Parque das Aves: um dos passeios mais incríveis de Foz do Iguaçu!

Por 0 Comentários


Você já foi a Foz do Iguaçu? Quem me acompanha no Instagram do blog sabe que estive lá com Cacá em dezembro do ano passado, e que essa foi uma viagem muito especial para mãe e filha. Sempre quis conhecer as Cataratas, mas também havia colocado no nosso roteiro um outro passeio que havia sido muito bem recomendado pelos amigos que conheciam o destino: o Parque das Aves.

Sendo bastante sincera, o Parque das Aves me surpreendeu bastante. Eu acreditava que seria uma espécie de mini zoo com aves, mas é muito mais. Tanto que foi uma das partes da viagem de que Cacá mais gostou (até mais do que das Cataratas do Iguaçu, acredita?). Por isso, no post de hoje, eu conto um pouco mais sobre a experiência, e por que ela é tão bacana para quem viaja a Foz com crianças!

Onde fica o Parque das Aves?

Em Foz do Iguaçu as distâncias são grandes, e os principais passeios ficam longe do centro da cidade, onde está a maioria dos hotéis. Entretanto ficamos no Mabu Resort (um hotel SUPER legal com águas termais, quentes o ano todo – como contei nesse post aqui), que se situa bem mais perto do Parque das Aves e do parque das Cataratas. Um fica bem pertinho do outro, numa distância que permite ir a pé do primeiro para o segundo (como fizemos). Por isso muitas pessoas planejam os dois passeios no mesmo dia – dá perfeitamente para fazer isso, sem pressa e aproveitando todas as partes de cada atração.

Onde ir primeiro: Parque das Aves ou Parque das Cataratas?

Essa é uma resposta bem pessoal, porque depende muito do que você pretende fazer no Parque das Cataratas. Grande parte das pessoas faz o Parque das Cataratas primeiro, porque pela manhã o número de pessoas lá é menor (o que é importante avaliar, principalmente na alta temporada).

parque das aves
Começo do passeio no Parque das Aves

E por que fizemos o Parque das Aves primeiro, e só então fomos ao Parque das Cataratas? Eu explico! Em nosso passeio pelo Parque das Cataratas nós fizemos o passeio do Macuco Safari, um passeio de barco que passa embaixo ou bem pertinho de algumas quedas d’água. Mesmo levando troca de roupa para não ficarmos molhadas o dia todo, era possível que nos molhássemos além do esperado e que tivéssemos que fazer a parte das aves de maneira desconfortável (com tênis encharcado, por exemplo). Na dúvida preferi fazer o Parque das Aves primeiro e não me arrependi (embora tenhamos nos molhado pouco no safari).

O parque é das aves, mas os répteis também têm espaço!

E o que você encontra no Parque das Aves?

Vamos então aos detalhes do passeio! Claro que encontramos muitas aves: tucanos, flamingos, lindas araras – mas não foi só isso. Para quem não sabe, o Parque das Aves tem até um borboletário, onde você vê borboletas voando ao seu redor, e até beija-flores indo de flor em flor. As crianças amam!

parque das aves viveiro
As aves são lindas, e a experiência de entrar nos grandes viveiros é incrível!

O mais legal do Parque das Aves é que há grandes áreas de viveiros, bem espaçosos e com o teto elevado, nos quais os visitantes entram para ter um contato mais próximo com as aves, que voam lá dentro. Você pode ver um tucano bem ao seu lado, ou pode ter uma arara fazendo um voo rasante sobre sua cabeça (aconteceu comigo, e foi emocionante!).

parque das aves tucano
Tucano que estava ao nosso lado em um dos viveiros
parque das aves viveiro das araras
No viveiro das araras: pertinho dessas aves tão lindas!
No viveiro das araras: pertinho dessas aves tão lindas!

Com algumas aves você não tem um contato tão direto, mas vale parar para apreciar sua beleza. Fiquei impressionada com o Gavião Real, que é a maior ave de rapina brasileira (ele é muito grande! Acho que ficaria assustada se encontrasse um no meio do caminho!). Aproveite para contar às crianças sobre cada ave que vocês encontram pelo caminho (porque além de ser um local de visita, o Parque das Aves também desenvolve pesquisas sobre os animais, e há várias informações espalhadas pelas trilhas).

O contato com as aves dentro dos viveiros é muito próximo
parque das aves borboletário
Borboletário: as crianças amam essa parte do passeio. Na foto, as borboletas sugando frutas.

Depois dos viveiros e do borboletário, uma parte imperdível é a parada para as fotos com asas de borboleta. Dá vontade de tirar várias, porque ficam incríveis!

parque das aves foto borboleta
Imagem: arquivo pessoal. A reprodução não está autorizada.
parque das asas foto asa de borboleta
Imagem: arquivo pessoal. A reprodução não está autorizada.

Agora que você já leu um pouco sobre o passeio, nada como assistir a um vídeo que fizemos durante nossa visita! Vem dar uma espiada:

Não perca a foto no fim do passeio!

Depois de passar por aves tão lindas e borboletas tão meigas, você chegará ao fim do passeio. Repare numa pequena fila que se forma ali e não perca a foto: você fica bem pertinho das araras mais mansas do parque, e o pessoal do parque se encarrega de tirar a fotografia com seu celular! A imagem é fantástica, até porque eles sabem o ângulo certo para fotografar os visitantes e as aves juntinhos.

parque das aves foto araras
Foto com as araras do parque. Elas são de verdade!

Finalmente, para quem quiser mais informações (tarifas, com comprar os tickets – recomendo que você compre online e facilite sua entrada no dia), deixo o site do Parque das Aves: http://www.parquedasaves.com.br


 



Arquivado em: DiversãoPasseiosViagem Tags:

Deixe seu comentário