Como aliviar os enjoos durante a gravidez

Por 10 Comentários


Se tem algo marcante durante a gestação de minha filha Catarina, foram os enjoos que senti no primeiro trimestre! Antes de ficar grávida, eu era do time que dizia que enjoos e desejos eram psicológicos – só a mãe que quisesse realmente sentiria. O fato é que eu fiquei muito enjoada (mas os desejos se resumiram a uma vontade enorme de comer pudim de leite a qualquer hora!), e tive que admitir que eles eram fisiológicos e não fruto da minha imaginação. Assim que recebi a notícia da minha gravidez (eu estava com quatro semanas), não sentia absolutamente nada – tanto que só comemorei o fato de estar grávida após o segundo resultado positivo. E me perguntava: onde estão os enjoos? Será que vou passar ilesa? Mas após completar seis semanas os primeiros sinais apareceram – inicialmente uma leve indisposição matinal – até que com mais alguns dias passei a vomitar duas vezes por dia, logo ao acordar e à noite, algumas horas após o jantar. Isso se não houvesse cheiro de bife pela casa, senão era um vez extra, que acontecia de forma imediata!

enjoo

Como os enjoos eram frequentes, tive que ir atrás de algumas dicas para amenizá-los. Para mim o principal era não ficar de estômago vazio por muito tempo (o que era inevitável pela manhã, já que eu dormia oito horas sem acordar para me alimentar; mas no período da noite, como eu ia para a cama muitas horas depois do jantar, era importante fazer um lanche leve para não me sentir enjoada (comer muito e em seguida deitar também não é recomendável, pois pode causar azia). Demorei alguns dias para perceber isso, e quando comecei a fazer a “ceia”, os enjoos na parte da noite melhoraram bastante).

Se comer com frequência é fundamental, não exagerar nas quantidades de comida é igualmente importante. Por isso se você está sentindo muito enjoo, prefira comer um pouquinho de cada vez! Ingerir muita comida aumenta a quantidade de ácido estomacal, o que pode piorar o sintoma. Como os níveis de progesterona estão aumentados na grávida, sua digestão está mais lenta (no meu caso, eu tive que tomar progesterona via oral, o que segundo alguns médicos com quem conversei pode ter causado enjoos mais intensos). Alguns estudos também relacionam a intensidade do enjoo aos níveis de hCG (quanto mais altos, mais intensos seriam os enjoos – por isso, quando o hormônio começa a declinar, os enjoos tendem a diminuir, até que somem), embora cientificamente a questão não esteja fechada.

Alimentos ácidos em geral aliviam o enjoo – eu, por exemplo, passei meses tomando água com limão espremido e me sentia muito melhor! Frutas como abacaxi, maçã e laranja também caíam super bem na dieta. Por outro lado, alimentos gordurosos tendem a acentuar o problema, então fuja deles! Com o tempo você perceberá quais são as comidas que pioram o sintoma e passará naturalmente a evitá-las (eu comia carne, mas não podia prepará-la, pois o cheiro me incomodava muito!).

Algumas amigas me deram a dica de deixar algumas bolachinhas de água e sal ou a metade de uma maçã ao lado da cama, para comê-las antes mesmo de me levantar. Algumas vezes nem isso foi suficiente para evitar os vômitos pela manhã, mas em geral ajudava. Deixe para tomar líquidos depois que comer os sólidos no café da manhã, pois começá-lo com o leite ou com o café podem piorar o enjoo.

Alimentos muito quentes podem piorar o enjoo, prefira os gelados. Sorvetes à base de frutas (que são mais leves) ou sorbets podem ser excelentes pedidas. Outra dica interessante é ingerir gengibre (em um chá gelado ou na forma de bala) – muitas mães relatam que sentiram um alívio interessante quando do seu uso.

Fuja dos cheiros fortes (de comida, de materiais de limpeza e até de cosméticos). Eu tive que usar hidratantes sem cheiro para evitar as estrias, pois o mínimo aroma me deixava enjoada.

Escove os dentes cerca de vinte a trinta minutos após o café da manhã. Assim a chance da comida voltar é menor (o enjoo matianal já terá passado após esse período).

Se sentir enjoo no carro, peça para dirigi-lo! Isso mesmo! Funcionava bastante comigo! Não sei se é porque você coloca a atenção no trânsito, mas melhora a sensação de mal-estar.

Com a chegada do segundo trimestre de gestação, os enjoos diminuem, até que você se esquecerá deles. Aí é só curtir a barriga, que deixará saudades! Aproveite para já começar a planejar o chá de bebê, o enxoval, e depois passa aqui para nos contar se vai ser menino ou menina, combinado?




Arquivado em: Preparativos Tags:

Comentários (10)

Trackback URL

  1. Hellen Noemi disse:

    Boa tarde estou gravida de 2 meses e 1 dia ..sinto enjoos mais ainda não vomitei ..isso é normal?

  2. Me identifiquei muitíssimo… estou na nona semana e vomito no mínimo 2 vezes por dia, não há remédio que ajude!!! Vou seguir suas dicas….
    Obrigada mesmo

  3. Oi, Elaine, depois conta se alguma dica funcionou com você, ok? Vamos nos falando (e parabéns pela gravidez!). Bjs

  4. Aline Torres disse:

    nossa foi ótimo ler essa pagina…me identifiquei muito..

  5. Se soubesse ou na verdade tivesse me interessado em saber mais sobre toda essa transformação em nosso corpo teria sofrido menos. Tive muito mas muito enjoos. Mas valeu a experiência depois de ver aquele rostinho tudo é valido.

  6. Faltou falar sobre a acupuntura!!!

  7. Ardnas Airam disse:

    Não aguento ver aguá, suco, nada, eu nem estou comendo nem bebendo. Só em ver já enjoo. Não estou aguentando, como pode vomitar sem comer, sem ter nada no estômago? Está saindo aguá verde, acho que é o suco gástrico. O médico me passou vonau, não aguento vê-lo mais. Tomei meclin injetável, só não enjôo se tiver dormindo com efeito de meclin. Eu vou pra um hospital, pq to seca de fome e de enjoo. Não sei o que faço, preciso de vitaminas.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail