O corante natural e comestível é uma ótima carta na manga para tornar as refeições das crianças mais divertidas ou aprimorar aquela sobremesa especial. Além disso, eles trazem mais benefícios do que os corantes industrializados, justamente por serem feitos de maneira artesanal e sem tantos produtos químicos. Confira a seguir, como produzi-los em casa.

Corantes para comida. Foto: Freepik

Corante natural na cor verde

A base para o tom esverdeado é espinafre. Além de ser rico nas vitaminas A, C e E, ele dá um tom especial às receitas e é facinho de ser feito.

Ingredientes

Publicidade
  • Espinafre (a quantidade que preferir)
  • ½  xícara de chá de água 
  • Uma peneira 

Modo de preparo 

Bata o espinafre e a água no liquidificador até obter um líquido homogêneo. Em seguida coe e use onde preferir! O gosto do corante não fica nas receitas.

 

Vermelho

Várias frutas e verduras permitem a produção do corante, varia da necessidade do tom de vermelho. Entre as opções para o corante natural estão morangos, framboesa e beterraba. 

Ingredientes 

  • 1 xícara da fruta ou verdura que preferir 
  • ½ xícara de chá de água 
  • Uma peneira

Modo de preparo

Publicidade

Se a opção escolhida foi morango ou framboesa, bata as frutas com água no liquidificador e em seguida passe na peneira. Já se preferiu ir com a beterraba, comece fazendo o suco dela. Leve o líquido a fogo baixo para fazer a redução e deixá-lo mais concentrado. Espere esfriar e está pronto! 

 

Roxo e azul 

O modo de preparo é parecido com as outras cores, só muda os ingredientes usados. É possível fazer com amoras ou com repolho roxo! 

Ingredientes 

  • uma xícara de chá de amoras ou algumas folhas de repolho
  • ½ xícara de água
  • Uma peneira

No caso das amoras, basta batê-las com água e depois coar. Já com o repolho, é necessário ferver as folhas e coar a água do resultado. 

 

Publicidade

Se quiser transformar essa água do repolho roxo em azul, basta adicionar uma colher de bicarbonato de sódio e mágica está pronto!