Estudo recente mostra como o recém-nascido enxerga os pais (muito bacana!)

Por 2 Comentários


Finalmente o pequeno chega ao mundo, e nós ficamos ansiosos por acompanhar cada etapa do seu desenvolvimento, não é mesmo? A dúvida se o filhote consegue enxergar as coisas ao seu redor e, principalmente, se nós, pais, somos visíveis a ele, aparece. Há quem diga que os recém-nascidos não consigam ver quase nada – mas quem tem filhos jura que eles acompanham visualmente o que está por perto, mesmo nos primeiros dias de vida.

Até hoje, poucas pesquisas científicas foram conclusivas a respeito desse assunto, mas, recentemente, um estudo muito bacana da Universidade de Psicologia de Oslo veio ajudar a elucidar essa questão. Aliando tecnologia, matemática, psicologia e conhecimentos sobre a visão das crianças, pesquisadores da Noruega estimaram que bebês de 2 a 3 dias de vida são, sim, capazes de identificar os rostos e as expressões dos pais, a uma distância de 30 cm.

imagem-recem-nascido

Imagem: Reprodução

A foto acima é um esquema produzido por esse trabalho e procura mostrar como o recém-nascido enxerga. Repare que quanto mais longe a pessoa está, menos nítida se torna sua imagem para o pequenino. A partir de 60 cm, o bebê já não consegue identificar os rostos dos pais – por isso, se você deseja que seu filho o veja, aproxime-se dele (a distância em que a mãe fica do pequeno durante a amamentação está dentro da faixa que permite uma boa visualização, e também por isso essa interação é maravilhosa!).

Outro ponto interessante sobre esta pesquisa é que ela ajuda a explicar o fato de que alguns bebês, nas primeiras semanas de vida, já conseguem imitar expressões faciais que veem (ou seja, muito antes de sua capacidade de visão estar totalmente desenvolvida). E algo que me chamou a atenção: a expressão mais facilmente detectada pelos filhotes seria o sorriso dos pais (muito mais do que o ar de surpresa, ou de irritação).

Portanto, vamos encher os dias de nossos pequenos com sorrisos, desde o dia em que os pegamos nos braços pela primeira vez? Sim, eles conseguem ver (e talvez aquela risadinha que você vislumbrou de volta não seja apenas um reflexo)!




Arquivado em: Desenvolvimento Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail