Colégio com orientação religiosa – por que é uma boa ideia?

Por 7 Comentários


Estamos quase no fim do ano e tenho certeza de que uma de suas maiores preocupações no momento é a escolha da escola que o filhote cursará no ano que vem. Demorei muito para definir o colégio para o qual Catarina irá em 2017 – hoje ela está em uma escolinha que eu amo, mas que só tem Educação Infantil e, por isso, a mudança já era esperada.

Passei os últimos meses pesquisando locais, conversando com coordenadoras, avaliando espaços físicos, propostas pedagógicas, e também me perguntando quais eram, para mim, as características da escola desejada. E, depois de pensar muito, acabei escolhendo um colégio que está vinculado a uma instituição religiosa (aliás, comentei sobre isso em uma das redes sociais do blog, e muitas mães me perguntaram o motivo da minha decisão, e acho que conseguirei falar um pouquinho sobre isso nesse post).

marista-1

Claro que, para mim, uma boa escola tem uma proposta pedagógica consistente, bons profissionais e consegue apresentar aos seus alunos alguns dos conhecimentos de que eles precisarão para uma formação acadêmica sólida. Mas, sendo muito sincera, eu espero muito mais de um colégio: espero que ele tenha um ambiente saudável para desenvolver os valores em que acreditamos (respeito, generosidade, por exemplo), que a Catarina possa desenvolver boas amizades (que ela levará para a vida), e que haja um trabalho conjunto entre família e escola, não só para que minha filha tenha um bom desempenho acadêmico, mas para que seja uma criança feliz. E, na região em que iremos morar no ano que vem, encontrei tudo isso em um colégio que nós costumamos chamar de “religioso”, ou “confessional”.

Algo que percebi durante o dia de vivência que tivemos lá (no qual Catarina ficou com outras crianças da mesma idade, enquanto os pais também passavam por atividades) é que as outras famílias que procuravam esse colégio tinham esses mesmos anseios em relação à escola. O que me deixou muito tranquila, porque estávamos falando a mesma língua! Como imagino que muitas mães que leem o blog tem dúvidas sobre esse tipo de escola, decidi trazer nesse texto uma entrevista com a coordenadora psico-pedagógica do Colégio Marista Glória de São Paulo, uma das escolas Maristas do Brasil. Espero que ela traga um pouco mais de informação a vocês, mães, que estão nessa busca para a educação dos seus filhos!

 marista-2

Qual é a importância da relação entre a escola e a família para o aprendizado da criança? 

A relação escola e família é um diferencial da educação Marista e essencial para a formação das crianças e jovens. A unidade de linguagem, a clareza e o suporte às decisões e posicionamentos da família e da escola demonstram, para as crianças e jovens, acolhimento e segurança nos dois ambientes mais importantes de sua vida.

 

Como são as famílias que escolhem um colégio como o Marista? O que elas procuram na escola?

As famílias que optam por matricular seus filhos nos nossos colégios, de acordo com entrevistas e pesquisas que realizamos, demonstram um perfil exigente e que buscam um equilíbrio entre a formação humana e acadêmica para seus filhos. Demonstram a preocupação com a felicidade deles e que seus filhos sejam “boas pessoas”, que pratiquem o bem, conseguindo marcar sua presença no mundo de maneira positiva, olhando o mundo pelas lentes da solidariedade, do respeito e da sustentabilidade.

 

E quando o aluno tem outra religião?

Recebemos alunos católicos, mas também famílias das mais diversas religiões. Nesses casos, a formação integral, o trabalho desde a educação infantil com a Dimensão da Religiosidade que permeia as relações humanas é o diferencial que faz as famílias optarem pelo Marista, já que são valores universais. É importante notar que todos os alunos têm suas escolhas respeitadas.

Se você quiser conhecer um pouco mais sobre os Colégios Maristas, é só clicar nos links abaixo. E no fim do post tem um vídeo com mais informações, dá uma espiada!

Colégios Maristas em SP: 

arqui-2-side

Colégios Maristas em Ribeirão Preto

ribeirao1-side

Colégio Marista em Goiânia:

goiania

selo




Arquivado em: EducaçãoPublieditorial Tags:

Comentários (7)

Trackback URL

  1. Luciana disse:

    Oi!!! A proposta do Marista e Boa… Mas na prática é uma escola elitista… sua filha será conhecida não como a “Catarina ” e sim a filha da “blogueira ” … tenho professores amigos q dão aulas… e confirmam isso… perdeu muito aqueles valores de igualdade e respeito… até os presentes de aniversário são informados valores mínimos.. . Enfim… escola p poucos… beijos e espero q ai seja diferente!!!

    • Isa disse:

      Não é verdade! Não é permitido levar presentes. As crianças são conhecidas pelo nome é não há diferenciação no caso de serem ou não da elite.

    • Camila disse:

      Meu filho estudou dois anos no Marista e acho muito importante um colégio religioso como esse por tratar no geral de valores, hoje, tão deturpados pela sociedade e não do “culto religioso em si”, tem sim, propostas católicas para quem quer praticar como catequese, crisma, grupo de jovens, missas e etc.
      Mas não é imposto e não há exclusão por conta de religião ou movimentos.

      Meu filho só não continua pois mudamos e fica muito longe, mas pra mim foi o melhor colégio que ele estudou.

      O meu filho mais novo está em uma escola de educação infantil católica, e também amamos lá, é as questões religiosas são tratadas do mesmo jeito que no Marista. É mostrado a importância dos valores, do caráter, do fazer o bem para as crianças, o ecumenismo…..e de nenhuma forma é mostrado a intolerância religiosa tão escancarada em nossa sociedade.

    • Camila Dias dos Santos disse:

      Luciana, pelo menos no Colégio Marista do meu filho, nunca vi isso de preço de presentes.
      Na verdade só sabia que tinha aniversário quando ele chegava da escola com a lembrancinha e falava…hoje teve festinha do fulano.

  2. Emili disse:

    Voce fez uma excelente escolha! É só ver o amor que os ex alunos maristas de todo o Brasil tem pelo colegio

  3. Francine Varela disse:

    Meu filho estudou ate o quinto numa escola montessoriana
    E na hora de escolher a escola foi bem difícil, escolhi o Colégio Marista da Barra da Tijuca no RJ e digo que fiz uma excelente escolha meu filho foi muito bem recebido pelos alunos, professores e todos os funcionários. Estamos muito felizes.

  4. Adriana Nogueira disse:

    Olá!!! Sou mãe de dois alunos no Marista Glória e tenho outra percepção. Sinto meus filhos acolhidos e reconhecidos na sua individualidade. Estou muito satisfeita com o colégio que escolhi. Espero ter contribuído com minha opinião!!! Beijokas.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail