Seja grata pela felicidade de ter um filho

Por 4 Comentários


Ah, esse tal de agradecimento. Eu não sei se você já parou para pensar, mas parece que só nos lembramos dele quando algo ruim aconteceu, e depois foi embora. Como quando seu filho ficou doente, foi parar no pronto-socorro, talvez tenha sido internado, até que, felizmente, voltou a ficar saudável. Nesse dia você agradeceu, e muito! Ou quando você perdeu o emprego, ficou meses com o dinheiro contado, sem saber de onde viria a luz, até que conseguiu um trabalho novamente. Aposto que nessa hora você olhou para o céu e se sentiu a pessoa mais grata desse mundo.

Imagem: 123RF

Imagem: 123RF

Mas a verdade é que, no dia a dia, muitas vezes nós nos esquecemos desse sentimento. Estamos tão envoltas nas tarefas diárias com um bebê, com uma criança pequena, que ao encostar a cabeça no travesseiro só resta aquele momento de despressurização, aquela sensação de “que bom que sobrevivi a mais esse dia”. Principalmente no início da vida de um filho, quando precisamos nos dedicar de corpo e alma a ele durante as 24 horas do dia, 7 dias por semana – sem trégua, e muitas vezes sem ajuda – é muito fácil que deixemos passar a oportunidade de agradecer pelas coisas mais simples. O que é uma pena, porque há tanto ao nosso redor, que só conseguimos nos dar conta quando perdemos, mesmo que momentaneamente.

Por isso, só por hoje:

– Agradeça pelo sorriso do seu filho ao nascer do dia, mesmo que ele tenha acontecido às 5h da manhã (e você ainda esteja exausta do dia anterior).

– Agradeça pelo passeio no sol, pelas gargalhadas quando você faz careta, pelos pés gordinhos, pelo cheirinho de cabelo de anjo. Porque são coisas que passam rápido, mas que dão lugar a outras igualmente deliciosas.

– Agradeça por sua casa bagunçada, pelas paredes pintadas, pelos brinquedos espalhados. Porque eles são a prova de que seu filho está se desenvolvendo com alegria.

– Agradeça pelas crises de choro e até pela birra. Porque chegará o dia em que só sobrará o silêncio, e você terá uma saudade enorme de tamanha agitação na família.

– Agradeça pela saúde do pequeno. E mesmo que ele esteja doente por alguns dias, seja grata por ser algo passageiro (febre, falta de ar, tosse, braço quebrado passam!).

– Agradeça pela possibilidade de redescobrir o mundo, de voltar à infância, de ver as coisas com o filtro da simplicidade, que só uma criança tem. São experiências que um filho proporciona todos os dias – é só reparar nas coisas que fazem seus olhinhos brilharem.

– Agradeça pelos abraços, beijos, e declarações de amor que você recebe a todo o instante. Porque nada pode trazer tanta felicidade quanto saber que você é tão útil e amada.




Arquivado em: Papo de mãe Tags:

Comentários (4)

Trackback URL

  1. Raquel disse:

    Nívea,

    Que texto belíssimo! E tãããããõooo verdadeiro e profundo! Parabéns pela inspiração!
    E graças a Deus pela sua Catarina e pelos meus Gabriel e Alice e por todas as criancinhas lindas desse mundo! Que mais pais e mães reflitam sobre a grande benção que é ter uma preciosidade dessas por perto!

    um beijinho

  2. Juliana disse:

    Sou muito grata pois tenho um lindo filho e estou esperando uma linda moça! to super feliz!

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail