Hoje tem um post super importante para as mamães que enfrentam problemas de sono com os filhos em casa! E para aquelas que estão sentindo esse processo “desandar”, mas não sabem o porquê, também! Você já pensou na importância da rotina que mantém durante a manhã para o sono do bebê? Muito se fala sobre a rotina na hora de dormir, mas sobre essa, do momento de acordar, quase ninguém fala! Por isso, vale a leitura de mais um texto super bacana da nossa consultora de sono, a Michele Melão! Vem ver!

Por Michele Melão

Muitas famílias fazem um ritual de sono para as crianças – banho, massagem, alguma música relaxante, histórias… Enfim, algo que relaxe e sinalize para o filho que chegou a hora de dormir. Entretanto, existe uma rotina muito importante, a que poucas famílias se atentam – a rotina da manhã, que mostra para a criança que a noite acabou e devemos começar o dia!

Publicidade

Imagem: 123RF

A primeira pergunta dos pais deve ser: por que eu preciso fazer uma rotina de manhã?

Vamos pegar um exemplo de uma criança que às vezes acorda muito cedo. Durante a semana ela vai para a escola. Durante o fim de semana, os pais pegam essa criança e a levam para a cama deles, para esticar um pouco mais o sono. Outras vezes, se ela acorda mais cedo do que o normal, a criança sai do berço e vai para uma cama auxiliar, dormir com alguém, justamente para esticar um pouco o sono. Alguns pais ainda levam para a sala, ligam TV na madrugada, deixam a criança adormecer novamente no sofá ou mostram brinquedos (na tentativa de relaxar a criança) e trocam fralda. Isso pode causar uma confusão e ser o início de uma regressão de sono – ou seja, seu filho pode começar a acordar cada vez mais cedo, porque para ele não precisa estar claro para ter alguma atividade!

No caso do seu filho acordar às 5h e não conseguir manter o sono, tenha sempre a mesma atitude (que pode ser até levar para a cama dos pais, por mais alguns minutos de sono!), mas não fique mudando as estratégias. Acorde seu filho perto do horário correto (ex.: 6:30h) e comece a rotina do dia. Ao levar para a cama dos pais, a segurança da criança deve ser um ponto de atenção. A melhor opção é sempre deixar no berço, mesmo que o quarto seja compartilhado.

Se o horário de começar as atividades da sua casa durante a semana é 6:30h da manhã, a dica é: se seu filho acordar 6:30h aos finais de semana, comece sua rotina, porque já estará claro e é assim que o ciclo circadiano dele funciona.

A rotina da manhã ensinará seu filho a entender que o dia começou, e que ela deve acontecer sempre em horários aproximados. Isso fará com que o ciclo circadiano do seu filho seja sincronizado, com ele durma a noite noite, passe mais tempo acordado durante o dia e tenha horário para dormir e para acordar também. Ou seja, isso evitará diversos problemas de sono, e só ajudará o processo de sono do pequeno a se estabilizar.

Publicidade

Como fazer esta rotina?

Pode ser por meio de ações simples, como tirar seu bebê do berço, abrir as cortinas, trocar a fralda, mudar a roupa dele, colocar uma música (sempre a mesma) – sinais de que a noite terminou. Então leve seu filho para outro ambiente (cozinha ou sala), para que seja alimentado. Tais atitudes simples vão diferenciar bastante esse ritual do feito à noite, no qual geralmente há banho, luz baixa e a alimentação é feita em um ambiente bem calmo.

É importante salientar que a rotina da manhã não vai fazer seu filho acordar mais tarde. Ela vai evitar que problemas de sono, como o surgimento de “crianças madrugadoras“, se desenvolvam. Portanto, ela funciona mais como uma prevenção.

Além da rotina, existem diversos fatores que influenciam o sono das crianças, como as associações, hábitos da família e atividades diárias. Para resolver um problema de sono, todos os aspectos devem ser estudados, para que os pais descubram o que está errado e qual é a melhor forma para a família, e principalmente para o bebê, de tratar aquele problema.