As metas de ano novo nos ajudam a ter aquele “gás a mais” depois da virada. Porém, conseguir estabelecer boas metas não é a coisa mais simples do mundo, concorda? Da mesma forma, não quer dizer que seja impossível!

Por isso, convidamos você para acompanhar a nossa reflexão de hoje e, assim, escrever as suas metas da melhor forma possível. Vamos lá?

Veja também: Como se tornar uma mulher autoconfiante? 10 dicas infalíveis

Como escolher as melhores metas de ano novo?

metas de ano novo

Calendário de janeiro. Foto: Freepik

Publicidade

Não existe segredo na hora de escolher as melhores metas de ano novo. Na verdade, tudo dependerá do que faz sentido para você. Isso porque para algumas pessoas o ato de emagrecer é uma grande meta, enquanto outras querem apenas a saúde 100%. Cada um sabe de si, concorda?

Com isso em mente, faça a sua auto análise de uma forma sincera e totalmente focada em quem você é e deseja. Desse modo as suas metas estarão verdadeiramente alinhadas ao que você quer e precisa para a sua vida.

Veja, portanto, alguns passos que podem lhe levar para a melhor decisão de objetivos:

Veja mais: Educando filhos emocionalmente inteligentes – 9 sugestões

1. Analise os seus últimos 12 meses: Avalie todas as áreas da sua vida

Antes mesmo de traçar os planos para os próximos 365 dias, devemos pensar nos últimos 12 meses que se passaram. Com eles nós crescemos, nos desenvolvemos, vivemos muitas coisas e também erramos. Por isso, eles devem ser o nosso ponto de partida.

Para isso, pegue lápis e papel, vá para um lugar sossegado em sua casa e comece a escrever sobre como foi o seu ano. Pense sobre todas as áreas da sua vida. O que foi bom? O que foi ruim? O que você aprendeu ou deixou de aprender? Pense com calma e com muita sinceridade. Lembre-se de considerar contextos como:

Publicidade
  • Sua vida profissional.
  • A vida amorosa.
  • Seus cuidados com a sua saúde.
  • Sua vida financeira.
  • A sua família.
  • Sua autoestima.
  • O seu relacionamento com os seus amigos.
  • Os seus estudos.
  • Cuidados com a saúde mental.
  • Sonhos pessoais atingidos ou deixados de lado.
  • Mudanças de hábitos.
  • Entre muitas outras áreas.

Quanto mais minuciosa for essa sua análise, melhor será a sua visão sobre o ano. Por conta disso, não economize esforços nesta etapa. É ela quem servirá de base para todos os próximos passos e até mesmo para as suas metas de ano novo.

2. O que poderia ter sido diferente?

metas de ano novo

Lista de tarefas em cima do notebook. Foto: Freepik

Depois que você conseguir colocar no papel uma breve retrospectiva do seu ano, é hora de pensar em tudo aquilo que poderia ter sido diferente.

Nesta etapa é importante tomar um certo cuidado… Ou seja, nada de querer apontar “o que poderia ter sido” com o intuito de lamentar o que não foi. Não é para isso que esta etapa serve. Ela serve para você pensar nos erros e acertos, viabilizando tomadas de decisões mais conscientes no futuro.

Leia mais: 10 formas de fazer o bem no ano novo!

Portanto, não a use para se julgar ou se culpar. Apenas pense em todas as coisas que poderiam ter sido diferente. E depois que você pensar bem sobre elas, anote-as no papel.

Publicidade

Vale qualquer coisa! Poderia ter gasto menos com delivery? Ter estudado mais tempo aquela matéria que você negligenciou na faculdade? Poderia ter passado mais tempo com o seu pai, sua mãe ou seus filhos? Tudo vale aqui. Mas, novamente, nada de refletir com um tom de punição, combinado?

3. O que poderá ser diferente?

metas de ano novo

Mulher escrevendo metas de ano novo. Foto: Freepik

Além de ter uma visão profunda de tudo o que ocorreu e o que poderia ter sido diferente, você também pode pensar no que vai poder mudar a partir de agora. Pois é aquela história: não podemos mudar o passado e tampouco ficar remoendo ele. Mas podemos aprender com nossos erros e acertos, projetando um futuro melhor, baseado no hoje.

Afinal, o hoje foi o amanhã de ontem! E isso quer dizer que tudo o que poderia ter sido diferente, pode, agora, começar a ser a nossa proposta de mudança.

Em outras palavras, ao invés de lamentar o peso que você tem sobre a balança, que tal pensar no que poderá ser diferente de agora em diante? Para as suas metas de ano novo, estabeleça uma lista de “coisas que poderiam ter sido diferente e que ainda podem”.

Mas como assim “ainda podem”? Sabemos que algumas coisas não podem ser desfeitas. Nem tudo está no nosso controle. E o que não podemos desfazer, devemos deixar para lá! Por isso, pense no que ainda pode ser diferente e que tem a possibilidade de se desenvolver e crescer.

Desse modo, não chore por uma matéria com nota ruim na faculdade. Mas sim, pense na dedicação que você terá com todas as outras a partir de agora.

É claro que esses são apenas alguns exemplos. O importante, para as suas metas de ano novo, é você auto refletir e assim saber exatamente o que pode ser diferente a partir de agora. Seja sempre sincero com você nesse sentido.

4. Quais ações vão ajudar nessas mudanças?

metas de ano novo

Mulher fazendo lista de tarefas. Foto: Freepik

Com a sua lista de potenciais mudanças nas mãos, é hora de pensar em todas as ações que poderão ser colocadas em prática nas suas metas de ano novo. O que você pode fazer para que determinado resultado seja alcançado da melhor maneira possível?

Lembre-se de que quanto mais ações você listar, mais fácil ficará manejar os seus objetivos. Por exemplo, voltando ao sonho de emagrecer e perder peso, você pode listar ações como:

  • Alimentar-se bem;
  • Beber mais água;
  • Dormir melhor;
  • Caminhar todos os dias;
  • Deixar os doces só para o fim de semana;
  • Entre outras possibilidades.

Esta etapa também vale um adendo: além de listar as ações, lembre-se de apostar em atitudes possíveis e hábeis. Além disso, tenha a paciência de implementar as mudanças aos poucos, ok? Caso contrário, você poderá acabar se frustrando.

Leia também: A maternidade e as amizades – reflexões de Ano Novo

Isso quer dizer que você não precisa colocar na sua lista uma ação como: “ficar 9 horas por dia sem comer” para emagrecer. Primeiro porque seria extremamente prejudicial à saúde, segundo porque as chances de desistência são grandes.

Portanto, lance um olhar crítico sobre as ações que poderão levar você até às mudanças antes escritas no papel. Do mesmo modo, não se acomode! Não é porque algo é difícil que ele não deve ser incluído na lista de ações, ok?

5. Por onde começar e quando terminar cada tarefa?

Aqui, possivelmente, você já sabe quais são as mudanças que almeja alcançar e quais são as ações associadas a elas.

Porém, não basta fazer uma grande lista de tarefas para ter boas metas de ano novo. É preciso estabelecer um prazo para começar e outro para terminar.

Por exemplo, se você quer melhorar nos estudos, decida iniciá-los mais cedo este ano. Foque em impor um horário fixo de estudos e saiba que o “fim” dessa tarefa é apenas no fim do ano, quando os semestres são concluídos.

Veja mais: 7 dicas de decoração que potencializa sua autoestima

Outro exemplo é com relação à perda de peso. Primeiro, estabeleça o dia em que será iniciada a dieta e os exercícios. Depois, marque alguns pontos, ao longo dos meses, que serão o momento de checar os resultados.

Assim você poderá ter uma meta muito mais clara, o que facilitará as suas ações e o desenvolvimento dos seus objetivos. Afinal, não basta saber o que se quer – é preciso saber quando começar a quando concluir.

Metas que não podem faltar na nossa lista de ano novo

Mulher com chapéu natalino fazendo as suas metas de ano novo. Foto: Freepik

Agora que você já sabe como funciona o passo a passo reflexivo para estabelecer boas metas de ano novo, é hora de ver algumas ideias que não podem faltar na nossa lista.

Abaixo listamos uma série de fatores que todas as pessoas deveriam levar em conta, caso o objetivo seja mais qualidade de vida, prosperidade e bem-estar. Confira:

1. Metas de ano novo: Cuidados com a saúde

Sem saúde é quase inviável atingir bons resultados em todo e qualquer âmbito de nossas vidas. Por isso, devemos colocar a nossa saúde (tanto física quanto a mental) como uma grande meta.

O que você tem feito para cuidar do seu corpo, da sua mente e das suas emoções? Quais ações estão sendo implementadas para fugir do sedentarismo e se alimentar melhor? Pense sobre isso.

Traçar metas relacionadas à saúde é construir um futuro muito mais digno e interessante para nós mesmos. Além de ser uma prova de amor à vida que temos.

Leia mais: 10 dicas para as mães que desejam empreender

2. Metas de ano novo: Cuidados com a vida financeira

Assim como a nossa saúde é uma grande base em nossas vidas, as finanças também são. Não há como fugir disso. Nossa vida precisa desse suporte financeiro para nos alimentarmos, morarmos e vivermos bem.

Portanto, comece a pensar em formas de implementar ações que viabilizem uma vida financeira mais equilibrada e saudável.

Que tal vender aquilo que não usa mais? Ou então, buscar formas de ganhar mais dinheiro? E ainda, como você pode fazer para poupar mais do seu salário ao longo do ano? Estude com muito carinho esse tipo de meta.

3. Metas de ano novo: Aproveitar a vida com amigos e familiares

Amigos brindando champagne. Foto: Freepik

Você tem aproveitado o tempo que tem com amigos e familiares? Ou você está deixando as pessoas que ama em segundo plano por algum motivo? Reflita.

Os últimos anos nos mostraram que a vida, infelizmente, pode ser muito frágil. Por isso, é nosso papel aproveitar os momentos que temos com aqueles que amamos.

Faça mais programações com quem realmente importa. Viva momentos offline e divirta-se com aqueles que lhe fazem bem.

Mas, além disso, coloque a demonstração de sentimentos como uma meta. Falar que ama e que se importa é primordial para construir laços mais fortes e bonitos.

Cuide dos seus relacionamentos, eles são fundamentais para a nossa vida em sociedade.

Leia mais: Empreendedorismo: 20 Ideias de negócios para mulheres

4. Metas de ano novo: Conquistar um sonho

Você tem um sonho que tem adiado ano após ano? Reflita sobre isso.

Muitas pessoas pensam em metas de ano novo cheia de coisas novas e diferentes, mas às vezes se esquecem dos pequenos detalhes que carregam no coração, de forma silenciosa.

Por exemplo, se para você é um sonho fazer uma viagem para o exterior, que tal começar a pensar nessa possibilidade com mais carinho e, assim, analisar o que pode ser feito para alcançar esta meta?

Você merece esse olhar mais atencioso para si mesmo e para o que sempre almejou. Afinal, você é a pessoa mais importante da sua vida, concorda?

5. Metas de ano novo: Aprender e viver coisas novas

Mulher pendurando letreiro de Happy New Year. Foto: Freepik

Aprender algo novo é sempre interessante e prazeroso. Por isso, as metas de ano novo podem ter esse ponto de partida, caso ainda você tenha muitas dúvidas do que pode ser feito.

Foque em coisas que sejam verdadeiramente alinhadas ao que você ama. Ou ainda, vale descobrir um novo hobby, aprendendo a dançar, pescar, fazer artesanato, enfim!

Se você se sentir sem metas, essa pode realmente salvar o seu ano novo. Afinal, quando aprendemos expandimos a mente, ficamos mais criativos e novas portas se abrem em nossas vidas. Experimente!

É hora de traçar as suas metas de ano novo

Agora chegou o momento mais esperado. Trace as suas metas de ano novo e depois volte aqui nos comentários para nos contar como foi a sua autodescoberta. Boa reflexão e feliz ano novo!

Veja também: Vitamina D: por que ela é fundamental para a saúde do seu filho e de toda a família?