Se você nunca entrou em uma sala de parto é provável que não saiba como ela é. E mais: se você é gestante e teme como pode ser a sala do hospital (por conta de fobia ou traumas, por exemplo), este conteúdo visa lhe tranquilizar e fazer que você saiba mais sobre o espaço. Assim, quanto mais informações você tiver sobre o momento, mais calma se sentirá e poderá passar pelas contrações de forma tranquila.

Afinal, a falta de informação tende a criar tabus e medos que, na maior parte das vezes, podem ser irracionais. Por isso, acompanhe este conteúdo e saiba tudo sobre

sala de parto

Cuidados imediatos com recém nascido na sala de parto. Foto: Freepik

Como é a sala de parto? Quais os equipamentos usados?

Mas afinal, o que tem na sala de parto? Quais os cuidados imediatos com o recém nascido na sala de parto?

Publicidade

Para responder a estas duas perguntas, fizemos uma lista com tudo o que tem na sala de parto e alguns apontamentos sobre as funcionalidades de cada um destes equipamentos e materiais. Assim você já saberá como é a sala e, no momento em que estiver no hospital, já se sentirá mais “familiarizada” com o espaço. Veja:

  • Berço aquecido de transporte: Neste berço aquecido com temperatura semelhante a do útero, o bebê ficará para receber os primeiros cuidados e não “estranhar” muito as temperaturas ambientes. Vale ressaltar que em alguns hospitais este berço aquecido fica em uma sala separada.
  • Régua de gases: A régua de gases apresenta saída de oxigênio e ar comprimido. Conta também com um aspirador de líquido amniótico.
  • Carro de anestesia: No carro de anestesia o médico poderá encontrar medicamentos e equipamentos necessários para garantir o bem-estar e a segurança da mamãe em trabalho de parto.
  • Eletrocautério: Este bisturi elétrico é responsável por promover cortes e cauterizações concomitantemente, diminuindo as chances de que a mãe venha a ter uma hemorragia.
  • HamperRecipiente onde todo o lixo e materiais descartados são jogados fora.

Mulher em trabalho de parto. Foto: Freepik

  • Mesa cirúrgica: Local em que a gestante deverá se deitar, colocando as pernas sobre o apoio e aguardando as recomendações médicas.
  • Poltrona para acompanhante: A poltrona para o acompanhante também é importante para manter o conforto e o bem-estar do familiar/amigo.

Leia também: Gravidez x Coronavírus: Saiba os riscos da Covid-19 para as gestantes

Quais os cuidados imediatos com o recém nascido na sala de parto?

Entendido como funciona uma sala de parto, vem outra dúvida muito recorrente no dia a dia de qualquer gestante: quais os cuidados com o RN? Abaixo explicamos sucintamente:

  1. O recém nascido será envolvido em um lençol esterilizado que tem o objetivo de fazer a higiene das secreções e assim manter o aquecimento do bebê.
  2. Depois é facilitada a desobstrução das vias aéreas, assim como as mucosidades são removidas dos olhos, nariz e boca.
  3. Por fim, é feita a aspiração das mucosidades presentes e que poderiam causar a obstrução do esôfago, por exemplo.

Lembrando que o bebê será mantido quentinho durante o processo de higiene para garantir o seu conforto e bem-estar.

Veja também: 10 regras para colocar em prática na hora de visitar o recém-nascido!

Publicidade

Médica dando orientações à paciente. Foto: Freepik

Quais profissionais estão presentes na hora do parto?

Agora que você já sabe como a sala de parto está organizada e quais são os equipamentos essenciais para que tudo funcione da melhor forma possível, conheça o “elenco” de profissionais que estará atuando neste dia tão especial:

  1. Técnico de enfermagem/circulante de sala: Este profissional auxilia a equipe técnica em qualquer procedimento que precisa ser feito durante o parto.
  2. Obstetra: Profissional responsável pelo parto, isto é, está envolvido diretamente com os procedimentos principais.
  3. Obstetra-auxiliar: Responsável por auxiliar o médico durante todo o parto. É este profissional auxiliar que entrega instrumentos e materiais cirúrgicos para o médico.
  4. Enfermeira obstétrica: Ela acompanha todo o trabalho de parto, tira dúvidas da mãe e do acompanhante e também acalma ambos. Essa profissional apresenta a equipe e todos os detalhes do local, sendo responsável por manter tudo organizado e “dentro dos conformes”.
  5. Anestesista: Profissional de medicina que fica responsável pela analgesia ou anestesia da paciente, controlando as sensações de dor e tornando o parto mais equilibrado.
  6. Pediatra: Por fim, o pediatra também está presente no momento em que o bebê nasce, a fim de fazer os exames necessários para garantir a saúde e o bem-estar do pequeno.

Veja também: Bebê prematuro: por que é importante que ele seja acompanhado por uma equipe de profissionais

Grávida em consulta médica. Foto: Freepik

E o acompanhante, onde fica?

O acompanhante, como visto no primeiro tópico, terá uma poltrona exclusiva para poder acompanhar todo o processo na sala de parto. A função do acompanhante é dar suporte emocional para a futura mamãe que, em meio ao “turbilhão” de acontecimentos, pode se sentir muito ansiosa, estressada ou até mesmo “triste” e com medo de que nada dê certo.

Todas as mulheres têm o direito de ter um acompanhante na sala de parto durante todo o procedimento. Inclusive, em tempos de pandemia, este direito tem sido mantido, tomando todas as medidas cabíveis para manter a proteção da mãe, do bebê, do acompanhante e de todos os profissionais da saúde que ali estão.

Publicidade

Leia agora: 23 mitos e verdades sobre o parto normal.