A inteligência emocional é um conceito originário da psicologia. Ela diz respeito à capacidade da pessoa identificar e lidar de forma saudável com as suas emoções. Ou seja, é desenvolvendo a inteligência emocional que as pessoas conseguem se entender melhor, respondendo de forma mais equilibrada às demandas do mundo e do dia a dia.

Pensando na importância de ajudar as mães e pais a desenvolverem a inteligência emocional dos seus filhos, criamos uma lista com os 18 melhores filmes infantis para tratar desse assunto.

Conheça aqui os melhores filmes para trabalhar as emoções com as crianças e se divirta. Boa leitura!

Trabalhando a inteligência emocional das crianças com filmes

Encontre aqui a melhor lista de filmes para você falar sobre emoções com o seu filho.

Publicidade

Divertida Mente

Inteligência emocional - Divertida mente

Foto: Divulgação

Riley é uma menina de 11 anos que está mudando de casa com sua família. Essa mudança a está afetando, de modo que a menina não sabe o que está acontecendo com as suas emoções.

Divertida Mente é o primeiro título dessa lista por um motivo: a obra é perfeita para trabalhar a inteligência emocional das crianças. Isso porque todo o filme se passa na cabeça de Riley. Os personagens principais da narrativa são as emoções da menina: Alegria, Tristeza, Nojinho, Medo e Raiva.

Por meio desse filme seu filho conhecerá cada uma das emoções, aprendendo a identificá-las. Além disso, o filme também mostra como as emoções são parte de nós e como é importante sabermos lidar com elas de forma saudável. A criança pode ver na tela o que acontece quando cada uma das emoções é acionada. Além disso, Divertida Mente também transmite ensinamentos fundamentais para a vida em sociedade, como respeito a diversidade, cooperação e empatia pelos outros.

Essa obra perfeita para trabalhar a inteligência emocional das crianças é norte-americano, foi lançada no ano de 2015 e tem 1 hora e 35 minutos de duração.

Cada Um na Sua Casa

Foto: Divulgação

Publicidade

Cada Um em Sua Casa foi lançado no ano de 2015, é norte-americano e conta a história de Tip.

Nessa narrativa o planeta Terra foi invadido por uma série de alienígenas que estão procurando uma nova casa. A protagonista, entretanto, consegue fugir e acaba conhecendo Oh. Oh é um alienígena que foi exilado do grupo. Os dois se tornam cúmplices, tentando fugir da loucura que se tornou as suas vidas.

Este filme é fantástico para trabalhar a inteligência emocional das crianças porque apresenta de forma lúdica a importância de respeitarmos e convivermos com as diferenças. Apesar de diferentes, Tip e Oh formam uma bela dupla, mostrando a possibilidade de construir laços mesmo em situações improváveis. Respeito e empatia são as melhores palavras para descrever este filme.

Além disso, Oh também tem uma característica que ajudará muito no desenvolvimento da inteligência emocional do seu pequeno. Ele muda de cor de acordo com a emoção do momento. Desse modo, seu filho verá as diferenças entre a tristeza, o desejo e a alegria, por exemplo. Esse detalhe ajudará as crianças a identificarem cada emoção, aprendendo a reconhecer o que estão sentindo.

O filme possui 1 hora e 34 minutos de duração.

Up – Altas Aventuras

Inteligência emocional

Foto: Divulgação

Publicidade

Up – Altas Aventuras conta a história de Carl. Já com 78 anos de idade, Carl é um vendedor de balões que está prestes a perder a sua casa. O problema é agravado porque foi o espaço onde ele viveu os melhores momentos de sua vida, junto com a sua falecida mulher. Em uma tentativa de escapar dessa situação, Carl põe balões em toda a sua casa. Isso faz com que a casa lance vôo. O seu objetivo com isso é viajar para longe, deixando os problemas para trás. Entretanto, ele descobre que um menino de 8 anos de idade embarcou na viagem junto com ele: Russell.

Este filme é perfeito para trabalhar a inteligência emocional das crianças porque ele fala sobre o autoconceito. Intimamente ligado a nossa autoestima, o autoconceito se trata da forma que nos enxergamos. Entender como nos percebemos ajuda a compreender como vemos o mundo e como nos relacionamos com as pessoas. Russell e Carl nos dão uma lição de amizade e nos munem com uma série de cenas feitas sob medida para falarmos do autoconceito, das relações interpessoais e do respeito aos outros.

O filme de 2009 foi produzido pelos Estados Unidos e conta com 1 hora e 35 minutos de duração.

Jack e a Mecânica do Coração

Foto: Divulgação

Jack e a Mecânica do Coração conta a história de um bebê que nasce em um dia tão frio que o seu coração é congelado. Por isso, foi necessário substituir o órgão por um relógio. Quando o menino completa 10 anos ele tem permissão para conhecer o mundo, mas precisa seguir três regras para não colocar seu coração-relógio em risco:

  • Não tocar os ponteiros e mecanismo do coração-relógio
  • Controlar a raiva
  • Não se apaixonar

Entretanto, Jack conhece uma cantora que mexerá com as suas emoções.

Este filme é ideal para que as famílias possam trabalhar a inteligência emocional dos seus filhos porque dá lindas lições aos pequenos. A obra permite que as crianças aprendam sobre o enfrentamento das dificuldades e a possibilidade de crescer com essas experiências. É um filme perfeito para trabalhar o bullying e o racismo também, porque fala sobre as diferenças.

Nessa obra o seu filho também verá o pequeno Jack reprimindo os seus sentimentos. Com isso, é possível também trabalhar o manejo saudável das emoções e a maturidade.

Diferente dos três primeiros filmes desta lista, Jack e a Mecânica do Coração é um filme belga e francês. Ele possui 1 hora e 34 minutos de duração e foi lançado no ano de 2013.

Viva – A Vida é uma Festa

inteligência emocional

Foto: Divulgação

Viva – A Vida é uma Festa é considerada a obra infantil mais esperada de 2018, e não é à toa. O filme retrata a história de Miguel e é ideal para trabalhar a inteligência emocional das crianças de forma lúdica e divertida.

Miguel é uma criança de 12 anos de idade e sonha ser um músico muito famoso. Entretanto, toda sua família desaprova esse desejo porque acredita que o menino precisa seguir no negócio da família. A família de Miguel tem um trauma com a música, pois no passado seu tataravô abandonou toda a família para tentar triunfar e viver de música. Apesar disso, Miguel acredita no seu sonho e não abre mão de tentar seguir os passos de seu grande ídolo já falecido, o Ernesto de la Cruz.

A história de Viva – A Vida é uma Festa apresenta a família mexicana na época da tradicional comemoração do Dia dos Mortos. Com isso, as crianças podem aprender sobre tradições e sobre diversidade cultural. A obra também é ideal para trabalhar o respeito
à diferença e os problemas que podem ser acarretados de situações mal resolvidas. Este filme também ensina a crianças e adultos sobre o amor à família e sobre os prejuízos que as brigas e castigos podem causar.

Apesar de tratar da cultura mexicana, o filme é uma produção norte-americana e possui 1 hora e 45 minutos de duração.

Dumbo

Dumbo

Foto: Divulgação

Dumbo é o filme perfeito para trabalhar a inteligência emocional com as crianças. Além disso, a obra também dá ensinamentos valiosos sobre amizade e permite trabalhar o bullying e os seus efeitos.

O filme conta a história de Dumbo, que é um elefante bebê que sofre discriminação de todos os outros animais do circo porque tem orelhas grandes demais. Vendo o sofrimento de seu filho, a mamãe elefante fica furiosa e se descontrola. Por causa disso, ela é presa em uma jaula isolada. Agora o elefante baby está sozinho e precisa enfrentar seus desafios sem nenhum apoio. Entretanto, é quando conhece um pequeno ratinho que sua vida muda e ele passa a conhecer a força da amizade. Com a ajuda desse novo amigo, Dumbo descobre que suas orelhas o permitem voar. Com isso, ele se torna um elefante respeitado por todos.

A primeira etapa do filme mostra o personagem extremamente triste e em situação de desamparo. Dumbo se isola de todos porque não sabe se defender das humilhações que sofre. Entretanto, assim que faz uma amizade, o personagem principal começa a conhecer uma série de outras emoções, como a alegria, a cumplicidade, o medo e a raiva. É por meio do afeto que ele consegue transformar a sua autoimagem, assumindo suas características. Inclusive, Dumbo descobre que aquilo em que todos o zombavam transformava-o em alguém único e especial.

O filme norte-americano possui 1 hora e 04 minutos de duração e foi lançado em 1941.

Dumbo também ganhou uma nova produção cinematográfica em 2019. O novo filme conta a história da família que cuidava do circo e do nascimento do elefante mais famoso do mundo e é dirigido por Tim Burton.

Shrek

Shrek

Foto: Divulgação

Shrek é um ogro que vive sozinho em um pântano e está muito satisfeito desse jeito. Entretanto, sua vida vira de cabeça para baixo quando o espaço é invadido por uma série de personagens de contos de fadas. Shrek descobre que isso aconteceu porque os personagens foram expulsos do reino onde moravam. Com o objetivo de conseguir sossego novamente, o protagonista aceita um acordo com o vilão que expulsou todos: ele resgatará uma princesa e o príncipe abrirá novamente as portas do seu reino.

Este filme é perfeito para trabalhar a inteligência emocional das crianças porque ensina sobre autoconceito e sobre autoestima. É fundamental trabalhar a autoestima dos pequenos porque ela interfere na forma como vemos a nós mesmos e, consequentemente, no modo como nos relacionamos com as pessoas e como vivemos em sociedade. Shrek também dá preciosas cenas para trabalharmos a amizade, o preconceito, a cumplicidade e a lealdade. Além disso, é sempre importante podermos mostrar “o outro lado” para as crianças. Neste filme os pequenos verão os supostos ogros e os supostos príncipes sob outras perspectivas.

O primeiro filme do Shrek foi lançado no ano de 2001 e possui 1 hora e 29 minutos de duração. Posteriormente, foi lançada uma série de filmes dando continuidade a história. Os filmes do Gato de Botas também são bastante úteis para trabalharmos as emoções com as crianças e é um spin-off de Shrek.

Coraline e o Mundo Secreto

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Foto: Divulgação

Coraline é uma menina que mudou de casa recentemente e está explorando a nova residência. Nessa aventura a menina encontra uma porta que a leva para outro mundo, onde há uma nova versão da sua vida. Desse outro lado, Coraline vê que existem algumas mudanças que parecem ser positivas, principalmente na sua relação com a mãe e o pai.

Nesse novo mundo descoberto pela menina, seus pais são mais atenciosos e carinhosos. Esses “novos pais” também a escutam e a acolhem. Além disso, Coraline percebe que os pais desse outro mundo passam muito mais tempo com ela e parecem estar sempre preocupados com seu bem-estar. Entretanto, a menina percebe que há algo de errado acontecendo.

Coraline e o Mundo Secreto é o filme perfeito para trabalhar com crianças – e com adultos também – a inteligência emocional, porque recria de forma metafórica a relação familiar. Os conflitos entre pais e filhos estão presentes do início ao fim dessa narrativa. Com essa obra é possível aprender sobre a importância de administrar as emoções e de estabelecer laços sólidos. A comunicação e o respeito aos sentimentos dos outros também são temas amplamente difundidos na obra e que podem ser abordados com os pequenos.

O filme foi lançado em 2009 e foi produzido nos Estados Unidos. Ele tem 1 hora e 40 minutos de duração.

Wall-E

Foto: Divulgação

Wall-E é um filme que toca no fundo de todos que o assistem. A obra acontece em um futuro distópico, onde o planeta Terra foi poluído e onde a vida não se faz mais possível. Os seres humanos foram viver em uma nave gigantesca e uma série de robôs limpadores de lixo foram deixados aqui para resolverem a situação. Wall-E é o último robô existente no planeta, porque ele tem um mecanismo de recuperação de peças mais eficiente. Sozinho, sua vida é catar os lixos e colecionar objetos que considera curiosos. Entretanto, essa rotina muda quando ele conhece Eva: uma robô de última geração que foi mandada para a Terra.

O filme é importante para trabalhar a inteligência emocional com as crianças porque dá ensinamentos sobre comunicação não-verbal. Boa parte do filme é mudo e, apesar disso, é absolutamente claro em suas lições. Wall-E narra sobre o amor, esperança e sobre relações entre pares. As crianças aprenderão sobre linguagem corporal e perceberão que não é necessário falar sobre se expressar.

Além disso, também é possível usar o filme para trabalhar responsabilidade, solidão e relações interpessoais.

O filme foi lançado em 2008, tem 1 hora e 37 minutos de duração e é uma produção estadunidense.

Frozen

Frozen

Foto: Divulgação

Esse filme conta a história de duas irmãs protagonistas: Frozen e Ana.

As irmãs brincavam juntas desde crianças e Elsa usava seus poderes mágicos de forma lúdica durante essas brincadeiras. Entretanto, em um determinado dia a menina atinge sua irmã em um acidente. Apavorados com o ocorrido, os pais delas levam Ana a uma espécie de curandeiros. Apesar de aparentemente solucionado o problema, a família de Elsa determina que os seus poderes devem ser escondidos e evitados ao máximo. Por isso, uma série de mudanças acontecem em sua vida: as brincadeiras com a irmã são banidas, os portões de seu castelo são fechados e o grupo de pessoas e funcionários que circulam pelo espaço é significativamente reduzido.

A obra é muito bonita e trata de uma série de fatores que podem ser trabalhados quando o assunto é inteligência emocional.

Neste filme são trabalhadas as relações familiares e os seus conflitos de forma longitudinal. Acompanhando a família desde a infância das irmãs até a vida adulta, é possível analisar os efeitos de questões mal resolvidas a longo prazo. Os valores do laço familiar e a importância de amar a si mesma e aos outros também são pontos trabalhados em Frozen.

Aprender a lidar com o amor e com as frustrações do laço familiar são muito importantes para o desenvolvimento de crianças com boa autoestima e com saúde emocional. Isso porque são essas experiências iniciais que vão contribuir para as formas que nos relacionamos futuramente.

O primeiro filme da Frozen foi lançado em 2014 e tem 1 hora e 42 minutos de duração. Após o seu sucesso inicial, o título virou uma franquia e novos produções também foram realizadas. Esse é um filme de produção norte-americana.

Valente

Filme Valente

Foto: Divulgação

Valente conta a história de Merida. A protagonista é uma jovem princesa que foi criada por sua mãe para ser sua sucessora como rainha. Entretanto, ela não tem nenhum desejo de seguir este caminho. Apesar de saber do desgosto da filha, uma competição para escolher o futuro marido de Merida é organizada. Nesse momento a jovem decide ir atrás de uma bruxa, pedindo para mudar a sua mãe.

Essa é uma ótima opção de filme para trabalhar a inteligência emocional das crianças porque mostra de forma lúdica a importância da assertividade. Por meio de Valente é possível aprendermos uma forma saudável de defender as próprias opiniões e de discordar dos outros sem apelar para a agressividade. Com equilíbrio, o filme também ajuda os pais a trabalharem o respeito a diversidade e a liberdade de expressão.

Além disso, esta obra também é um prato cheio para as famílias que desejam trabalhar com os pequenos a quebra dos esteriótipos. Merida é uma princesa, mas é uma princesa absolutamente diferente dos contos infantis clássicos.

Valente foi lançado no ano de 2012, possui 1 hora e 35 minutos e foi produzido nos Estados Unidos.

Pets – A Vida Secreta dos Bichos

Pets - A Vida Secreta dos Bichos

Foto: Divulgação

O filme Pets – A Vida Secreta dos Bichos é um ótimo filme para as famílias que querem trabalhar a relação entre irmãos ou a amizade. A obra conta a história de Max e de Duke.

Max é um cachorro que vive com a sua tutora em um apartamento. Ele tem uma série de regalias, incluindo passar os dias visitando os outros animais de estimação da região, quando sua tutora não está presente. Entretanto, um dia tudo parece mudar. Em um belo dia sua tutora chega em casa com uma novidade: Duke, um cachorro de rua que ela decidiu adotar. Max não recebe bem o recém-chegado e vê seu espaço e seus privilégios sendo rapidamente reduzidos. Todavia, eles rapidamente precisarão deixar as suas divergências de lado, porque passam por um incidente que os torna alvos da carrocinha.

O filme infantil é excelente para trabalhar a inteligência emocional de crianças que estão prestes a recebem um novo irmão. Mas ainda mais que isso, Pets também é um filme que pode ser usado para trabalhar qualquer situação em que a criança precise abrir mão de parte de seu espaço. Com valiosas lições sobre o compartilhamento – de espaço, de atenção e de objetos -, essa obra é obrigatória para as mamães e papais que acham que vale a pena investir em estratégias lúdicas para ajudar o filho a entender a importância da divisão, da amizade e do companheirismo.

Com produção estadunidense, Pets – A Vida Secreta dos Bichos foi lançado em 2016 e tem 1 hora e 27 minutos de duração.

Malévola

Foto: Divulgação

Sendo um dos únicos filmes da lista que não se trata de um desenho animado, Malévola conta a história da Bela Adormecida, mas sob outra perspectiva. Nesse filme é o ponto de vista da suposta vilã do conto de fada que é trazido à tona. Devido à raiva e ao seu desejo de vingança, Malévola lança um feito em Aurora – a Bela Adormecida. Entretanto, diferente do conto clássico, essa versão mostra os personagens como seres complexos, como seres humanos: cheios de emoção e de dualidades.

Nesta proposta todos os personagens da narrativas apresentam diferentes emoções durante a história. O medo, a alegria, a raiva e a tristeza estão presentes do início ao fim do enredo. Por isso, os personagens tomam suas decisões baseados nas emoções que estão sentindo. Com isso é possível mostrar para as crianças que as pessoas não possuem uma única emoção que as domina ou que prevalece sobre quaisquer outras.

Excelente para ajudar as crianças a identificar as emoções e para trabalhar os momentos em que cada uma delas entra em ação, Malévola é indicado para mostrar que todas as histórias possuem um segundo ponto de vista.

Lançado em 2014 e produzido nos Estados Unidos, o filme possui 1 hora e 37 minutos de duração.

No ano de 2019 foi lançado uma sequência, intitulado Malévola – A Dona do Mal.

Operação Big Hero 6

inteligencia emocional

Foto: Divulgação

Operação Big Hero 6 conta a história de Hiro e está repleto de lições para os pequenos (e para os grandes também!).

Hiro é um menino de apenas 13 anos que é considerado um prodígio, porque criou um robô muito poderoso que participa de lutas clandestinas. O protagonista fez esse robô com o objetivo de fazer dinheiro nas apostas das suas lutas. Entretanto, o seu irmão – Tadashi – desaprova isso e quer levá-lo para outro caminho. Por isso, Tadashi convida seu irmão para conhecer o laboratório onde ele trabalha. O local está cheio de invenções, o que cativa Hiro. Interessado em permanecer no lugar como estudante, Hiro precisa convencer o professor que ele tem condições de se matricular para os estudos. Deprimido pelos planos não estarem indo como gostaria, Hiro se vê sendo ajudado por Baymax, um robô criado por seu irmão.

O enredo é construído com base no personagem dos quadrinhos da Marvel e dá importantes lições sobre o companheirismo e o trabalho em equipe. As crianças que assistirem Operação Big Hero 6 poderão ver na tela o trabalho em equipe e a cooperação auxiliando a superação de problemas.

A inteligência emocional das crianças pode ganhar muito com esse filme, principalmente se o objetivo da família for mostrar a importância do coletivo para a resolução de problemas e para a vida em sociedade.

O filme tem 1 hora e 42 minutos de duração e foi lançado em 2014.

A Viagem de Chihiro

Foto: Divulgação

A Viagem de Chihiro conta a história de uma menina de 10 anos de idade que está mudando de residência, junto com seus pais.

No caminho para a casa nova, o pai de Chihiro se perde e eles acabam parando frente a frente com um túnel. A família decide atravessá-lo para verificar o que há do outro lado. Desgostosa, Chihiro segue com os pais para não ficar sozinha no carro. Do outro lado eles encontram uma cidade aparentemente abandonada. A protagonista passeia livremente pelo lugar e, quando volta para encontrar seus pais, vê que os mesmos foram transformados em porcos. É a partir desse momento que a jornada de Chihiro é iniciada. A menina vai se deparar com uma série de seres fantásticos que estão trabalhando e vivendo as suas vidas em um local onde os seres humanos não são bem-vindos.

Considerada um dos animes mais importantes já produzidos pelo Japão, o título não vem à toa. A Viagem de Chihiro dá valiosas lições sobre inteligência emocional. Inicialmente egoísta, Chihiro atravessa a sua jornada e todos os espectadores que a acompanharem descobrirão a importância dos laços de amizade, da lealdade e da dedicação naquilo que se propõe a fazer.

O filme tem 2 horas e 05 minutos de duração e foi lançado no ano de 2003.

E.T. – O Extraterrestre

Foto: Divulgação

E.T. – O Extraterrestre é um filme clássico, mas que vale a pena ser visto, revisto, (re) revisto…

Elliot é o personagem principal e é apenas um garoto quando conhece e torna-se amigo de um pequeno e indefeso alienígena. E.T. está muito longe de seu planeta-natal e seu único desejo é poder voltar para a casa. Elliot apresenta o novo amigo para seus irmãos e decide mantê-lo por perto, escondido em sua casa. Na narrativa é mostrado como o protagonista ajudará o seu amigo de outro planeta e tentar voltar para seu lar.

Esse filme é emoção do início ao fim e, por isso, é excelente para trabalhar a inteligência emocional das crianças. A solidariedade e a bondade são as duas emoções mais óbvias ao longo do filme. Entretanto, há muito mais por baixo do tecido aparente. Essa obra também mostra as possíveis consequências de um divórcio em uma família e como isso pode afetar o mundo afetivo das crianças. A cumplicidade, a generosidade e os laços de amizade e de irmandade também são amplamente trabalhados no enredo.

O filme tem 2 horas de duração e seu lançamento aconteceu em 1982.

Toy Story

inteligência emocional

Foto: Divulgação

Toy Story é um clássico infantil que conta a história de Woody, Buzz e dos outros brinquedos que moram no quarto de Andy, um menino de dez anos. O primeiro filme da franquia inicia com o aniversário de Andy e com a chegada de Buzz ao grupo de brinquedos, transformando-se no presente favorito do menino. Woody – ex-brinquedo preferido – começa a sentir ciúmes do Buzz e é com esse conflito que a saga Toy Story inicia.

Esse filme apresenta os personagens principais – brinquedos – com toda a complexidade e profundidade de seres humanos. Repletos de sentimentos e contradições, Woody e seus amigos dão um show para as famílias que querem ajudar seus filhos a desenvolverem a inteligência emocional. A tolerância a frustração é outro assunto que também pode (e deve!) ser trabalhado com os pequenos e o filme é um prato cheio para que as crianças aprendam isso de forma lúdica e saudável.

O último filme de Toy Story, lançado em 2019, também pode ajudar as crianças a entenderem que nossos planos podem mudar ao longo da vida e que está tudo bem quando isso acontece. Ficar aberto a novos caminhos e a outras possibilidades é uma habilidade muito importante para o desenvolvimento saudável da inteligência emocional, e Toy Story pode ajudar em muito as famílias que querem trabalhar isso com seus filhos.

O primeiro filme de Toy Story foi lançado em 1995 e tem 1 hora e 17 minutos. Depois disso, mais três filmes foram lançados e também fizeram sucesso entre as crianças.

Monstros S.A.

Foto: Divulgação

Claro que Monstros S.A. não poderia ficar de fora de uma lista de filmes infantis para trabalhar a inteligência emocional com as crianças. Esse filme retrata o mundo de Sullivan e de Mike, dois monstros que vivem em uma sociedade muito parecida com a nossa: eles têm seus empregos, seus laços sociais e suas responsabilidades. O trabalho dos amigos é visitar crianças a noite e as assustar. O objetivo é conseguir gritos e choros, porque é isso que gera energia no mundo-monstro. Entretanto, num certo dia eles entram em uma enrascada quando – sem querer – levam Boo para seu mundo, uma menina humana.

Diferente do que se esperaria, Mike e Sullivan têm medo de humanos e Boo é uma menina que mostra não ter medo dos monstros. Com isso, Monstros S.A. é uma excelente opção para trabalhar a inteligência emocional com as crianças. Falar sobre o medo que sentimos se torna mais fácil com essa obra. As mamães e papais podem trabalhar não somente o que leva as crianças a sentirem medo, mas também quais são as possibilidades de o administrar de forma saudável. Monstros S.A. mostra que o medo é um sentimento comum e está tudo bem o sentirmos. Ele também ajuda a construir a noção de que a superação do medo é algo possível e que contar com outras pessoas pode ajudar esse percurso.

Além disso, o filme também dá valiosas dicas para que as crianças aprendam sobre amizade, sobre cooperação e sobre a vida no coletivo. Monstros S.A. tem 1 hora e 32 minutos de duração e foi lançado em 2001. Entretanto, em 2013 o filme original ganhou um relançamento, com a opção 3D.

Interaja conosco!

O que você achou dessa lista? Já conhecia as mensagens que os filmes podem passar, ajudando a trabalhar a inteligência emocional nas crianças? Deixe um comentário e nos conte a sua experiência.