10 coisas que você precisa saber sobre recém-nascidos!

Por 2 Comentários


O sentimento de levar Catarina para casa e perceber que, a partir daquele dia, eu e meu marido seríamos os maiores responsáveis por ela nunca sairá do meu coração. Eu sei o quanto esse primeiro mês pode ser difícil, principalmente se você nunca teve contato com bebês e não sabe o que é normal para o período. Perda de peso para mim era um drama: minha vontade era levar a pequena à pediatra todos os dias (e olha que ela nasceu com mais de 3 quilos e nem era um bebê miúdo)! A icterícia outra preocupação, mas que se resolveu em poucos dias.

Por isso resolvi contar nesse posts algumas coisas que toda mãe deveria saber sobre um recém-nascido, justamente para que veja o quanto elas são normais, e não um bicho de sete cabeças! Vem dar uma espiadinha (e sinta-se à vontade para aumentar a lista de informações nos comentários!).

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

1) Eles podem perder peso: fala-se muito sobre o ganho de peso na infância, mas o bebê pode perder peso nos primeiros dias de vida. Geralmente isso acontece porque demora um tempinho para que mãe e filho se adaptem à amamentação (e, para muitas mulheres, o leite demora alguns dias para descer – tanto no caso do parto ter sido normal quanto na cesárea). Como esse é o único alimento que o pequeno recebe, pode haver perda de peso, que é compensada em poucas semanas. O importante é acompanhar o caso com o pediatra para saber se tudo está dentro do esperado.

2) Eles não fazem manha: recém-nascidos não fazem birra, nem tentam manipular os pais para obterem o que desejam. O choro é a única maneira dos bebês se comunicarem – por isso, quando eles ficam enjoadinhos, algo realmente está incomodando. Lembre-se de que o pequeno saiu de um ambiente quieto e quentinho, que é o útero da mamãe, para viver aqui fora, e choro também faz parte desse processo de adaptação.

3) Eles podem ter a pele amarelada: isso tem nome: icterícia, que acomete grande parte dos recém-nascidos (mais de 50% dos bebês que nasceram a termo a têm na forma visível). Ela acontece porque, quando o bebê nasce, seu organismo pode ter excesso de uma determinada substância no sangue, chamada bilirrubina, que o fígado não consegue metabolizar na taxa necessária. Assim, o pequeno fica com a pele e os olhos amarelinhos. O tratamento depende do estágio que cada criança apresenta, do dia em que a bilirrubina foi medida e do seu peso de nascimento, mas em geral o problema pode ser resolvido com banhos de sol em casa (em geral duas vezes ao dia, para os casos de icterícia mais leve) ou na maternidade, em câmaras de fototerapia, com o uso de máscaras protetoras. Se você percebeu que isso aconteceu com o seu filho, não se desespere, mas procure o pediatra para tirar todas as dúvidas.

4) Eles podem ter crostas na cabeça: você estava observando o seu filho e percebeu que há algumas crostinhas no seu couro cabeludo? Pois saiba que elas são normais, e aparecem devido ao acúmulo de gordura que o bebê produz (acredita-se que em função de mudanças hormonais que acontecem logo após o nascimento). Para amenizar o problema, retire bem o sabonete da sua cabecinha, já que resíduos de produtos também ajudam a formar as crostas. Também passe um pouco de óleo no couro cabeludo (pode ser o de amêndoas ou mesmo azeite) e use um pente ou uma escovinha macios depois do banho.

5) Eles podem ter acne: normalmente elas surgem nas primeiras semanas de vida do bebê e podem durar até os seis meses. Isso acontece porque alguns pequeninos têm predisposição genética para reagir aos hormônios da mãe, que são passados para o pequeno durante a gestação e amamentação. Na maioria dos casos, a acne neonatal não é grave e não apresenta riscos aos filhotes. Jamais esprema as acnes ou espinhas do seu filhote e busque seguir as orientações do pediatra (em geral elas desaparecem sozinhas, e não há necessidade de uso de pomadas medicamentosas).

6) Eles eliminam fezes escuras: os primeiros cocôs do bebê são espessos, grudentos e possuem uma cor escura (preta-esverdeada). Depois, com o passar do tempo e com o pequeno se alimentando com leite materno, as fezes adquirem um tom marrom-amarelado, que o acompanhará durante os meses de amamentação exclusiva.

7) Eles têm unhas grandes: se você está grávida, prepare-se: alguns bebês já nascem com unhas grandes e é impressionante como elas crescem rápido! Para que o pequeno não se arranhe, você precisará cortá-las (nesse post aqui eu dei várias dicas de como fazer isso). No começo, eu indico que você apenas use uma lixa fininha, pois as unhas são muito molinhas (dá até para tirar com seus próprios dedos). Depois elas tornam-se mais resistentes e será preciso utilizar um cortador.

8)  Eles não enxergam bem: a visão dos pequenos não é apurada como algumas pessoas pensam. Esse sentido se desenvolve com o tempo e, quando são recém-nascidos, os bebês enxergam pouco. Entretanto, um estudo recente muito interessante mostrou que a visão se torna mais nítida quando a pessoa está perto do pequeno. Por isso, se quiser falar com seu filho, aproxime-se do seu rostinho.

9) Eles podem nascer com as mamas inchadas: alguns bebês têm edemas nas mamas e podem até chegar a eliminar um pouco de leite nos primeiros dias de vida. Isso acontece quando os hormônios da mãe passam para o sangue do pequeno. Em alguns dias, a situação se normaliza, mas não deixe de conversar com o pediatra.

10) Eles podem nascer com lanugem: isso é uma camada fina de pelos que alguns bebês têm – geralmente, os ombros e as costas são os locais mais comuns. Em algumas semanas de vida, os pelinhos caem, e seu filho terá aquela pele bem lisinha de bebê.




Arquivado em: Desenvolvimento Tags:

Comentários (2)

Trackback URL

  1. Ray disse:

    Conheço muitas, mães que quando o bebê nasce com icterícia, dão banho com uma planta por nome de Picão. Isso tem alguma comprovação médica?Abraço.

  2. Complementando …minha pequena nasceu com manchinhas roxas na pele e elas já sumiram bastante até agora (1 ano). Se trata de manchas mongólicas. A médica mencionou que é muito comum em bebês e que são manchas para definição de cor de pele. Com o tempo a cor da pele vai se equilibrando e as manchas sumindo.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail