A brincadeira é algo fundamental para o desenvolvimento de toda criança. Apesar dessa informação já não ser novidade, algumas famílias ainda têm dificuldade de implementá-la na rotina. Isso pode acontecer por diversos motivos, entre eles a correria do dia a dia.

Por isso, o momento de férias e da praia pode ser a melhor alternativa para relaxar, dar atenção aos pequenos e, além disso, ainda apostar (e muito!) na brincadeira.

Veja aqui uma lista com as 10 brincadeiras mais divertidas para aproveitar a praia com seu pequeno. Então, partiu deixar as férias ainda mais divertidas?

Fotografias engraçadas

Brincadeira em familia na praia

Crédito: Freepik

Publicidade

Aproveite o calor, o sol, o mar e a areia e transforme essa paisagem em uma divertida brincadeira com fotos engraçadas. Além disso, as fotos são uma forma de lembrar os momentos em família. Por isso, fazer fotos divertidas são uma forma de entreter a criançada e, ainda, garantir que esses momentos serão inesquecíveis.

Use as cadeiras, guarda-sol, pás, baldes e o que mais tiver e crie recordações únicas. Não se acanhe: caras e bocas exageradas também podem fazer a diversão da criançada.

Veja aqui lista do que não esquecer ao fazer a mala de férias com criança.

Futebol de sapo

O futebol de sapo também é uma brincadeira de muito sucesso entre crianças e pré-adolescentes.

O jogo não exige mais do que 4 pessoas, apesar disso, vocês podem fazer times maiores.

É simples: faça duas equipes com pelo menos duas pessoas em cada uma. A regra é a seguinte: é um jogo de futebol, mas os jogadores precisam manter os pés e mãos no chão.

Publicidade

Como assim? Isso mesmo! Com as mãos e pés no chão, as pessoas precisam saltar como sapos para se locomoverem.

Vence o time que conseguir fazer 3 gols primeiro.

Desenhos na areia

Familia fazendo brincadeira na areia

Crédito: Freepik

Uma ótima brincadeira para a praia são os desenhos na areia.

Você pode usar gravetos ou os próprios dedos. Faça desenhos diversificados na areia e deixe a criatividade rolar solta.

Mas não é só isso. Essa brincadeira pode se desdobrar em várias versões. Por exemplo:

Publicidade
  • Adivinhar qual é o desenho
  • Forca, no caso de crianças que já sabem ler
  • Jogo da amarelinha, usando uma concha no lugar da pedra
  • Jogo da velha

Conheça as melhores praias de São Paulo para crianças.

Relógio de sol

Além de divertida, essa brincadeira é muito educativa.

Antes de mais nada, arranje 12 pedras ou conchas no caminho até a praia e um graveto. Se você preferir, o graveto pode tranquilamente ser substituído por um palito de picolé.

Com os itens em mãos, organize as pedras ou as conchas em um círculo, fazendo com que elas fiquem com uma distância entre si que se assemelhe aos números de um relógio. Por fim, coloque o graveto ou o palito de picolé no meio, em pé. Ou seja, o palito precisará ser um pouco enterrado na areia (para ficar em pé).

Não tem importância se o círculo não ficar perfeito ou se a distância entre as conchas não for exata. O importante é que a criança entenda que aquela é a mesma distribuição do relógio.

Com o relógio pronto, basta mostrar para a criança que a sombra do palito vai se movendo conforme as horas do dia vão passando.

Além de deixar a criança surpresa, no primeiro momento, você pode aproveitar essa brincadeira para ensinar sobre a rotação do Sol e da Terra e sobre o passar do tempo.

Caça ao tesouro

familia fazendo castelo de areia na praia

Crédito: Freepik

Há duas versões da caça ao tesouro: uma para crianças menores e outra para crianças um pouco maiores e pré-adolescentes.

Obviamente, a versão para crianças pequenas é mais simplificada. Nessa versão, a concha é o tesouro e a ideia é ter uma lista de características para o pequeno procurar. Alguns exemplos de características que as conchas podem ter:

  • Um furo
  • Listras
  • Uma única cor, como branca

Claro que fica ainda mais divertido se você ajudar a criança nessa caçada.

A versão para crianças maiores se trata de fazer um caça ao tesouro mais complexa, com um mapa ou com pistas a serem seguidas.

Se for difícil fazer pistas, outra forma de jogar é elaborar algumas perguntas e, conforme a criança acertar, ela receberá a informação de qual o próximo local para ir.

Você pode fazer essa caçada usando alguns pontos conhecidos pela criança, como o local onde estão as cadeiras da família na areia, o local onde o carro está estacionado, a beirada da água e a entrada do restaurante onde vocês costumam almoçar. De modo geral, esse jogo funciona bem com famílias que vão para a mesma praia veranear anualmente.

Uma alternativa legal é que o ponto final da caçada tenha um castelo construído ou tenha espaço e brinquedos suficientes para vocês construírem um juntos.

Veja as seis doenças de praia mais comuns, e fique longe delas.

Jogo da memória

Faça uma grade com linhas e colunas na areia usando os dedos ou um graveto. Coloque em cada quadro uma pedra, objeto ou concha diferente.

Com o cenário concluído, é hora de iniciar a brincadeira: deixe a criança olhar o quadro completo por alguns segundos, retire todos os objetos e peça para ela repetir a distribuição.

Outra forma de fazer esse jogo é pedindo para a criança fechar os olhos depois de visualizar os objetos. Então você troca dois objetos de lugar e pede para a criança avaliar quais foram as mudanças que você fez.

Salto a distancia

duas crianças pulando

Crédito: Freepik

É uma brincadeira simples, mas que traz muitas risadas.

Marque o chão com os dedos ou com um graveto e faça uma linha reta. Essa linha será o ponto inicial do salto.

Vocês podem pegar distância para correrem e, quando chegarem na linha, já sabem, né? Hora de dar um salto o mais longe possível.

Apesar dessa brincadeira dar muitas risadas e piadas, é importante que ela aconteça em uma parte da praia com areia mais fofa. Isso porque é comum que a brincadeira permita muitos tombos também (e aí está boa parte dos risos!).

Brincadeira Corrida com palito de sorvete

Essa brincadeira é uma corrida e o objetivo é chegar o mais rápido possível no mar.

Para dificultar, cada participante da brincadeira precisa ter em mãos um palito de picolé. Portanto, o objetivo é chegar no mar o mais rápido possível, riscando a areia com o palito.

Para dificultar a brincadeira é possível colocar algumas tarefas extras, como fazer ao menos 3 círculos no meio da corrida ou escrever o próprio nome antes de encostar no mar.

Conheça os melhores brinquedos de praia para desenvolver coordenação motora e criatividade nas crianças.

Brincadeira Acerte o alvo, acerte o buraco ou golfe de praia

tiro ao alvo

Crédito: Freepik

Existe uma série de versões de jogos que podem se tornar uma brincadeira muito divertida de mira na praia.

Uma das opções populares entre as crianças é o alvo. Para jogar, é só desenhar 3 ou mais círculos na areia, um dentro do outro. Tente imitar a estrutura dos jogos clássicos de tiro ao alvo.

Cada um dos círculos deve ter uma numeração, quanto mais difícil de acertar, mais pontos a pessoa recebe. Pronto: agora é só pegar conchas, pedras ou uma bola de gude ou tênis e se divertir.

A brincadeira de acertar o buraco de golfe na praia é muito parecida com golfe. Em ambos, a ideia é fazer um ou mais buracos na areia onde a bola de pingue-pongue ou de tênis consiga entrar. Você pode escolher se vai usar uma garrafa pet vazia como taco – para jogar como golfe – ou se vai usar somente as mãos. Ganha quem conseguir acertar no buraco em menos tentativas.

Brincadeira Pega-pega personalizado

Brincadeira de pega pega na praia

Crédito: Freepik

Existe uma variedade de versões da tradicional brincadeira pega-pega. Entretanto, poucas são mais populares do que o pega-pega de suco de meleca.

Simples, ela funciona da seguinte forma: todos os participantes deverão ficar em pé, um ao lado do outro e de costas para o mar. Somente o pegador não estará nesta “fila”, pois ele ficará de frente para as pessoas e, por isso, também de frente para o mar.

O jogo começa com o jogador dizendo: “suco de meleca”. Nesse momento, os outros deverão perguntar: “que suco?”. Então, o jogador deve começar a falar tipos de sucos variados. Aqui vale suco de qualquer coisa, desde sucos que existem até suco daquilo que a sua criatividade permitir.

A ideia é que as pessoas deem um pulo para frente (em direção ao pegador) se elas gostarem do suco e um pulo para trás (em direção ao mar) se não gostarem do suco. No momento que o pegador disser “suco de meleca” novamente, todos deverão correr em direção em mar.

O mar funciona como uma espécie de “porto seguro”, ou seja, estão salvos os participantes que conseguirem chegar na água sem serem pegos.

Conheça aqui alguns dos melhores hotéis do Brasil para ir com crianças.

Alguns exemplos de sucos podem ser:

  • Uva
  • Abacaxi
  • Feijão
  • Leite condensado
  • Cachorro molhado
  • Chuva de verão
  • Xixi
  • Amizade
  • Nota baixa na escola

Gostou destas dicas? Já fez alguma brincadeira deste tipo com o seu filho? Então conte sua experiência nos comentários.