5 dicas para ajudar seu filho a fazer lição de casa

Por 0 Comentários


Por aqui Catarina vai crescendo, e os assuntos do blog mudando! Quem diria que aquele bebezinho iria crescer tão rápido, a ponto de já ter lição de casa todos os dias para fazer?

Ainda na escola antiga, na Educação Infantil, a pequena começou a trazer algumas tarefas para fazer. Primeiro uma vez por semana, depois duas, três… Inicialmente desenhos, ou colagens, coisas bem tranquilas e gostosas de se fazer. Mas agora que estamos na fase de alfabetização, as lições são diárias, e muitas vezes ligeiramente chatas (convenhamos que não são muitas crianças que gostam do caderno de caligrafia, para treinar a temida letra cursiva!).

O fato é que comecei a ter dor de cabeça com a tal da lição de casa da Cacá. Porque a pequena demora muuuuito para terminar. Já imaginou ficar mais de uma hora, por vezes quase uma hora em meia com o filho, até que ele termine tudo direitinho? Pois é, você aguenta um dia, dois, mas ao fim de algumas semanas percebe que algo não está certo, pois uma criança de 6 anos não deveria demorar tanto tempo assim para acabar duas páginas de tarefa escolar.

Enfim, percebi que Cacá ficava muito dispersa, e por isso levava tempo demais para completar a tarefa. Quando eu saía de perto e me envolvia com outra coisa da casa, voltava e ela estava exatamente no mesmo ponto, distraída com alguma borboleta passando. Por isso comecei a adotar algumas técnicas, dicas que recebei de amigas com crianças maiores, e que já passaram por isso. Olha só:

Imagem: 123RF

  1. Rotina. Isso quem falou foi minha mãe, e ela tem absoluta razão quando fala. Tudo fica mais fácil quando a criança entende que tem um momento do dia para fazer sua lição: se estuda pela manhã, chega em casa, almoça, descansa e faz lição (para só então ir brincar ou ver TV). Se estuda à tarde, pode fazer no dia seguinte, após o café, ou ainda no mesmo dia, dependendo das atividades que tiver pela manhã. Mas é importante que haja uma rotina, com espaço definido (uma mesa ou escrivaninha, preferencialmente, longe da TV ou de outras distrações), senão a enrolação começa e não acaba – e no fim você percebe que a lição só acaba sendo feita, às pressas, cinco minutos antes de sair para a escola.
  2. Ficar ao lado. Há crianças mais envolvidas com a lição de casa, outras menos. Isso é fato. Se você percebe que seu filho se distrai muito, fique ao seu lado, mesmo que fazendo alguma tarefa sua (como usando o computador), para chamá-lo novamente à lição, até que ele pegue o jeito. Estou fazendo isso e o resultado tem sido bacana (mas espero que, em breve, Catarina pegue o ritmo para não precisar mais da minha presença).
  3. Colocar a lição antes do prazer. Isso está intimamente relacionado à rotina, mas acho interessante comentar com mais profundidade. Sabe quando seu filho pede para ver “só mais um” desenho antes de começar a lição? E esse um acaba virando vários, até que se atrasa com a lição? Uma forma de se evitar o problema é realmente deixando que a criança faça o que gosta apenas depois da lição, que é seu dever diário (ela não tem tantos assim, mas o que tem precisa cumprir, concorda?). Nesse caso só há o risco de que ela corra para fazer de qualquer jeito – mas só até perceber que você pedirá para que faça novamente, bem-feito!
  4. Relógio. Essa dica funciona para crianças um pouco maiores, não para as que estão começando a fazer lição de casa. Estipule um tempo que você ache razoável para a lição ser feita e mostre no relógio para seu filho até quando ele precisará terminar. Ter uma meta pode guiar muitas crianças a ter foco na lição (estou começando a fazer isso com a Cacá e estou achando positivo! O mais importante é ser realista com a meta, até para que a criança não fique frustrada por não conseguir cumpri-la).
  5. Verificar a agenda do filho. Com isso estou querendo dizer que é importante avaliar todas as tarefas que o pequeno tem durante o dia: horários da escola, dos cursos extracurriculares, a hora de acordar e dormir, e ver se tudo se encaixa. Porque uma criança cansada, seja porque está dormindo mal, ou porque está com a agenda cheia, acaba não sendo produtiva. Aliás, várias aulas como de idiomas, computação, música têm também suas próprias lições de casa, que se somam às da escola. Verificar se o conjunto é apropriado para a idade do seu filho, e para que ele continue tendo tempo para brincar, é fundamental para que ele continue crescendo de forma saudável e com bom aproveitamento escolar.

Acredito também que, conforme a criança vai amadurecendo, esse aspecto da lição de casa vai ficando mais fácil, se desde o começo existir essa orientação da criança (maturidade é tudo! Nossos pequenos mudam muito rápido!). E há também meios de tornar a lição mais interessante, como deixar que seu filho faça uma pesquisa sobre um determinado assunto para entender melhor um texto, ou trabalhar com materiais concretos (como peças de LEGO, por exemplo, para ensinar matemática), para que ele entenda melhor conceitos abstratos.

E você, tem alguma dica sobre lição de casa para me passar? Aceito sugestões, claro! Me conta nos comentários!






Arquivado em: Desenvolvimento Tags:

Deixe seu comentário