Sentou, começou a engatinhar, a balbuciar palavras… Quando será que o seu filho vai fazer tudo isso? Pois o aplicativo First Smile (que funciona como um diário digital para os pais registrarem a vida dos bebês) preparou imagens bem didáticas que mostram como os bebês se desenvolvem durante cada mês no primeiro ano de vida. Eu achei tão bacana, que resolvi compartilhar aqui com vocês, para uma espiadinha rápida. Claro que cada bebê tem seu ritmo próprio, mas é muito legal entender os passos do desenvolvimento do filhote (eu lia tudo a respeito quando Catarina nasceu e adorava!).

É incrível o tanto de coisas que eles aprendem em tão pouco tempo! Vem ver que bacana:

No primeiro mês: o controle do bebê está basicamente só na cabecinha, e ele tem atração por rostos (certeza de que o da mãe ele aprende a reconhecer rápido).

Publicidade

No segundo mês: ele passa a reconhecer o rosto de outros parentes e seguir objetos com os olhinhos. É tão fofo!

No terceiro mês: o controle das mãos melhora, e a cabecinha levanta um pouco mais.

No quarto mês: começa a pegar os objetos e levar à boca. É a fase em que a mãe fica louca tentando limpar tudo, porque sabe que o filho vai lamber! Ah, e o bebê rola (embora aqui Catarina nunca tenha rolado! Ela odiava a brincadeira!).

No quinto mês: o bebê começa a fazer força com a perninha, quando você o coloca em pé. E haja braço para aguentar a brincadeira por meia hora, porque ele adora!

Publicidade

No sexto mês: se você o chama pelo nome, ele entende! É tão legal quando ele começa a perceber que é também uma pessoa!

No sétimo mês: alguns já conseguem rastejar. Não está aqui na imagem, mas a maioria já consegue sentar com apoio.

No oitavo mês: senta sem precisar de apoio. Em geral passa a tirar só dois cochilos por dia (veja sobre a transiçÃo de sonecas aqui).

Publicidade

No nono mês: brinca com o espelho! Catarina era fascinada por ele! E toma impulso para se levantar: aguarde que, em breve, você terá um serzinho andando pela casa!

No décimo mês: anda segurando nos móveis, e começa a balbuciar o “mamã” e o “papa”.

No décimo primeiro mês: se interessa por livrinhos! Lembro que Cacá adorava aqueles de pano, com muitos objetos pendurados e janelinhas de abrir e fechar. E, claro, já engatinha pela casa toda.

No décimo segundo mês: anda com ajuda (e alguns começam a largar a mãozinha!).

As imagens foram retiradas do Bored Panda e editadas com a tradução para português. 

E o seu pequeno aí em casa, o que já está fazendo? Me conta nos comentários!