Bebê pode tomar chá? A resposta depende da idade!

Por 0 Comentários


Os chá são conhecidos por ajudar a dormir melhor, aliviar desconfortos na barriga e relaxar. De fato, o uso do chá tem muitos benefícios – e que bom seria se os nossos bebês pudessem desfrutar deles desde o início da vida, não é mesmo? Por isso, muitos pais têm a seguinte dúvida: bebê pode tomar chá? Há algum problema se eu der para o meu filho?

Pois bem, a recomendação formal dos pediatras é a de que bebês não podem tomar chá até uma certa idade. Nesse post você entende o porquê e qual o momento indicado para que os pequenos possam começar a beber um chazinho!

Bebê tomando chá
Imagem: 123RF

Bebê pode tomar chá?

Quando falamos de bebês até seis meses de idade, a máxima é: eles não podem tomar chás e nenhum outro líquido além do leite materno (e/ou fórmulas devidamente prescritas pelo pediatra) nesse período. A recomendação é da Organização Mundial de Saúde, que indica que a amamentação exclusiva deve ocorrer até o sexto mês após o nascimento. Apostar apenas na amamentação, nessa fase, reforça a imunidade da criança (pois os anticorpos da mãe são transmitidos ao bebê pelo leite) e reduz a chance de desmame precoce.

Ou seja: apesar de o chá se tratar de um alimento natural e repleto de benefícios, a hidratação no início da vida da criança deve ser sustentada apenas pelo leite materno. Isso porque, além de hidratá-la, este é o único alimento capaz de oferecer todos os nutrientes de que ela precisa para se desenvolver. E outra: se forem ofertados água, chá e outros líquidos ao pequeno nessa fase, por mais naturais que esses alimentos sejam, eles diminuem os efeitos do leite materno, assim como sua quantidade ingerida. Isso compromete o crescimento do bebê e ainda pode sobrecarregar os órgãos (e se o problema for cólica, há outras maneiras eficazes de aliviar o desconforto na barriga sem os chás – veja como aqui).

Já depois que completa seis meses, daí, sim, o bebê pode tomar chá, água e alguns outros líquidos (porém, a Organização Mundial de Saúde recomenda que pelo menos até os dois anos de idade o aleitamento materno continue, de maneira complementar, na alimentação do bebê).

Veja também: O que servir ao bebê entre os 6 meses e 1 ano

Após a idade certa, existe alguma restrição para ofertar chá ao bebê?

Entre os sabores mais populares de chás, o chá-mate e o chá preto não são recomendados aos bebês e crianças pequenas, por possuírem excesso de cafeína. O problema é que a substância atrapalha a absorção de nutrientes importantes para o crescimento, como ferro e zinco, e ainda prejudica o sono e pode deixar os pequenos irritados.

Mais um cuidado importante é em relação aos açúcares. O ideal é que até o primeiro aniversário a criança não receba alimentos açucarados (nem com mel). Portanto, procure ofertar o chá sem açúcar, o que também é válido para o pequeno ir se acostumando com o sabor natural do alimento. Ainda evite oferecer chá antes das refeições, para não comprometer o apetite.

De resto, os sabores estão liberados e a hora do chá pode, inclusive, fazer parte da rotina da criança antes de ir para a cama (só fique atento à planta que for utilizar, pois algumas são estimulantes. Para dormir, camomila e maracujá são algumas opções bacanas). Oferecer chá como uma solução natural para aliviar cólicas e gripes também é válida! Só não esqueça de escovar os dentes do pequeno antes de dormir, combinado?

Veja abaixo: Dicas para produzir mais leite materno


 



Arquivado em: AlimentaçãoCuidados diários Tags:

Deixe seu comentário