Outro dia uma amiga viajou sem os filhos, e comentou que a família inteira havia se mobilizado para ficar com as crianças. Avós e tios haviam feito um rodízio para ajudar (acredito que o pai, que ficou em casa, não tenha sentido muita diferença em sua rotina – afinal, com essa super rede de suporte, suas atividades continuaram no mesmo ritmo).

Achei engraçado quando essa amiga comentou que, se tivesse ficado doente, poderia apostar que não teria o mesmo auxílio. Quantas e quantas vezes passamos por uma gripe (daquelas que derrubam mesmo!) e temos que continuar dando conta do recado sem mais ninguém? Quantas vezes acabamos desmarcando nossos compromissos, porque em condições “normais” não surge alguém que possa substituir a mãe nas tarefas diárias? Esses são apenas alguns exemplos que mostram que o mundo não trata pais e mães da mesma forma (e antes que você possa dizer que essa é uma ideia feminista, eu digo que é pura observação!).

Mas sabem que outras pessoas têm essa mesma impressão? É o caso da escritora Chaunie Brusie, que fez algumas tirinhas que ilustram como pais e mães são ainda vistos de maneiras bem distintas pela sociedade (e estando justamente nas mesmas situações!). É rir para não chorar! Vem dar uma espiadinha e me conte se você se identificou!

 

Publicidade

tirinha-mae-pai1 tirinha-mae-pai2 tirinha-mae-pai3 tirinha-mae-pai4 tirinha-mae-pai5

*As imagens foram retiradas do Bored Panda e editadas com a tradução.