Quando pensamos em parto normal, algumas cenas e sensações vêm à mente, certo? Mas, o processo do nascimento engloba muito mais do que imaginamos. Alguns quadros ainda são desconhecidos para as mamães de primeira viagem, como por exemplo, a náusea durante o trabalho de parto. 

Para quem achou que os enjoos paravam no primeiro trimestre da gestação… Porém, assim como todas as experiências de parto, cada mulher vivência o momento de uma maneira diferente. A náusea não está presente em todos os quadros, mas é, sim, um sintoma considerado comum. Entenda abaixo o porquê algumas mulheres passam mal durante o parto normal. 

Por que a náusea acontece durante o parto? 

Náusea durante o parto

Mulher em trabalho de parto segurando a mão do companheiro. Foto: Freepik

Cada quadro será diferente, algumas mulheres sentem a vontade de vomitar principalmente pelo nervosismo, o medo e a tensão de entrar em trabalho de parto. A alimentação e os processos hormonais explicam também da onde pode vir essa vontade: 

Publicidade
  • Jejum: em partos ativos muito longos, a gestante pode não se sentir confortável para comer. Assim, o jejum muito longo acaba contribuindo para a vinda das náuseas porque a pressão arterial aumenta, agravada pelo nervosismo e ansiedade. 
  • Hormônios Prostaglandinas: peças-chaves no comecinho do parto, esses hormônios aparecem na primeira fase junto com as primeiras contrações. Eles podem aumentar os movimentos do intestino, causando também náuseas e vômitos. 
  • Sistema nervoso parassimpático: durante o parto, o corpo se esforça, naturalmente, para esvaziar o sistema digestivo, causando essa vontade de vomitar e ir ao banheiro. Isso acontece, porque ele entende que liberando esses espaços, o bebê não terá obstáculos para descer pelo canal vaginal. 
  • Dores intensas: é normal que a resposta do corpo às dores do parto sejam as náuseas, devido a grande intensidade da situação. 
  • Reações à anestesia: a epidural, usada para o parto normal, tem como reações adversas vômitos e náuseas. Ela também pode causar queda na pressão arterial, outro quadro que pode acarretar enjoos. 
  • Contrações: os movimentos bruscos do parto, podem causar uma distensão nas vísceras e resultar na sensação de náuseas.

Quando vomitar durante o parto pode ser um sinal de alerta? 

Náusea durante o parto

Médico preparando mesa de instrumentos. Foto: Freepik

O vômito durante o parto pode acontecer por diversos motivos diferentes. Mesmo assim, é importante que a equipe médica esteja atenta à quantidade e à frequência, porque a parturiente pode ficar severamente desidratada

O lado bom do quadro é que, mesmo que desagradável, o esforço que o corpo produz para vomitar ajuda na dilatação e ajuda o bebê a se posicionar da melhor maneira no colo uterino. Muitas vezes, a náusea é sinal de que o trabalho de parto está chegando ao fim!

Sabia que os enjoos durante a gravidez são benéficos aos bebês? 

Náusea durante o parto

Bebê recém-nascido de macacão rosa dormindo. Foto: Freepik

Pois é, não apenas no parto, mas aqueles enjoos típicos durante a gravidez fazem bem para a criança. O trabalho publicado na revista científica Reproductive Toxicology, avaliou centenas de milhares de gestantes e descobriu que as que sofriam de enjoos tiveram menos propensão a passar por um parto prematuro, os bebês tiveram menos riscos de apresentar problemas de desenvolvimento e ainda mostraram melhor desempenho em testes de QI (quociente de inteligência) depois de nascidos. 

Mesmo assim, o acompanhamento médico não é dispensável! As mulheres devem contar sobre os enjoos para o médico de confiança e ficar atentas para quadros de hiperêmese gravídica, desidratação e desnutrição!

Publicidade