De fato, a Síndrome do Túnel do Carpo é uma doença – e não é um assunto novo no Mil Dicas de Mãe. A doença é muito comum em gestantes, mas pode surgir também por outros hábitos, como a má posição dos braço, assim como por realização tarefas muito pesadas ou muito repetitivas.

No caso das mamães, a doença tende a desaparecer até 40 dias depois do parto. Entretanto, alguns casos permanecem e requerem cirurgia.

Para aliviar o desconforto, separamos 10 dicas que podem te ajudar a aliviar as dores da Síndrome do Túnel do Carpo com pequenas ações no dia a dia.

 

Publicidade
  1. Enriqueça sua alimentação com ômega-3

Foto: Freepik

O ômega-3 é um ácido graxo muito encontrado em óleos de peixes e óleos vegetais. Sua principal função é auxiliar o crescimento, fortalecer a saúde humana e contribuir de maneira anti-inflamatória para o corpo.

Há duas maneiras super fáceis de consumi-lo nas refeições:

  • Linhaça: adicione o cereal ao seu iogurte favorito ou até na salada. A dosagem ideal gira em torno de duas colheres de sopa por dia, mas é importante consultar-se com um nutricionista para saber qual a quantidade ideal para o seu corpo.
  • Consuma peixes mais gordurosos como salmão e sardinha. Eles são conhecidos por ter fortes efeitos anti-inflamatórios e podem aliviar as dores da síndrome.

 

  1. Descubra os efeitos da Bromelina

Foto: Freepik

Proveniente do abacaxi, Bromelina é uma enzima digestiva também com reação anti-inflamatória. É recomendável consumi-la em jejum, para evitar que o alimento presente no estômago absorva a enzima. O complexo normalmente é vendido em cápsulas e pode ser encontrado em farmácias ou lojas de produtos naturais, é possível ingeri-lo pelo abacaxi também.

Publicidade

Recomendamos consultar um médico para saber a dosagem ideal para você.

 

  1. Imersão e compressas

Foto: Freepik

Outra maneira de aliviar as dores e os incômodos é com compressas de frio e calor. Para o frio, enrole uma toalhinha fina, com gelo, no pulso. Repita ação todos os dias, antes de dormir, por pelo menos duas horas.

Para o calor, deixe os pulsos imersos em água morna por, aproximadamente, 15 minutos antes de dormir.

Note que, cada caso pode requerer um tratamento específico, então é importante ter o acompanhamento de um fisioterapeuta.

Publicidade

 

  1. Cuidado com as mãos na hora de deitar

Foto: Freepik

Ao dormir, uma má posição pode ser crucial na piora das dores. Prefira imobilizar o pulso com uma tala que não permita a dobra e evite pressionar o local, como colocar a mão embaixo do travesseiro ou dormir em cima do local prejudicado.

Normalmente, pessoas com a Síndrome do Túnel do Carpo costumam ter fortes dores durante a noite.

 

  1. Pomadas de arnica e anti-inflamatórios naturais

Foto: Freepik

A arnica é famosa por aliviar dores musculares e em tendões. No caso da Síndrome do Túnel do Carpo, procure aplicar a pomada pelo menos duas vezes por dia, massageando desde o antebraço até a palma da mão.

Mas lembre-se de evitar a aplicação, caso existam feriadas abertas ou rachaduras na pele.

 

  1. Magnésio

Foto: Freepik

Aumentar as doses de magnésio na alimentação também pode auxiliar no tratamento. Ele é o famoso mineral que ajuda na síntese das proteínas, além de regular a contração dos músculos e o equilíbrio do cálcio, potássio e sódio. Você pode encontrá-lo em alimentos como uva, banana, abacate e grãos como nozes e amendoim.

 

  1. Exercícios de alongamento e relaxamento para o corpo

Foto: Freepik

Fortalecer o resto do corpo também ajuda na hora de aliviar as dores da Síndrome do Túnel do Carpo. Um dos exercícios recomendados é a yoga.

Ao mesmo tempo em que a prática relaxa o corpo por meio de técnicas de respiração, ela ajuda no fortalecimento muscular e no alívio corporal, porque equilibra a tensão do corpo.

 

  1. Acupuntura

Foto: Freepik

O recurso terapêutico, famoso pelas agulhas, também é uma opção de tratamento alternativo, porque a técnica chinesa usa os instrumentos para estimular determinados pontos do corpo, visando a manutenção e recuperação da saúde.

Como a acupuntura ajuda a estimular o sistema nervoso, moléculas neuroquímicas são liberadas, e dessa forma agem no alivio da dor da Síndrome do Túnel do Carpo graças a mudanças bioquímicas no corpo do paciente.

 

  1. Realize exercícios estimulantes das mãos e use objetos ergonômicos

Foto: Freepik

Para estimular os movimentos da área afetada pelas dores da Síndrome do Túnel do Carpo, faça alguns exercícios como:

  • Abra e feche as mãos, porque o movimento estimula a circulação do sangue.
  • Alongue o polegar, pressionando com a outra mão de maneira que “estenda” o tendão para fora. Repita até cinco vezes.
  • Mova as mãos em forma de círculos, colocando primeiro a palma para baixo.
  • Use bolinhas especiais de fisioterapia ou pesinhos, estimulando a força do pulso.

 

Antes de começar os exercícios, é recomendável que consulte um médico fisioterapeuta para saber a quantidade certa e a potência dos exercícios, porque eles podem variar conforme o seu caso de Síndrome do Túnel do Carpo.

 

  1. Priorize uma rotina saudável

Foto: Freepik

Os resultados têm mais chances de serem positivos quando o paciente leva uma vida saudável de maneira geral. Por isso evitar comidas com muitos açúcares e tabaco são atitudes que contribuem para todos os aspectos da sua vida.

Então, priorizar a saúde por meio de ações como uma dieta rica de frutas e verduras, beber água frequentemente, boas noites de sono e exercícios físicos saudáveis ajuda de maneira geral, porque melhora o sistema circulatório e pode, consequentemente, aliviar as dores da Síndrome do Túnel do Carpo.

Enfim, antes de se automedicar ou começar um tratamento sozinha em casa, mesmo que natural, consulte um médico para ter certeza sobre seu diagnóstico e qual o tratamento ideal para o seu caso!