Imagem mostra como o leite materno é poderoso contra bactérias

Por 0 Comentários


Que o leite materno é o único alimento que o bebê precisa até os seis meses, assim como que continua sendo uma fonte de nutrientes importante depois desse período, são informações que você provavelmente já leu aqui no blog. Anticorpos, proteínas de fácil digestão e outros componentes importantíssimos para o desenvolvimento e crescimento da criança são os itens que compõem esse alimento tão rico – e perfeito – logo no início da vida.

Mas, mesmo sabendo de tudo isso, você já pensou ver, em uma imagem, como o leite materno é capaz de proteger o organismo do filhote? Pois foi isso que uma estudante de biociências do Reino Unido, Vicky Greene, provou em um experimento na faculdade. Ao colocar amostras de leite materno em discos, ela mostrou como as proteínas do alimento inibem o crescimento de bactérias. Veja só que máximo:

Em seu Facebook, a estudante explicou todo o processo: “Aqui temos nove placas de Petri [recipiente que pesquisadores usam para a cultura de microorganismos em experimentos] contendo a bactéria M. Luteus. Os pontos brancos no meio são discos embebidos em duas amostras de leite materno. Olhe o espaço limpo em volta dos discos – são a área onde as proteínas do leite inibiram o crescimento bacteriano!”, escreveu Vicky.

A bactéria a que ela se refere está relacionada a infecções em humanos – e o leite materno protege o bebê contra esses riscos! A estudante, que também é mãe de três filhos, contou ainda que o experimento apresentou resultado também do leite contra o desenvolvimento da bactéria E. coli, relacionada a infecções intestinal e urinária.

Para fazer o teste, ela usou na primeira amostra (identificada na imagem como BmA) leite de uma mãe que amamenta um filho de 15 meses de idade, e na segunda amostra (BmB), leite de uma mãe que amamenta um filho de três anos. E a imagem mostra: o leite materno não deixa de ser menos poderoso quando a criança cresce (ou seja, mais um ponto positivo para o incentivo à amamentação prolongada!).

Como não poderia deixar de ser, os resultados tão surpreendentes a olho nu estão provocando reações ao redor do mundo todo. Só na postagem na página pessoal de Vicky no Facebook, por exemplo, já são 30 mil curtidas. “O futuro é brilhante, o futuro é leite materno”, concluiu a mamãe pesquisadora na rede social.




Arquivado em: Amamentação Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail