Estamos iniciando mais um Outubro Rosa, mês de conscientização do câncer de mama. E é sempre importante falarmos de hábitos de prevenção dessa doença, que acomete um grande número de mulheres. Aqui no blog você já viu que a gestação e a amamentação diminuem o risco da doença e, agora, verá que certos hábitos alimentares podem ser mais uma ferramenta a nosso favor contra a enfermidade.

Imagem: 123RF

Cada vez mais, os cientistas vêm revelando o quanto a alimentação pode ser uma aliada contra os diversos tipos de tumor, incluindo o câncer de mama. E, recentemente, pesquisadores revelaram que dois ingredientes que todo brasileiro tem em casa podem ser eficazes para prevenir a doença. Ótima notícia, certo? Então leia esse post até o fim, pois as informações são bastante úteis.

Olha só que interessante: um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Buffalo (EUA) e da Universidade de Porto Rico apontou que o consumo de alho e cebola ajuda a diminuir o risco de câncer de mama em mulheres. É isso mesmo – alho e cebola. A seguir, entenda como os estudiosos chegaram a essa conclusão.

Publicidade

O estudo e os resultados

A pesquisa, feita em Porto Rico, foi incentivada pelo fato de que a taxa de ocorrência de câncer de mama na ilha caribenha é menor do que a registrada nos Estados Unidos como um todo (Porto Rico é considerado um território americano não incorporado). Considerando possíveis fatores que levariam a esse quadro, os pesquisadores notaram que o consumo de cebola e alho é acentuado na população porto-riquenha. Além de incorporarem os dois ingredientes no preparo do arroz e do feijão, os habitantes da ilha são muito adeptos ao sofrito, um tempero feito de alho, cebola, ervas e outros ingredientes naturais, que pode ser utilizado na preparação de várias receitas típicas.

Analisando dados de mais de seis anos de estudo, realizado com mais de 600 porto-riquenhas entre 2008 e 2014, os pesquisadores concluíram que as mulheres que consomem alho e cebola constantemente têm uma chance menor de desenvolver câncer de mama. Quando o sofrito entra na equação, os resultados são ainda mais precisos: mulheres que consomem essa mistura duas vezes ao dia têm 67% de chances a menos de desenvolver a doença, em comparação às mulheres que não são adeptas ao tempero.

Segundo a pesquisadora Gauri Desai, que liderou o estudo, e a professora Lina Mu – ambas da Universidade de Buffalo -, a cebola e o alho são ricos em flavonoides e compostos organossulfurados, nutrientes que demonstram propriedades anticancerígenas tanto em humanos quanto em animais, em outras pesquisas já realizadas.

Por isso, uma boa prática para nós, brasileiras, pode ser a substituição do uso de temperos prontos pelos caseiros, feitos com alho e cebola. O cuidado, aliás, é importante pensando não só na prevenção do câncer de mama, mas também na saúde como um todo, já que alimentos industrializados são ricos em sódio e outros componentes artificiais maléficos à saúde.

Veja também: Conheça os direitos do INSS garantidos a mulheres com câncer de mama