4 PANCs (plantas alimentícias) nutritivas para cultivar com as crianças

Por 0 Comentários


Você já ouviu falar sobre as PANCs? A sigla refere-se às plantas alimentícias não convencionais – e elas vêm conquistando cada vez mais espaço em hortas comunitárias e escolares, pelo seu fácil cultivo e adaptação. E justamente por esses motivos, elas são muito bem-vindas na horta caseira também!

Se você já tem ou pretende começar uma horta em casa com o seu filho, vale a pena conhecer algumas PANCs. Cultivadas em casa, sem dificuldade, elas ainda se tornam ótimos alimentos, pois são fontes de nutrientes importantíssimos.

A seguir, você confere 4 PANCs fáceis de cultivar, muito nutritivas e deliciosas, que podem ser utilizadas até mesmo no preparo de bolos. Vem ver!

Capuchinha

pancs capuchinha
Imagem: 123RF

A capuchinha (Tropaeolum majus) pode ser encontrada em tons de amarelo, laranja e vermelho. E são as suas pétalas coloridas (sim!) a parte que se consome – até porque é nessa região vibrante que se concentram os carotenoides, compostos que atuam como antioxidantes e se convertem em vitamina A no organismo.

Seu gosto lembra o do agrião e ela pode ser colocada em saladas (já imaginou quantos desenhos em pratos vai dar para fazer com ela?). Já as folhas da capuchinha, também comestíveis, servem para temperar molhos, maionese e salpicão. Essa PANC se desenvolve bem quando plantada em solos férteis, especialmente nos meses de temperatura mais amena.

Veja direitinho no vídeo abaixo como plantar na sua casa:

Ora-pro-nóbis

Imagem: 123RF

Sabia que essa plantinha concentra tanta proteína nas suas folhas que é chamada de carne verde? É verdade! Ótima pedida para mães vegetarianas, a ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata) é espinhosa, podendo ser plantada inclusive como cerca viva. Para manter suas folhas grandes para o consumo, o ideal é podá-la e adubá-la frequentemente.

E olha uma dica legal para utilizá-la na cozinha: suas folhas podem fazer parte de massas de bolos coloridos, como um corante natural verde. Também pode ser consumida crua em saladas ou cozida em refogados (só evite picá-la, pois solta baba).

Veja também: Como fazer uma horta em casa com as crianças

Taioba

Imagem: 123RF

O ferro é um dos nutrientes mais importantes para o crescimento das crianças. E a taioba (Xanthosoma sagittifolium) tem de sobra! Se o seu filho gosta de couve, experimente substituí-la um dia por essa PANC, pois o sabor dela, refogado, lembra o da hortaliça, sendo inclusive uma boa opção para fazer charutinhos e um ótimo acompanhamento para feijoadas.

Assim como várias outras PANCs, a taioba nasce espontaneamente no mato, mas seu cultivo também vai bem em solos férteis. A única ressalva é para não consumi-la crua, pois ela possui alto teor de cristais de oxalato de cálcio (substância associada à formação de pedras nos rins).

Cúrcuma

pancs curcuma
Imagem: 123RF

Mais um corante natural que você pode plantar no quintal da sua casa é a cúrcuma (Curcuma longa). Também chamada de açafrão-da-terra, as suas raízes são comestíveis e, delas, se extrai esse corante amarelado, rico em uma substância chamada curcumina, que possui propriedades antioxidante e anti-inflamatória.

Basta triturar ou ralar a raiz da cúrcuma para obter esse corante, que pode servir para turbinar o arroz e temperos de carnes (só não use em excesso, pois tem sabor amargo). É mais uma PANC fácil de cultivar, só não pode faltar água!

Veja também: Truques de mãe para turbinar as refeições dos filhos (sua mãe já usava!)

E você? Tem mais alguma PANC que tem feito parte do seu quintal e das suas refeições em família? Me conta nos comentários!


 



Arquivado em: AlimentaçãoAtividadesVida sustentável Tags:

Deixe seu comentário