As melhores marcas de roupa infantil – ou pelo menos as que conquistaram meu coração (dicas de todas as faixas de preço!)

Por 0 Comentários


Outro dia uma mãe me pedi dicas de onde comprar roupas infantis. Pediu que eu falasse das marcas de que gosto, que acho com um bom custo-benefício, e que são de qualidade. Sabem que eu achei bem bacana? Porque, por conta do blog, já tive contato com muitas marcas, das mais conhecidas às pequenas confecções. Já testei muita roupa infantil com Catarina, que, aliás, é uma devoradora de peças (para a roupinha sobreviver na mão dela, tem que ser boa mesmo! Porque a pequena corre, pula, se joga no chão, e acaba fazendo um teste completo da dita cuja).

Nesse post, eu compartilho com vocês várias marcas de que gosto (certamente existem outras, que não estão aqui porque minha cabeça é de vento, e eu vou lembrando das coisas aos poucos. E também porque se fosse colocar todas, o post ficaria tão longo que vocês não teriam vontade de ler até o final). Ficam como dica para quem está querendo conhecer outros locais bacanas para vestir os pequenos!

Imagem: Arquivo Pessoal. A reprodução não está autorizada.

  • Carter’s: essa foi a primeira marca de roupa infantil que eu conheci (apesar de ser importada), quando ainda estava grávida. Todo mundo conhece os bodies mais queridos do mundo, não é mesmo? Só que a Carter’s também é ótima para criança mais velhas (aliás, Catarina continua usando até hoje, com 6 anos. As calças não ficam com bolinhas, são super confortáveis, o elástico não aperta, aquela coisa que todo mundo já sabe. As camisetas, vestidinhos, enfim, tudo é muito fofo, com cara de criança e de boa qualidade. O vestido de batizado da Cacá era de lá, todo mundo elogiou (e eu paguei muito menos do que pagaria no Brasil naquela época).
  • Titétis: é uma marca do interior de São Paulo (mas que tem loja virtual e envia para todo o país), que eu conheço há anos. As roupas são para o uso diário, as famosas “para bater”. São das peças que chegam na gaveta, Cacá usa, e voltam para a lavanderia, num ciclo sem fim. Dá para comprar ótimos moletons, calças legging, camisetas (e para os bebês tem bodies, macacões, macaquinhos, gorrinho muita coisa). Ótimo preço e qualidade, as peças duram bastante.
  • Brandili: taí uma marca com roupinhas bem bacanas, e com ótimo custo-benefício. Cacá já teve conjuntinhos de calça e blusa, macaquinhos, vestidos, até um colete (lindo e peludo!) para o inverno. Para quem não conhece, a Brandili tem várias linhas: uma mais para o dia-a-dia, outro com produtos licenciados (com super-heróis, princesas, etc, que as crianças adoram), e a Mundi, uma linha mais produzida, ótima para uma festinha ou um passeio em que você quer vestir o pequeno mais bonito.
  • PUC: também gosto muito. Cacá ganha vestidinhos da marca em todos os aniversários (ela nasceu em dezembro, então ganha muita coisa de verão), e eles são muito confortáveis. Também costumo comprar de presente algumas peças, porque acho um bom custo-benefício – eles têm também pijamas que acendem no escuro, maiôs, e até roupões (o que Cacá usa para a natação e que é super quentinho, de manga comprida, eu comprei lá).
  • Pulla Bulla: uma marca com ótimo preço e qualidade bem, bem legal, e com revendedores em todo o país. Eu conheci porque herdei roupas de filhas de amigas (que conheciam muitas marcas, porque tinham loja de roupa infantil). Ou seja: Cacá já é a terceira ou quarta geração que usou essas peças (que foram passando de amiga para amiga), e elas continuam sem bolinha. Tecido bom, corte bom, ótimas para o dia a dia (tem também uma linha mais transada, mas que eu não conheço de perto).
  • Tip Top: eu usava muito quando Cacá era bebê, até uns dois anos de idade. Os macacões são fofíssimos (tínhamos um de joaninha que era demais, vermelho com bolinhas pretas e capuz!). Para mim, as peças têm uma cara de básico arrumadinho, e acabam vestido a criança em muitas ocasiões.
  • Bobotchô: marca que eu conheci há alguns anos numa feira de produtos diferenciados, aqui em São Paulo (também com loja virtual que entrega no Brasil todo). E depois de experimentar, minha gente, eu virei fã. Mas fã mesmo! Os melhores pijamas que Cacá já teve foram de lá, e é fácil entender o porquê: eles são feitos em algodão pima peruano, o mais macio do mercado. Você lava a peça mil vezes e ela fica intacta, é super confortável e eu recomendo muito para crianças que têm dermatite, como a Catarina (porque ele deixa transpirar bem a pele, e a chance de “embolotar” é menor). Eles também têm bodies, macacões, e até saco de dormir.
  • Hering Kids: também tem peças num preço acessível, que vão do básico até roupas para um programa mais bacana. Sabem o que eu mais gosto na marca? Que ela veste crianças pequenas, grandes, e chega até os adolescentes. Hoje em dia tenho algumas filhas de amigas que estão na faixa de 10, 11 anos, e é muito difícil encontrar roupas para elas, que ainda tenham um ar de criança (mas que elas tenham vontade de usar). Depois de rodar muito, acabo caindo na Hering e encontro o que preciso.
  • Fábula: eu acho as peças de lá uma verdadeira riqueza, de encher os olhos (linda MESMO). É a marca infantil da FARM, que muita gente já conhece. O forte de lá são os vestidos e as batas, todos coloridíssimos e alegres. É uma marca para meninas, ok? Tem loja virtual (os preços são um pouco mais altos do que parte das marcas já citadas).
  • Zara Kids: são roupas bem graciosas, que você pode usar em qualquer passeio. Tem a linha feminina e a masculina, ambas de bom gosto. Bom custo-benefío para comprar calças, vestidos, malhas, casacos, camisetas mais transadas, e até acessórios. Os vestidinhos rendados costumam ser lindos!

Outras marcas: se você ainda não cansou do post, seguem outras sugestões por tipo de peça!

  • Meias: gosto da Puket para as meias antiderrapante ou com elástico, que você põe no pé na criança e ela passa o dia todo em casa, durante os meses de frio. Para meias de escola, ou do dia a dia, gosto da Lupo (porque o elástico dura e não encolhem).
  • Calcinhas: as da Titétis são as melhores! De algodão macio, elástico que não incomoda. Tenho várias, e são as mais usadas pela pequena. As da Puket também são legais, mas o tecido é outro.
  • Maiôs: os da L’été são ótimos – lindos, e duram uma vida (esse da foto, de princesa, é de lá). A qualidade é excelente, mas o preço não é barato (aproveite as liquidações para comprar, porque é um artigo muito bom). Adoro também os da Lygia e Nanny (temos um modelos mãe e filha lindo, que usamos muito e ainda está super inteiro!). Os da PUC são legais (custam um pouco menos e duram também menos), e sempre existem os da Renner (baratos, que quebram o galho para quem quer gastar pouco).



Arquivado em: ComprasRoupas Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail