Hopi Hari com crianças pequenas

Por 1 Comentário


O feriado está chegando, e, para quem está no estado de São Paulo, uma dica de passeio interessante e que agrada os pequenos é o parque Hopi Hari. Aproveitando sua estadia no Quality Resort Itupeva, que fica bem pertinho do local, nossa querida leitora e parceira, Fabiana, aproveitou para fazer um relato de sua ida com seus dois filhos.

Quer saber como aproveitar o Hopi Hari com crianças pequenas? O que esperar da estrutura para bebês? Então ver dar uma espiadinha no post!

Por Fabiana de Toledo

Depois de curtir um fim de semana revigorante no Quality Resort Itupeva, demos adeus ao hotel e seguimos para o Hopi Hari, localizado bem em frente, do outro lado da Rodovia dos Bandeirantes, também no Km 72. Chegamos em um piscar de olhos, o que nos faz recomendar fortemente às famílias interessadas em visitar o parque que se hospedem nesse hotel: além de termos tido uma estada agradável ali, ficamos encantados com a conveniência de não ter de levar canseira na estrada para chegarmos ao nosso destino.

Fomos eu, o marido, nossa bebê de um ano e nosso filho mais velho, de 4 anos. Já conhecíamos o parque, mas o visitamos há mais de uma década, sem crianças, então estávamos prontos para uma experiência completamente nova. E posso dizer que o balanço foi positivo. Apesar de não ser o passeio mais indicado para bebês (minha caçulinha, obrigada pela compreensão, você é mesmo uma doçura! Seu irmão mais velho te deve essa!), e de não ser um parque de diversões feito para pequeninos, aproveitamos bastante. Tivemos uma tarde diferente, que foi bastante empolgante para o nosso menino – e só de ver o filhote feliz, que pais não entram na onda?

Visão geral do parque, do alto da roda gigante

Visão geral do parque, do alto da roda gigante

A seguir, para que vocês, leitoras com filhos de até 5 anos, saibam mais sobre as atrações do Hopi Hari para esse público e sobre algumas questões de infraestrutura que nos interessam, deixo aqui minhas observações:

– O parque é grande e exige um bocado de deslocamento. Por isso, levar carrinho e carregadores de bebês é uma boa ideia – até para que possam tirar uma soneca, se for o caso. Se tiver deixado a parafernália em casa, tudo bem. É possível alugar carrinhos para os pequetiticos ou para os maiorzinhos no Renta Karrin, que fica logo na entrada. De qualquer forma, fiquei com a sensação de que uma visita que se estenda por mais de 4 horas exige demais das crianças.

– A não ser que você tenha bebês, não poderá levar nada para comer e beber lá dentro. Logo na entrada, é feita uma vistoria e apenas papinhas e afins são liberados. Para quem tem filhos pequenos, isso pode ser um inconveniente, pois a maior parte das opções para alimentação no parque é de guloseimas, petiscos e sanduíches (caros e pouco saudáveis).  Optamos por comer no único restaurante que oferece pratos, o Saloon, localizado na área chamada de Wild West. Outra alternativa para quem prefere comida a lanches é a praça de alimentação do Palácio da Liga da Justiça, onde há um local que vende massas.

– Quanto às atrações, basicamente existem duas áreas interessantes para os menores de 1,40 m: a Infantasia, onde estão os brinquedos com os personagens do The Looney Tunes Show; e Aribabiba, onde está concentrada a Liga da Justiça, com os personagens da DC Comics.

Entrada Infantasia

Entrada Infantasia

Na Infantasia, as atrações são: Giranda Di Musik (carrossel); Dispenkito da Vovó (minielevador que despenca lentamente – eles adoram!);  Lokolorê (xícara giratória); Levá i Tráz (carrinhos simpáticos que fazem um circuito em baixa velocidade); Kastel di Lendas (um barco que percorre um castelo com bonecos relacionados à cultura popular brasileira); Konfront (aviões que giram e, ao mesmo tempo, sobem e descem); e Trakitanas (um delicioso playground com cama elástica, piscina de bolinhas e brinquedões, incluindo um onde as crianças atiram bolinhas macias – meu moleque e o pai piraram!).

Dispenkito

Dispenkito

Leva i tráz

Leva i tráz

Konfront

Konfront

Trakitanas

Trakitanas

Em Aribabiba, os brinquedos liberados para os pequenos acima de 1 m são: Dismonti (carrinho de bate-bate; e Bat-Hari (a montanha-russa do Batman, que, de tão radical para crianças, fez o meu rapazinho grudar no assento e arregalar os olhos… Mas também o deixou orgulhoso da sua coragem).

Dismonti

Dismonti

– Fora isso, tem também: a Giranda Mundi, a enorme roda-gigante que rende um momento gostoso em família, com direito à vista panorâmica; shows com a turma do Pernalonga e aparições de super-heróis em horários marcados; e chafarizes que saem do chão, em frente ao Palácio da Justiça, onde as crianças podem fazer farra com a água.

Giranda Mundi

Giranda Mundi

No Palácio da Justiça

No Palácio da Justiça

Eu e a pequena Elis

Eu e a pequena Elis

Brincando com as máscaras do Looney Tunes

Brincando com as máscaras do Looney Tunes

– E, para fechar, uma informação de ouro para as mamães de bebês: na Infantasia, você encontra o Mamadero da Vovó, um local limpo e conservado, com fraldário, berços, micro-ondas e outras utilidades muito bem-vindas.

Se quiser saber mais sobre o Hopi Hari, clique aqui.




Arquivado em: DiversãoPasseios Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Camila Galvão braga de Abreu disse:

    Olá ,
    Estive no Hopi Hari no dia 14/07/2016 e fiquei decepcionada. O parque está abandonado, muitos brinquedos desativados ( pra não dizer, quase desmontados), os brinquedos citados neste blog para as crianças em sua maioria abrem somente por duas horas durante o dia e estão descuidados( SUJO). O Salom tem somente uma apresentação por dia, então não deu para comer lá e nem ver o show. Uma lanchonete e um café funcionando no parque inteiro , um absurdo, enfim somente lanches para comer e isso depois de 55 minutos de fila.
    Triste ver um lugar que já curti muito tão abandonado.
    Não recomendo a visita e torço para recuperação e reestruturação do parque.
    Aaaaaa, não poderia deixar de elogiar os funcionários, que mesmo com o quadro super reduzido, sobrecarregados, são gentis e atenciosos.

    Espero ter ajudado as mães, que como eu, queria curtir momentos diferentes com meu pequeno.

    Abs

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail