Como estimular seu filho a conversar: 5 dicas úteis

Por 0 Comentários


Mais do que se atentar ao desenvolvimento da fala do bebê, é muito importante ensinar o seu pequeno a conversar. Você já parou para pensar nisso? Caso ainda não tenha pensado, saiba que vale a pena: se quisermos oferecer ao mundo pessoas capazes de se expressar com clareza e que (principalmente) saibam ouvir os outros e respeitá-los, podemos iniciar esse movimento desde a infância.

Quer ver como isso é possível? A seguir eu compartilho 5 dicas que podem ajudar, para você começar a praticar quando o filhote já souber falar e estiver avançando nas interações interpessoais. Confira:

Imagem: 123RF

Estimule o contato visual: você se incomoda quando está falando com alguém e essa pessoa não olha para você? Isso demonstra indiferença, não é mesmo? Mas quem tem filhos sabe que isso acontece com frequência quando conversamos cum uma criança, sensível a todos os estímulos ao ser redor. Portanto, para deixar o seu filho atento e de quebra ensiná-lo que uma conversa se faz também com os olhos, peça sempre que ele olhe para você enquanto você estiver falando (e as outras pessoas também). O mesmo vale quando for ele que estiver falando: sempre deve olhar para os ouvintes – e o elogie quando ele fizer isso.

Ensine-o a esperar sua vez: tem coisa mais chata do que ser interrompido enquanto se está falando? Então não custa ensinarmos isso já aos pequenos, não é? Diga ao seu filho que cada um tem a sua vez de falar, e que enquanto o outro fala é preciso ouvir. Para ensiná-lo, você pode pegar um brinquedo e indicar que a vez de cada pessoa falar é quando ela estiver segurando o brinquedo. Incentivar que ele diga “com licença”, quando precisa realmente interromper, é mais uma dica bacana.

Incentive que ele converse: ao invés de dar respostas monossilábicas quando o seu filho te pergunta alguma coisa, argumente com explicações e faça perguntas de volta (criando uma conversa mesmo). Isso contribui para o aumento do vocabulário, e também para que ele veja que conversar é interessante (para praticar o mesmo com você e outras pessoas).

Incentive a conversa com adultos: o seu filho está passando ou já passou por aquela fase em que morre de vergonha de conversar com adultos? Isso acontece com algumas crianças e, caso o seu filho seja uma delas, você pode estimulá-lo para tentar ajudar a superar essa timidez. Por exemplo: a vovó ligou – que tal passar o telefone para o pequeno falar com ela um pouco também? Ou pedir à criança repassar um recado para o vizinho? Aos poucos ela vai se acostumando (e não vai mais precisar de você o tempo todo, quando tiver que falar com alguém).

Dê o exemplo: sempre dou essa dica quando compartilho algum ensinamento para repassar às crianças. É aquela história de sempre: os pequenos aprendem pelo exemplo. Então dê o seu (e peça para os mais velhos da casa colaborarem também) – olhe nos olhos de todos os que estiverem participando da conversa (seja enquanto você fala ou ouve), não interrompa as outras pessoas e converse sempre mantendo a atenção e o respeito. O filhote precisa entender que o padrão é esse para segui-lo também!

Você tem mais alguma dica bacana? Compartilhe nos comentários!


 



Arquivado em: Desenvolvimento Tags:

Deixe seu comentário