autoimagem na maternidade precisa ser bem desenvolvida para que a nova mamãe consiga manter a sua saúde mental equilibrada. Caso contrário, as pressões estéticas e intelectuais da sociedade poderão impactar o bem-estar dessa mulher.

Assim sendo, fizemos este guia como um ponto de partida para pensar sobre o assunto e, dessa forma, buscar o desenvolvimento saudável da sua autoimagem. Acompanhe e saiba mais!

Veja também: 5 Dicas de autocuidado na maternidade

O que é a autoimagem na maternidade?

autoimagem na maternidade

Mãe com a filha no colo. Foto: Freepik

Publicidade

A autoimagem na maternidade diz respeito à descrição e visão que a mulher tem de si mesma. É a forma como ela enxerga a própria identidade, personalidade e atribuições. Uma mulher com uma boa autoimagem é capaz de enxergar as suas próprias qualidades com clareza, ao mesmo tempo em que reconhece os pontos fracos.

Em contrapartida, quando essa autoestima está fragilizada, a mulher passa a enaltecer os seus pontos negativos, tendo dificuldades para se enxergar com base na realidade. Ela aumenta os “defeitos” e diminui as qualidades, afetando, assim, a sua autoestima e seu amor-próprio.

Consequentemente, a saúde mental – de forma geral – pode ser impactada. Logo, o bem-estar dessa mulher pode ser minado por conta disso.

Veja mais: 7 dicas de decoração que potencializa sua autoestima

Qual a importância da autoimagem na maternidade?

autoimagem na maternidade

Vetor de mulher feliz segurando um coração. Foto: Freepik

A importância da autoimagem na maternidade está relacionada à forma como a mulher se sentirá diante do que vê. Se a autoimagem estiver deturpada, ela pode acabar ficando com a autoestima baixa.

Publicidade

Essa diminuição na própria estima faz com que ela se isole, se puna e comece a se enxergar cada vez mais negativamente. Por isso, cuidar da autoimagem é cuidar, acima de tudo, do bem-estar e da saúde dessa mulher.

Como ter uma boa autoimagem na maternidade?

Agora que você já compreendeu o que é e qual a importância da autoimagem na maternidade, é hora de pensar em estratégias que podem ajudar a manter o equilíbrio na forma como você se enxerga. Veja a seguir e saiba mais!

1. Cuide da sua saúde mental

A sua saúde mental precisa sempre estar na sua lista de prioridades. Para isso, você deve dar atenção tanto às emoções, quanto aos hábitos que impactam na saúde do seu cérebro.

Desse modo se torna viável construir uma autoimagem na maternidade mais positiva. Afinal, quando estamos tristes ou ansiosos com alguma coisa, a tendência é que enxerguemos todas as situações de uma maneira mais negativa, não é mesmo?

Por isso, evite situações de estresse extremo, dê um tempo quando se sentir sobrecarregada emocionalmente e inclua bons hábitos na sua rotina. Vale ler, estudar, fazer exercícios e alimentar-se de uma forma que possa nutrir bem o seu cérebro.

2. Pratique o autocuidado

autoimagem na maternidade

Mãe irritada e triste ao lado do seu bebê. Foto: Freepik

Publicidade

O autocuidado também deve fazer parte da sua rotina. E não estamos falando apenas de skin care, hein? Mas sim, nos referimos a outros tipos de autocuidado. Às vezes, pode ser que você goste de assistir novela, e tirar esse tempo para esse simples hobby é uma forma de praticar o autocuidado.

Você precisa incluir atividades agradáveis na sua rotina. Privar-se de todas as coisas que gosta pode ser um grande erro. Para isso, considere o auxílio do seu parceiro ou da sua parceira – faça com que ele fique com o bebê enquanto você curte um momento só seu.

3. Dê tempo ao tempo

Não queira atropelar o tempo. A sua autoimagem na maternidade vai sendo desenvolvida à medida que você cresce, aprende e descobre coisas novas. Isso quer dizer que você precisa respeitar o seu tempo de maturidade.

Tudo bem não saber lavar uma fralda de pano. Tudo bem não ter ideia de como organizar o sono do bebê. Isso faz parte! Porém, isso jamais fará de você uma mãe menos boa. Pelo contrário! A sua preocupação prova o quanto o amor pelo seu filho é imenso e o quanto você deseja crescer.

Não fique se cobrando tanto. Você precisa respeitar o seu tempo para desenvolvimento. Comemore as pequenas descobertas e aprendizagens ao invés de se enxergar com “maus olhos” por simplesmente não saber todas as coisas.

Veja mais: Educando filhos emocionalmente inteligentes – 9 sugestões

4. Fuja dos padrões e do perfeccionismo

Mãe feliz em dia de beleza com a filha. Foto: Freepik

Saia correndo daqueles padrões que comparam corpos, personalidades e estilos de vida. Isso tudo apenas irá minar a sua autoimagem na maternidade.

Foque em você. Foque na sua saúde, no seu bem-estar e na sua qualidade de vida. Diga adeus ao perfeccionismo e lembre-se de que nada nesta vida é capaz de atingir a perfeição.

Ter consciência disso é fundamental para garantir que você não crie metas surreais para a sua vida e, mais tarde, acabe apenas se frustrando. Lembre-se de que você pode, sim, desenvolver-se e crescer, mas isso não significa que hoje você seja uma pessoa ruim e incapaz.

5. Tenha hábitos saudáveis e construa uma boa autoimagem na maternidade

Construa hábitos saudáveis na sua rotina. Trabalhe para desenvolver um dia a dia que seja agradável e interessante para a sua saúde. Considere fatores como:

  • Cuidar do seu sono, criando uma rotina na medida do possível e cuidando da higiene do sono.
  • Cuidar da sua alimentação, priorizando alimentos que lhe tragam disposição, bem-estar e um bom sustento para dias longos.
  • Praticar exercícios, mantendo o corpo e a mente sempre ativos e visando um desenvolvimento saudável para si mesma.
  • Cuidar da sua saúde mental, trabalhando a autoestima, as emoções, os sonhos, medos, etc.
  • Trabalhar os seus planos de vida, traçando boas metas que impulsionem você.
  • Entre outros hábitos que poderão mudar a sua vida positivamente.

Tudo isso, reunido, poderá lhe ajudar a construir e manter uma autoimagem na maternidade mais positiva. Faça o teste!

Veja mais: Ervas para respirar melhor: 5 plantas para o bem-estar do aparelho respiratório

6. Conheça os seus atributos e fortaleça-os para desenvolver uma boa autoimagem na maternidade

Gestante feliz. Foto: Freepik

Esteja sempre ciente dos seus pontos fortes e procure fortalecê-los nas mais diversas oportunidades. Não deixe com que as suas habilidades fiquem adormecidas apenas porque há uma dita “falta de tempo”.

Isso porque quando cumprimos tarefas que exigem habilidades específicas (que sabemos que fazemos bem), sentimos-nos mais confiantes, felizes com quem somos e nos enxergamos melhor diante do espelho.

Por isso, não deixe de lado aquelas habilidades incríveis que você possui. Mas sim, procure incluí-las na sua rotina com mais recorrência. Isso fará toda a diferença na forma como você se enxerga, sabia?

7. Cerque-se de pessoas agradáveis para manter uma boa autoimagem na maternidade

Cerque-se de pessoas que são verdadeiramente agradáveis. Fique longe daqueles indivíduos que possuem discursos tóxicos e destrutivos, pois esses em nada auxiliarão nos cuidados com a sua autoimagem na maternidade.

Em contrapartida, as pessoas agradáveis e que amam você de verdade irão lhe impulsionar. E isso pode fazer diferença na forma como você se enxerga!

Afinal, o ser humano é um animal social. Logo, precisa desses círculos sociais saudáveis para se sentir aceito e parte de algo maior. Consequentemente, investir nas boas relações é uma forma de elevar a autoaceitação, autoestima e autoimagem.

Leia mais: Como cuidar da saúde mental dos filhos?

8. Não se sobrecarregue com todas as tarefas da maternidade

Mãe e bebê em campo aberto. Foto: Freepik

As tarefas da maternidade podem ser bem intensas, a gente sabe. A rotina muda completamente, fazendo com que a mulher tenha que se dividir em “mil pedaços” para lidar com todas as obrigações.

Porém, se você possui uma rede de apoio, não tenha medo de delegar tarefas. Afinal, você merece um momento de descanso e de pausa. Portanto, você pode – e deve – delegar uma série de tarefas, a fim de evitar a sobrecarga.

Dessa maneira você terá ainda mais tempo para cuidar de si mesma, priorizando a sua saúde e o seu bem-estar. Consequentemente, estará vivendo mais tranquilamente e com menos pressões.

9. Inclua atividades suas na sua rotina

Sabe aquelas atividades que você ama? Por exemplo, escrever, ler, assistir filmes, tomar um banho demorado… Pois bem!

Elas devem, de alguma forma, serem incluídas em sua rotina. Assim você garante um dia a dia mais agradável para si mesma, promovendo saúde e bem-estar. Logo, se sentirá mais feliz com o que vê diante do espelho, afinal, quando estamos de bem com a vida, nos enxergamos mais positivamente.

Faça esse teste e veja como a autoimagem na maternidade pode sim ser desenvolvida. Boas descobertas para você!

Veja mais: Saúde mental na maternidade: Cuidados importantes