Eu sentirei saudades do seu adeus

Por 20 Comentários


Com todas as leitoras que também sentirão saudades do adeus de seus filhos, eu compartilho essa pequena carta que escrevi para Catarina!

Filha, querida,

Como faço todos os dias, levei você à escola hoje. A cada dia que passa, sinto que somos mais companheiras: vamos conversando ao longo do percurso, cantando nossas músicas preferidas, falando sobre os últimos acontecimentos. Você descobriu recentemente que há momentos em que prefere ficar quietinha, apenas apreciando o trajeto; isso faz com que eu perceba o quanto cresceu e amadureceu.

Quando chegamos ao portão da escola, você segue sempre o mesmo ritual: segura com carinho a minha mão, abre um grande sorriso – demonstrando que está feliz naquele local -, me dá um beijo e segue em frente, acenando animadamente com sua mãozinha. Eu, ali, como expectadora, consigo enxergar seus passos cada vez mais firmes, e o crescimento de sua independência.

filha acenando

Minha pequena, preciso te contar algo, que está pulsando no fundo do meu coração: o sentimento de que eu terei muitas saudades do seu adeus. Desse adeus breve, que dura apenas algumas horas – o necessário para que você se desenvolva, cresça, floresça! E para que eu cumpra minhas atividades diárias, da casa, do trabalho. Como é bom saber que logo em seguida verei sua corrida para os meus braços, sentirei seu abraço apertado, e te levarei para casa. Embaixo das minhas asas, protegida, como se ainda fizesse parte do meu corpo – como nos nove meses em que esteve dentro de mim.

Se eu pudesse lhe fazer um pedido hoje, seria o de que todos os adeus entre nós fossem breves como esse. E que eu sempre possa ver refletida em seus olhos a felicidade de nosso reencontro. Porque para mim, você sempre será a menina de maria-chiquinha vestida com o uniforme escolar – o motivo maior do meus sorriso, a razão maior da minha existência.




Arquivado em: Papo de mãe Tags:

Comentários (20)

Trackback URL

  1. Bethânia disse:

    Lindo! Todo o sentimento de mãe está expressado no seu texto, parabéns!!!

  2. Valéria disse:

    Seus posts são sempre maravilhosos, me identifico muito, principalmente porque meus gêmeos tem quase a mesma idade da Catarina.
    Mas este post tocou tão fundo… que me emocionei.
    Parabén Nivea.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Valéria,

      Que mensagem mais fofa, muito obrigada!

      Grande beijo para você e para seus gêmeos (como eles têm a mesma idade de Catarina, tenho certeza de que você também adora esse adeus breve, né?).

      Nívea

  3. <3 Lagriminhas cancerianas de pensar no adeus de um filho que eu nem tenho!

  4. Antonia disse:

    Que lindo texto! Aliás, adoro seus posts, me identifico muito, tenho uma filha da idade da Catarina. Beijinhos.

  5. Ana disse:

    Nivea o texto eh lindo. Chorei muito ao ler. ..pois dia seis do próximo mês meu bb começa no berçário. Eu espero ver sempre um curto adeus. ..e que Deus me ajude a conter as lágrimas. Bj

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Ana,

      O começo é difícil mesmo, difícil não chorar, viu?

      Mas tenho certeza de que dará tudo certo, e em breve você estará muito feliz em ver o filhote tão bem, convivendo com outras crianças.

      Grande beijo,

      Nívea

  6. Cibelle disse:

    Que lindo, não tem como ser mãe e não se emocionar. Meu pequeno so tem 3 meses e o texto já me toca profundamente.

  7. luciana disse:

    Nossa me identifiquem demais!!!

  8. Que lindo texto, Nívea, beijo grande!

  9. Cínthia disse:

    Lindo, lindo, lindo!!! Que texto lindo! Tão simples e tão profundo! Quanta delicadeza nas suas palavras….parabéns!
    Conheci hoje seu blog e já estou apaixonada!
    Minha filhotinha está com 11 meses e tenho que deixá-la todos os dias em período integral na creche para trabalhar…isso me dói absurdamente, pois queria muito poder estar com ela e assumir meu papel de mãe em período integral, mas infelizmente não é possível… =(
    Somente nós mães sabendo o significado desse “breve adeus” que temos que dar todos os dias e a grandeza do momento em que nos reencontramos ao final do dia…me emocionei muito com as suas palavras, obrigada por compartilhar suas experièncias e mostrar que não estamos sozinhas nestes momentos tão únicos da maternidade.

    • Nívea Salgado disse:

      Oi, Cínthia,

      Muito obrigada por todo o carinho da sua mensagem! É exatamente isso o que você disse: é muito bom saber que não estamos sozinhas nesses momentos da maternidade!

      Grande beijo, espero sempre você por aqui,

      Nívea

  10. Amanda Castro disse:

    Me emocionei lendo este post… Já sinto tantas e tantas saudades de pequenos gestos e fases do meu pequeno! E olha que ele tem somente 9 meses… Amor de mãe, inexplicável!
    Parabéns pelo Blog! Linda sua Catarina!

  11. Cristna disse:

    Olá Nívea.

    Parabéns pelo lindo texto e pelo site.
    Muito inspirador!
    Beijos.
    Cristina

  12. Paty Pitanguy disse:

    Nossa,difícil ler este texto e não chorar.
    Dificil perceber que o tempo passa tão rápido e nada podemos fazer.
    Doi na alma estas breves despedidas.
    Texto lido.

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail