Qualquer adulto sabe bem para que escovamos os dentes e porque o fazemos todos os dias. As crianças não entendem os nossos argumentos, todo o processo parece-lhes uma tarefa pesada, que os adultos lhes impõem. Como convencer uma criança a escovar os dentes?

Essa tarefa talvez seja a mais difícil, mas mães experientes encontraram uma saída para essa situação. Hoje compartilharemos as recomendações básicas para habituar seu bebê à higiene bucal.

1 – Comece desde pequeno

Como já falei algumas vezes aqui no blog, a higiene da boca deve começar antes mesmo dos dentinhos nascerem (primeiro com uma fralda de pano embebida em água, depois com uma dedeira, passando finalmente para a escovinha).

Assim o bebê vai se acostumando que aquilo faz parte da sua higiene diária. Lógico que ele pode gostar ou não (assim como há bebês que não gostam de trocar a fralda), mas começa a entender o processo.

Publicidade

2 – Envolva seu filho na higiene da boca

Conforme o tempo passa, o filhote pode ser lentamente envolvido na escovação. Deixe-o pegar na escova e colocá-la na boca (fique ao lado e se necessário ajude, para que ele não a leve até a garganta.

Existem também escovas com limitadores, que impedem que o bebê a coloque até o fundo da boca). Ele irá mordê-la, é assim mesmo. Escove seus dentes perto dele, e deixe que ele tenta imitá-la.

Ele vai achar a maior graça, e ao final você faz uma escovação mais caprichada.

Por volta dos dois anos, seu filho poderá contrariá-la em tudo o que você quiser que ele faça (aqui em casa aconteceu), inclusive em escovar os dentes.

Nessa hora, leve-o para escolher a escova, o creme dental, o fio dental… Sentindo que tomou a decisão da compra, pode ser que ele se anime a escovar os dentinhos.

3 – Respeite os gostos do seu filho

Publicidade

Aqui em casa, por exemplo, Catarina detestava usar creme dental. Nos primeiros meses, ele não é necessário (você pode até usar, desde que seja uma marca sem flúor), por isso eu só escovava seus dentinhos com a escova.

Conheço outros bebês que também não gostam de pasta de dente (e se estão na fase em que ela é desnecessária, para que insistir?), assim como outros que só escovam se houver creme dental na escova.

Procure descobrir como seu filho se sente melhor, pois será meio caminho andado para que ele aceite a escovação.

4 – Transforme o momento da escovação em brincadeira

Criança adora brincar, e faz de tudo para não ser interrompida na brincadeira. É, ou não é? Imagine que ele está correndo pela casa, fingindo que é um super-herói em sua última missão.

Aí você fala: “filho, vem escovar os dentes agora”. Sabe o que vai acontecer? Primeiro, ele simplesmente ignora seu chamado.

menina escovando os dentes

menina escovando os dentes – Foto: Freepik

Publicidade

Depois que você insistir pela décima vez, ele foge pela casa (e pegar um super-herói não é tarefa das mais fáceis, então boa sorte!). Finalmente, quando você conseguir alcançá-lo, começará a choradeira. Isso tudo porque ele não queria parar de brincar!

Agora imagine que você entra na brincadeira: “Homem Aranha, preciso da sua ajuda! Tem um monstro lá no banheiro, e a única forma de salvarmos a Terra é chegarmos à chave mágica (no caso, a escova de dentes) que abrirá o portal, para que ele volte para o seu mundo”.

Concorda que a chance do filhote colaborar aumenta em 1000%?

5 – Explique o que acontece quando ele não escova os dentes

Sim, as crianças entendem, e como! Se você disser que os dentes vão doer, que os bichinhos que moram na boca vão estragá-los e que os dentes vão ficar feios, juro que os filhotes compreendem.

Vale também pedir a ajuda do odontopediatra (na época em que eu clinicava, muitos pais relatavam que os filhos tinham mudado seu comportamento depois das conversas que tínhamos no consultório).

Às vezes essa ajuda externa é importante, pois eles reconhecem a autoridade do dentista (é impressionante!).

6 – Escova de dente diferente

Compre para seu filho uma escova de dentes brilhante/bonita e um creme dental com sabor de frutas. É aconselhável comprar a escova juntos, deixe o próprio bebê escolher a que mais gosta.

Existem escovas tão diversas: com personagens de desenhos animados, e cores diferentes, e até com cheiros “deliciosos”. Mas verifique as outras características da escova na hora de comprar. Por exemplo, as cerdas devem ser sintéticas, porque as cerdas naturais secam mais e são mais atraentes para os micróbios.

7 – Use desenhos animados

Nem todos os adultos sabem que vários desenhos e filmes infantis já foram lançados sobre o tema atendimento odontológico. Várias histórias sobre crianças relutantes que se recusaram a escovar os dentes terão um certo efeito.

Aos oito anos, uma criança devidamente acostumada à higiene bucal já consegue escovar os dentes de forma independente e completa. Dar a ele as primeiras habilidades não é nada difícil, você só precisa mostrar um pouco de paciência e ativar sua imaginação.

Agora me conta, você tem uma dica infalível para fazer o filhote escovar os dentes? Compartilhe com a gente, deixe seu comentário!