir ao dermatologista para acabar com as espinhas?

Acabar com as espinhas: Quando nenhum destes métodos acabam com as espinhas, o ideal é buscar um profissional dermatologista, porque só ele poderá te passar um tratamento específico com remédios.

Com a orientação médica, você deverá passar ou tomar algum medicamento. Assim você conseguirá  controlar a acne, melhorando a autoestima e a qualidade de vida.

Alguns exemplos de produtos que o dermatologista poderá indicar contra a acne são:

  • Loção de limpeza para eliminar completamente a sujeira da pele;
  • Gel secativo, que pode ser em forma de pomada ou creme para combater a bactéria causadora da acne;
  • Creme ou loção para clarear as manchas da pele causadas pela acne e pelo ato de espremer as espinhas;
  • Filtro solar em forma de creme sem óleo ou gel para proteger a pele do sol e evitar o surgimento de manchas escuras na pele;
  • Pomadas para tratamento da acne.

Além destes produtos que devem ser aplicados diariamente na pele para uniformizar o tom, retirar a oleosidade e remover as espinhas, existem ainda remédios em forma de comprimidos, como a Isotretinoína que é indicada para acne grave, quando nenhum tratamento se mostrou eficaz.

Ah! Alterações hormonais também podem provocar o surgimento ou agravamento da acne na pele.  Então tomar algum anticoncepcional como Diane 35, ou tratar problemas de saúde como ovário policístico ou mioma são importantes na eliminação dos cravos e das espinhas.

Esperamos que você tenha gostado desse artigo e siga as nossas dicas para ajudar a acabar com as espinhas de vez, que podem ser muito chatas e inconvenientes quando querem, não é mesmo?

Seguindo os cuidados acima, você conseguirá se livrar desse incômodo e ficará com a autoestima lá em cima!

Agora que você já viu como acabar com as espinhas, leia também:

Até mais!