5 dicas de mãe para você organizar sua vida

Por 1 Comentário


Sabem o que eu descobri nos últimos tempos? Que eu me perco completamente no caos! A mudança pela qual passamos recentemente me mostrou isso: eu preciso (muito!) de uma casa organizada, de uma rotina estruturada para que as coisas não desandem por aqui. Sou aquele tipo de mãe que faz mil coisas ao mesmo tempo (como quase todas, aliás), e ter uma vida bagunçada é um gasto de tempo enorme – tempo esse que é precioso demais para ser perdido dessa maneira.

Pra falar a verdade, eu me senti como um bebê sem rotina, que não tem hora para mamar, dormir, tomar banho, brincar. E sabe qual é a sensação que você sente? De instabilidade! Não saber onde estavam minhas coisas, qual o melhor supermercado do bairro, onde comprar frutas me deixava louca! Já estou me situando um pouco melhor, e a cada descoberta vou ficando mais tranquila para retomar minha vidinha com mais ordem.

Imagem: 123RF

Se você também está se sentindo dessa forma, e queria algumas dicas de como se organizar nesse ano novo, aqui vão algumas que eu já implantei ou estou implantando:

  1. Anotar absolutamente tudo o que você tem que fazer. Isso porque mãe tem que fazer tanta coisa, e em esferas tão diferentes, que se não anotar esquece mesmo! Os aniversários importantes (meta de ano novo: não só lembrar, mas gastar pelo menos 5 minutos do dia para parabenizar a pessoa! Porque nos últimos anos eu tenho lembrado, mas o tempo acabava passando e eu não conseguia fazer uma simples ligação ou mandar uma mensagem para o amigo!), as compras da casa, as tarefas do trabalho, a rotina de Catarina e os compromissos da família.
  2. Delegar o que pode ser delegado. Acho que esse é o grande segredo das pessoas que são responsáveis por muita coisa, e têm tempo para tudo. A verdade é que não dá para ser uma super profissional, a mãe que leva o filho a todas as atividades e brinca por horas a fio, que faz as compras da casa e ainda checa os preços em três supermercados diferentes para saber onde comprar cada item. Ou você tem ajuda, ou pira! E para que o sistema de terceirizar algumas atividades funcione, é muito importante estar cercada de pessoas competentes e confiáveis (em quem você pode contar de fato). Não importa se é a pessoa que te dá uma mão com a limpeza da casa, os avós que pegam seu filho na escola uma vez por semana ou o profissional que trabalha com você. Vale para todos eles!
  3. Facilitar a logística. Isso quer dizer que, principalmente nas grandes cidades, não dá para perder tempo levando seu filho para estudar longe da sua casa, ou do local onde você trabalha. Organizar uma agenda familiar na qual as coisas se encaixam é fundamental: eu, por exemplo, levo meu computador para trabalhar enquanto Catarina faz atividades extracurriculares (cada minuto tem que ser aproveitado!). E a própria mudança de casa foi pensada para facilitar essa logística, e passarmos mais tempo de qualidade em família.
  4. Delivery. Vocês não imaginam como eu amo esse serviço de entrega em casa! Pode ser que no seu bairro vários locais entreguem e você nem saiba (supermercado, açougue, frutaria, lavanderia, farmácia, lojas de presentes, e mais). Na hora em que você coloca no papel o tempo e a gasolina que poupou fazendo tudo pela internet, vê que o frete saiu praticamente de graça.
  5. Organize sua casa. Como eu comentei no início do post, acredito piamente que um local organizado de poupa tempo! Por isso recomendo a leitura de alguns posts bem bacanas aqui do blog:
  • Facilitando as compras da casa: no qual falo de cardápios semanais, lista de compras, congelados, sistemas de entrega e mais.
  • Método Konmarie: no qual uma leitora dá a dica de um livro super legal de organização que diz basicamente o seguinte: mantenha apenas o que te faz feliz!
  • Organização de carrinhos, bonecas, brinquedos em geral, bonés, cômodos da casa, banheiro e mais: você encontra cada um desses posts aqui.

Enfim, espero que esse breve relato do que uso por aqui para me organizar te ajude a ter uma vida mais leve!




Arquivado em: Coisas de casa Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Adorei o post! Eu também não sei lidar bem com a falta de organização. Não mesmo! Também já escrevi sobre o assunto: como organizo minha vida de mãe, mulher, profissional. Vou deixar aqui para complementar:
    http://somelhora.com.br/index.php/2015/12/08/como-organizo-minha-vida/

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail