Historinhas são ótimas opções para uma diversão em família. As crianças adoram e é um momento onde os laços entre pais e filhos são firmados. E que tal contar histórias de princesa para a garotada?

Essas histórias costumam sempre conter uma boa dose de magia, fantasia e aquela luta entre o bem e o mal. Essas histórias também servem para mostrar que o certo, que o bem são sempre os vencedores.  

Princesas

Princesas – Foto: Freepik

Uma dica para deixar esse momento ainda mais divertido é entrar no personagem, você pode usar cada tipo de voz para um certo personagem, também pode usar acessórios para deixar a história mais envolvente.

Publicidade

Procure incluir a criança em algumas partes da história, ela pode responder por exemplo a fala do espelho, ou então cantar a canção dos anões. O importante é usar esse momento para desenvolver a imaginação dos pequenos e garantir uma boa dose de diversão. 

Então aproveite essas duas histórias de princesa para curtir com a criançada. 

Histórias de princesa – Branca de Neve e os 7 anões 

Branca de neve

Branca de neve – Foto: Freepik

Uma das histórias de princesa é a da Branca de Neve. Conheça!

Em um reino muito distante vivia uma bela rainha, que enquanto costurava, observava pela janela a neve cair. Em um momento de descuido, a rainha acabou perfurando o dedo e três gotas de sangue caíram sobre o chão.

Nesse momento, a bela rainha desejou ter uma filha que fosse branca como a neve, com lábios vermelhos como o sangue e os cabelos negros como a noite.  

Publicidade

Depois de algum tempo, a rainha conseguiu o que tanto desejava, um lindo bebê com lábios vermelhos, cabelos negros e com uma pele branca como a neve tinha acabado de nascer. Mas a pobre rainha ficou muito doente e acabou morrendo, deixando o pequeno bebê sob os cuidados do rei.  

O rei batizou a criança com o nome de Branca de Neve, pois ela era tão branca que lembrava a própria neve.

histórias de princesa

Desenhos dos 7 anões – Foto: Freepik

Após um tempo, o rei decidiu se casar novamente, só que agora, a nova rainha era uma mulher muito má, que só pensava em ser a mais bela do reino. A nova rainha possuía um espelho mágico, e todos os dias ela perguntava ao espelho: 

– Espelho, espelho meu, existe alguém mais bela do que eu? 

E o espelho sempre respondia a mesma coisa: 

Publicidade

– Não minha rainha, tu és a mais bela. 

Durante muitos anos a resposta do espelho era sempre a mesma, até que no aniversário de 17 anos da Branca de Neve o espelho respondeu de outra forma: 

– Sim minha rainha, Branca de Neve é a mais bela em todo o reino. 

A rainha ficou furiosa, “maldição, ninguém poderia ser mais bela do que ela”, então a rainha má percebeu que a única forma de ser a mais bela, era com o fim de Branca de neve. Ela mandou chamar o caçador e ordenou que ele matasse a princesa, e trouxesse o coração como prova.  

O caçador cumpriu o seu dever ao levar a garota para a floresta, mas ao olhar para a bela garota, o caçador não conseguiu fazer o que lhe foi ordenado. Então ele disse à Branca de Neve: 

– Você tem que fugir agora! Corra para a floresta e nunca mais volte. Eu vou levar um coração de algum animal para que a rainha pense que você morreu. 

Branca de Neve correu, correu muito, mas não sabia para onde ir, ela só conhecia o castelo, mas agora nem para lá ela poderia ir. Até que em algum momento, a bela princesa encontrou uma pequena casa, mesmo sendo pequena era um lindo lugar. Ela decidiu ficar um momento por lá e descansar um pouco.  

Em algum lugar próximo, 7 anões cantarolando estavam saindo do seu trabalho e voltando para o lar. Todos cantavam uma mesma canção: 

– Eu vou, eu vou, pra casa agora eu vou. Pararatimbum, pararatimbum. Eu vou, eu vou, eu vou, eu vou! 

Ao chegarem em casa, imagina a surpresa, uma linda princesa dormia em uma das camas. Branca de Neve acordou com a comoção e foi logo se apresentando:  

– Olá, sou Branca de Neve! Desculpa a invasão, mas não tinha outro lugar para ir. 

Então cada anão se apresentou: 

– Eu sou o Feliz! 

– E eu o Atchim “atchim”! 

– Eu o Dengoso. 

– Mestre! Ao seu dispor. 

– Eu sou o Soneca  

– E eu o Zangado “Grrr”. 

Depois de Branca de Neve falar sobre sua situação, os anões decidiram que Branca de Neve poderia ficar e em troca ela limpa e cuida da casa. Tudo parecia ficar bem, mas no outro dia, quando a rainha má pergunta ao espelho “se existia alguém mais bela do que ela” o espelho volta a responder: 

– Sim minha rainha, Branca de Neve continua sendo a mais bela do reino. 

A rainha ficou histérica, e percebeu que só ela mesma era capaz de acabar com a Branca de Neve. Ela se transformou em uma velhinha e envenenou várias maçãs e foi procurar por Branca de Neve. 

Enquanto isso, Branca de Neve estava na pequena casa dos anões, ela cantava e rodopiava, pois estava muito feliz por ter conseguido se livrar da rainha má. Até que de repente alguém bateu à porta “toc-toc”, quem poderia ser, ainda não era hora de os anões voltarem do trabalho. Branca de Neve foi ver quem estava batendo e que surpresa, era uma velhinha com várias maçãs em uma cesta. Então Branca de Neve perguntou: 

– Olá, a senhora precisa de ajuda? 

A velhinha respondeu: 

– Minha bela jovem, estou vendendo estas maçãs, você não gostaria de uma? 

Bem que Branca de Neve gostaria, mas ela estava sem dinheiro e não poderia pagar. Mas a velhinha respondeu: 

– Meu bem, receba essa maçã como um presente. 

Branca de Neve ficou muito feliz, mas quando ela deu a primeira mordida tudo em sua volta girou e no chão ela ficou. Quando os anões chegaram, imagine o horror, Branca de Neve estava morta! Os anões colocaram a bela princesa em uma caixa de vidro, e enquanto arrastavam a caixa encontraram um príncipe que ofereceu seu cavalo para ajudar a levar a bela moça. Mas ao continuarem o caminho, o cavalo tropeçou e a caixa balançou muito forte, fazendo com que o pedaço da maçã que engasgava Branca de neve voasse para fora da boca. Branca de Neve acorda, e todos festejam sua recuperação. Enquanto isso a rainha má pergunta novamente para o espelho: 

– Espelho, espelho meu, existe alguém mais bela do que eu? 

– Sim minha rainha, Branca de Neve é a mais bela de todo o reino 

A rainha má não suporta essa notícia, e de tanta raiva ela acaba morrendo. Branca de Neve, os sete anões e príncipe viveram felizes para sempre.  

Temos outras histórias de princesa, uma delas é a da Cinderela. Confira!

Cinderela

histórias de princesa

Histórias de princesa – Foto: Freepik

Uma das outras histórias de princesa mais marcantes é a da Cinderela. Conheça a história!

Era uma vez uma bela jovem chamada Cinderela. Cinderela vivia com seu pai, que era um comerciante muito rico e viúvo. Antes do pai de Cinderela morrer, ele se casa novamente, só que sua nova mulher é muito má e não gosta nem um pouco da Cinderela.  A pobre jovem virou uma empregada e tem que cumprir todos os caprichos de sua madrasta e das duas filhas dela. Todo dia era a mesma coisa: 

– Cinderela! Lave essa louça. 

– Cinderela! Passe nossos vestidos. 

– Cinderela! Limpe toda essa casa. 

A jovem vivia para servir a madrasta e as filhas. Em um dia qualquer, Cinderela percebeu uma agitação e perguntou: 

– Nossa, que agitação! Temos boas notícias? 

Uma das filhas da madrasta foi logo respondendo: 

– Acabamos de receber a melhor notícia de todas, o príncipe procura uma esposa e convidou todas as donzelas para um grande baile! 

Cinderela achou isso maravilhoso, pois seu sonho era ir em um lindo baile e dançar todas as canções. Com o coração cheio de esperança ela disse: 

– Um baile! Meu maior sonho é participar de um evento como esse. 

Mas a madrasta má foi logo respondendo: 

– “Ha Ha Há” Mas só sonho mesmo, pois em um baile de verdade você nunca vai estar! 

Cinderela ficou arrasada, até quando teria que suportar tanto desprezo e maldade. Enquanto a madrasta e as filhas estavam indo para o baile, Cinderela ficou em seu quarto, sozinha e triste. Mas de repente uma luz apareceu, e de lá saiu uma linda fada madrinha, que foi logo dizendo: 

– Não chore minha jovem, sou sua fada madrinha e vou levar você para o baile. 

Cinderela não podia acreditar no que estava ouvindo, era tudo que ela mais queria, mas ela nem vestido tinha para um grande evento. Mas antes mesmo de expressar sua preocupação, a fada madrinha já foi resolvendo o problema. Balançando a varinha ela disse: 

– “Bibbidi Bobbidi-Boo”! Um belo vestido essa jovem terá! 

Então tudo em volta de Cinderela se transformou, quando olhou o mais belo vestido encontrou. Cinderela não podia acreditar, ela realmente iria ao baile. Mas agora que ela tinha um novo vestido, também precisaria de um par de sapatos. A fada madrinha novamente falou: 

– “Bibbidi Bobbidi-Boo”! Um belo sapato essa jovem terá! 

Cinderela ficou maravilhada, um par de sapatinhos de cristais apareceu como mágica em seus pés. A fada madrinha continuou: 

– Também vamos precisar de uma carruagem para levar você, que tal essa abóbora e esses 6 ratinhos?  

Então a fada madrinha fez sua mágica: 

– “Bibbidi Bobbidi-Boo” Uma carruagem com quatro cavalos e dois cocheiros essa jovem terá! 

A abóbora virou uma majestosa carruagem, enquanto os ratinhos se transformaram em quatro cavalos e dois cocheiros.  

Cinderela

Histórias de princesa – Foto: Freepik

Cinderela não sabia como agradecer, ela abraçou a fada madrinha com todo afeto e agradeceu com todo coração. Mas a fada alertou: 

– Minha querida Cinderela, o encantamento terminará à meia-noite, volte para casa antes da última badalada.  

Quando chegou ao baile, Cinderela não sabia como segurar a emoção, e quando desceu as escadas para entrar no salão, todos exclamavam “essa é a mais bela da noite”. Todos ficaram encantados com tamanha beleza, principalmente o príncipe, que foi logo ao encontro da bela jovem. 

Cinderela e o príncipe dançaram durante toda a noite, mas de repente “ding-dong”, o relógio marcava meia-noite e Cinderela lembrou das palavras de sua fada madrinha e correu.

O príncipe não podia acreditar, ele tinha que saber o nome daquela bela jovem, mas ao chegar nas escadarias, só um par de sapatos de cristal encontrou.

O príncipe ficou arrasado, ele tinha certeza que aquela bela jovem era o amor de sua vida. Então ele prometeu a si mesmo que ele procuraria em todos os lugares possíveis e encontraria aquela donzela. 

Ao voltar para casa Cinderela só podia chorar, tivera a noite mais mágica, mas ela sabia que sua vida real era aquela, servindo sua madrasta e as filhas. Ao amanhecer, uma nova mensagem a família recebeu: 

– Sua Alteza mandou avisar, “aquela donzela em que o sapato encaixar será a mulher com a qual me casarei.”

O alvoroço foi enorme, uma das jovens até desmaiou. A madrasta foi logo mandando que as filhas ficassem prontas e impecáveis para receber a visita do príncipe.

Cinderela só podia observar, ela sabia que sua madrasta de forma alguma iria permitir que ela participasse.

Quando o príncipe chegou a primeira jovem logo tentou encaixar o pé no sapatinho, mas o pé era grande demais para caber em um delicado sapato. A próxima jovem foi mais esperançosa, mas o pé era pequeno demais para caber no sapatinho de cristal.  

O príncipe já estava perdendo a esperança, até que ele percebeu uma linda jovem escondida atrás da porta. Quando o príncipe mandou trazer a jovem, a madrasta foi logo exclamando sua indignação: 

– Sua Alteza não deve perder seu tempo com essa garota, ela não passa de uma criada! 

Mas o príncipe não quis nem ouvir, ele sentia que de alguma forma conhecia aquela jovem. Então assim que o príncipe colocou o sapatinho no pé de Cinderela, o encaixe foi perfeito. A madrasta ficou furiosa, Cinderela não podia ser a tal donzela, as jovens chorando gritavam: 

– Mamãe! Você não pode deixar Cinderela ficar com ele. 

Mas de nada adiantou o drama, o príncipe finalmente encontrou sua bela dama, ele tirou Cinderela daquela casa terrível e a levou para o mais belo castelo. Cinderela e o príncipe viveram felizes para sempre. 

Gostou das histórias de princesa? Confira as histórias para dormir também.