4 brincadeiras para estimular o espírito em equipe

Por 0 Comentários


O estímulo ao espírito de equipe talvez seja um dos maiores ensinamentos que as brincadeiras podem passar às crianças. E desenvolver essa sensibilidade desde cedo é mesmo muito importante, afinal, a vida inteira passamos por situações em que o trabalho em conjunto acaba fazendo a diferença. Há quem diga, inclusive, que esse será um grande diferencial na vida profissional do futuro (por isso nada melhor do que estimular essa habilidade no filhote desde já!).

Que tal então conferir (ou recordar) algumas brincadeiras que são um prato cheio para desenvolver o espírito em equipe? Vale a pena conhecer para se lembrar delas no próximo piquenique ou festa de aniversário. Será diversão na certa, vem ver!

Imagem: 123RF

Pique bandeira
Separe os pequenos em dois grupos com um campo para cada um. Dê, também, uma bandeira (ou um pano) para cada grupo e peça para que os pequenos a deixem no pedaço de campo que julgarem o mais difícil de os adversários alcançarem. Pois aqui o desafio é o seguinte: cada equipe tem que entrar no campo inimigo e pegar a bandeira deles – porém, sem ser pego pelos adversários. Quando alguém é capturado no outro campo, vira “estátua” e só pode se mexer novamente caso um colega (do seu time) encoste para salvá-lo. É aí que entra o espírito em equipe, para ajudar os amigos e tentar vencer!

Marimbondo
Essa é uma das brincadeiras indígenas que eu já falei aqui no blog. Nesse jogo, as crianças são divididas em dois grupos: em um, os pequenos precisam confeccionar uma casa de marimbondos (com terra ou areia) e, no outro, a criançada fica brincando entre si até a casa ficar pronta. Quando isso acontece, o segundo grupo tem então o desafio de destruir o trabalho dos adversários (enquanto eles tentam impedir). Pode ser uma brincadeira bacana para uma tarde na praia com os primos. O legal aqui é que os pequenos se ajudam em todas as etapas (e nos dois grupos): durante a confecção da casa de marimbondos, na atenção para o “ataque” e na defesa do trabalho em grupo.

Veja também: 7 benefícios das brincadeiras para o desenvolvimento do seu filho

Cabo de guerra
Pegue uma corda grande, divida as crianças em duas equipes e faça uma risca no chão. Os pequenos devem todos segurar na corda e puxá-la (um time de cada lado com a risca no meio), e não podem passar dessa demarcação. O desafio é fazer força para tentar puxar a equipe adversária para além da marca. 

Encontre o alvo
Para essa brincadeira, você vai precisar de fitas (uma para cada criança), um cabo de vassoura e alguma estrutura para encaixar o cabo (como um cone). Prenda longas fitas no cabo de vassoura (mas deixe um bom pedaço para o pequeno manusear à distância) e, então, peça para cada participante segurar uma fita. O objetivo é que, só movimentando as fitas, o grupo consiga encaixar o cabo na estrutura, puxando para um lado e para o outro. Ou seja: a criançada vai precisar quebrar a cabeça pra ir se ajudando – cada um fazendo a sua parte para o mesmo fim. Muito bacana!


 



Arquivado em: AtividadesDiversão Tags:

Deixe seu comentário