Seu filho já está crescido, mas ainda gosta de dormir com você na sua cama e não de dormir sozinho? Não se preocupe, porque seus filhos acabarão por escolher espontaneamente seu próprio espaço para dormir.

Mas quando? O comum é que a partir dos 10 anos de idade procurem sua própria intimidade noturna.

Se mesmo assim, você acha que já é hora dele dormir separado, veja aqui dicas essenciais para fazer seu filho dormir sozinho no quarto dele!

dormir sozinho

Menina deitada na cama. Crédito da foto: Freepik

Publicidade

Por que o pequeno gosta de dormir com os pais e não de dormir sozinho?

Esse comportamento infantil é normal, mas pode requerer atenção dos pais em algumas situações.

A permissividade no momento de dividir o espaço de sono com as crianças varia conforme as culturas.

Em alguns países orientais, como o Japão, as crianças dividem espaço de noite com seus pais até os 5 ou 6 anos e na Espanha são enviados a outro quarto quando são lactantes.

Existe uma tendência inata a dormir acompanhado. Se o abrigo social dá alívio aos adultos, faz mais sentido no caso de uma criança que é mais vulnerável. No final das contas, é lógico que elas nos procurem, especialmente de noite!

O medo do escuro e a ausência dos adultos, que são sua fonte de proteção, são causas comuns pelas quais uma criança até os sete anos de idade não quer dormir sozinha.

Ainda estão presentes o pensamento mágico e a existência de monstros e personagens fantásticos. Também são frequentes os pesadelos e o desejo de proximidade em relação aos seus progenitores.

Publicidade

Por isso, nessa etapa, é mais comum que as crianças procurem a cama dos pais. Ajudar a enfrentarem esses medos é tarefa dos pais!

A transição é difícil?

A transição pode parecer difícil, uma vez que tirar a criança do berço, ao lado da cama dos pais, e passar para um quarto individual parece mais uma dolorosa separação.

Como fazer seu filho dormir sozinho no quarto, sem que essa transição seja sofrida para os pais e o pequeno?

A realidade pode ser dura, mas lugar de criança é no próprio quarto e cama. Quanto mais tempo a criança dormir com os pais, mais difícil será tirar esse costume.

Ao fazer seu filho sozinho no quarto, você desenvolve a independência do pequeno, bem como começa a facilitar momentos de socialização futuros, como ir dormir na casa de um coleguinha.

O recém-nascido pode dormir no quarto dos pais?

Sim, isso inclusive é recomendado pelos médicos, principalmente nos primeiros meses para que os pais observem se durante a noite está tudo bem, para evitar alguma intercorrência.

Publicidade

Porém, a criança deve ir para seu quarto por volta de um ano. Essa idade pode variar um pouco mais ou um pouco menos, dependendo da família!

Menina deitada na cama sozinha. Crédito da foto: Freepik

Se você quer saber como fazer seu filho dormir sozinho no quarto, continue lendo nosso artigo pois separamos 10 dicas exclusivas que irão facilitar esse processo!

1. Elimine as distrações horas antes de dormir

Usar o celular e assistir muito à TV antes de dormir afeta a qualidade do sono, os hormônios e desenvolvimento infantil.

Segundo uma pesquisa do King’s College, de Londres, reuniu dados de 125.198 crianças e adolescentes entre 6 e 19 anos de idade, crianças que têm acesso a eletrônicos, como celulares e tablets, na hora de dormir, estão sujeitas a desenvolver uma série de problemas de comportamento e de saúde.

Assim sendo, limite o uso de aparelhos eletrônicos antes de dormir e remova televisões, computadores e outros aparelhos eletrônicos do quarto do seu filho para induzir o sono.

O estímulo associado ao ato de assistir a TV ou jogar vídeo games e a luz do computador e da tela criam empecilhos no caminho para o sono.

O ideal é estimular o sono para que o pequeno adormeça sem nem mesmo sentir – facilitando toda a transição do quarto dos pais.

2. Estabeleça uma rotina para ir para cama

Tomar um banho morno, colocar pijama, escovar os dentes e ler uma boa história são hábitos regulares que ajudam a deixar os pequenos mais seguros para ir para a cama.

O ideal é que o ritual do sono seja iniciado cerca de uma hora antes de a criança ir para a cama e que nele sejam cumpridas todas as tarefas que evidenciam que o momento do repouso se aproxima.

Isso diminui os níveis de estresse e cria uma série de etapas para que a criança saiba entender e lidar com a hora de dormir.

3. Incentive atividades físicas durante o dia

Uma pesquisa realizada no Urho Kekkonen Institute for Health Promotion Research, na Finlândia, mostrou que um terço de seus entrevistados afirmaram que o exercício físico aumenta a qualidade do sono.

Segundo os entrevistados, a facilidade para adormecer, a profundidade do sono, a sensação de bem-estar e disposição aumentavam com a prática regular de exercícios moderados.

Dessa forma, uma estratégia importante para fazer seu filho dormir sozinho no quarto é mantê-lo em uma rotina de prática de atividades físicas.

Além de melhorar a coordenação motora, desenvolver a musculatura e promover a socialização, a atividade física auxilia no perfeito funcionamento do organismo da criança e a regularizar o sono.

Dormir sozinho – 4. Luz amena no quarto

De acordo com a pesquisa publicada no Jornal Endocrine Society’s of Clinical Endocrinology & Metabolism (JCEM), a exposição à luz elétrica, entre o anoitecer e o deitar, suprime fortemente os níveis de melatonina, hormônio responsável pelo sono.

De fato, a luz apagada é a maneira mais adequada de relaxar, porém é preferível que a criança durma com alguma luz acesa a dormir na cama dos pais ou ficarem chorando por medo.

Uma boa dica, portanto, é comprar alguma lâmpada noturna, daquelas que se coloca diretamente na tomada ou um abajur com lâmpada fraca.

Assim, o quarto dos pequenos ficará mais aconchegante e o medo dificilmente será sentido. Você poderá apagar a luminária quando o pequeno pegar no sono.

Menina deitada na cama sorrindo, abraçada em um ursinho de pelúcia. Crédito da foto: Freepik

Como fazer seu filho dormir sozinho no quarto?

5. Saia de cena para fazer seu filho dormir sozinho no quarto

O seu filho pode até dormir no quarto, mas sofre quando você ameaça deixá-lo sozinho? Este é um dos maiores problemas.

Sendo assim, deixe o quarto antes do seu filho dormir para que ele não dependa da presença dos pais no ambiente.

Se você escolher permanecer no quarto nos momentos iniciais, apenas leia uma historinha, não deite na cama ou interaja demais com ele.

Mantenha distância da cama todas as noites enquanto ele cai no sono para, gradualmente, reduzir a dependência dele em você.

Dormir sozinho – 6. Estabeleça um senso de segurança

O pensamento de um monstro escondido debaixo da cama pode deixar o seu filho com os olhos bem arregalados.

Dessa forma, facilite a transição do acordar para o dormir – vale a pena chamá-lo para investigar armários, a parte de baixo da cama e outros “buracos” para mostrar para ele que não há nenhum mal no quarto.

Além disso, para fazer o seu filho dormir sozinho no quarto, uma boa ideia é apostar em elementos familiares.

Logo, ajude-o a escolher um bichinho, uma fraldinha ou algo que a criança goste para que ela use sempre quando for dormir.

Assim, ao acordar no meio da noite, vai se sentir mais segura e voltará a dormir sem a necessidade da intervenção dos pais.

7. Seja consistente e não volte ao quarto de hora em hora

Se o seu filho aparece na sua cama no meio da noite, acompanhe-o de volta ao seu quarto sem muita interação. Simplesmente diga para a criança que ela precisa ficar na sua cama.

É importante ser firme sobre o retorno do seu filho para sua respectiva cama toda vez que isso acontece. Se você não faz isso, ensinará que a persistência dele é o caminho certo.

Além disso, muitos pais colocam o seu filho na cama e dizem que vão voltar para checar depois.

Mantenha a sua promessa, mas espere por intervalos de tempo sucessivamente mais longos.

A ideia é de que ele durma durante um desses intervalos. Comece com 5 a 10 minutos de espera. Se você voltar em menos de 5 minutos, ele provavelmente estará acordado. Ao te ver, dificilmente vai querer ficar no quarto sozinho.

Por fim, vale ressaltar que um pedido para os pais deixarem o filho dormir entre eles pode ser acatado eventualmente, mas é bom deixar claro que é por um tempo limitado e que irá vai voltar para a cama dele.

8. Criar o hábito de dormir em seu quarto em idade precoce facilita o processo de adaptação.

Significa fazer com que a criança saiba qual é seu lugar para dormir. Quanto mais coerência existir nesse sentido, mais fácil será criar esse hábito.

Dormir sozinho – 9. Coloque objetos tranquilizadores no quarto

Um ursinho muito querido, uma foto do papai e da mamãe, um cobertorzinho muito leve, um prendedor de sonhos, deixar a luz acesa, podem ajudar as crianças a lidar com seus medos se ficarem sozinhas no quarto.

10. Retirar os apoios progressivamente ao dormirem sozinhas

É recomendável avançar passo a passo rumo à meta de que as crianças durmam todas as noites em seu quarto.

Existem várias opções nesse sentido, como no caso da transição de dormirmos com a criança ou ficarmos sentados ao seu lado, combinar um tempo para o boa noite e ficarmos um pouco na porta, em vez de o tempo todo a seu lado.

Duas crianças estão dormindo junto com os pais, no meio da cama com eles. Crédito da foto: Freepik

E na hora do pesadelo, como fazer o pequeno dormir sozinho?

Quando a criança tem um sonho ruim, está doente ou com medo, é esperado que ela procure a segurança dos pais. Nesses casos, deve-se acolher a criança, acalmá-la e mostrar que está tudo bem.

Lembrando que, quanto mais tarde ocorrer, mais difícil e doloroso é o processo de migração. Sentir-se segura é um ponto crucial no processo de transição!

Mas temos certeza de que, seguindo nossas dicas, você conseguirá fazer seu filho aos poucos dormir sozinho no quarto dele e criar essa independência saudável e mais do que necessária.

Aproveite e leia aqui as 5 melhores histórias infantis para seu filho dormir