Os cistos são tipos de nódulos preenchidos com um conteúdo líquido, semi-sólido ou gasoso, como espécies de bolsas, e são, na maior parte dos casos, benignos e assintomáticos. Entenda sobre o cisto de Naboth!

Os cistos podem se desenvolver em qualquer local do corpo, sendo mais comum surgirem em órgãos como mama, tireoide, ovários, fígado ou articulações.

cisto de Naboth

cisto de Naboth – Foto: Freepik

São várias as causas que originam os cistos como infecções, traumatismos, obstrução das glândulas sebáceas, ou mesmo por uma questão de genética.

Publicidade

Normalmente não precisam de tratamento, a não ser em situações que necessitam de investigação mais aprofundada ou quando apresentam características suspeitas de gravidade, podendo ser aspirados com agulhas específicas ou removidos com cirurgia.

Saúde da mulher!

cisto

cisto de Naboth – Foto: Freepik

A saúde do aparelho reprodutor feminino é muito importante para as mulheres que se encontram em idade fértil. O útero, em especial, é suscetível a várias alterações, muitas vezes assintomática, como os cistos de Naboth.

Também conhecidos como quistos de Naboth, ou folículo de Naboth, consiste em uma desordem uterina.

cisto de Naboth

cisto de Naboth – Foto: Freepik

Esse cisto se caracteriza pela presença de um ou mais nódulos na parede do útero ou do colo do útero que surgem quando o epitélio escamoso estratificado da exocérvice cresce sobre o epitélio colunar simples sobre a endocérvice.

Publicidade

O que resulta no bloqueio do ducto ou passagem das chamadas glândulas de Naboth, que são glândulas mucosas. Isso leva ao acúmulo de secreção, dando origem a um nódulo arredondado sob a superfície do colo uterino.

ultrassom

ultrassom – Foto: Freepik

Embora não sejam considerados uma ameaça a saúde, são indicativos de infecção passada ou recente ou de uma simples irritação no colo do útero e devem ser investigados,

Os cistos são mais comuns em mulheres em idade reprodutiva, especialmente as que já tiveram filhos.

  • Confira também porque sentimos dor ao ovular e como driblar isso

Quando ocorre o cisto de Naboth?

O cisto de Naboth ocorre quando as glândulas de Naboth ficam cheias de secreção devido ao bloqueio no ducto ou passagem da glândula.

Conforme as secreções se acumulam, um nódulo arredondado e liso se forma sob a superfície do colo do útero.

Publicidade
translucência nucal

Foto: Freepik

Assim, cada cisto aparece como uma elevação pequena e branca, como uma pústula, que podem ocorrer isoladamente ou em grupos e seu tamanho é grande o suficiente para ser visto ou sentido durante o exame ginecológico.

A obstrução das glândulas não acontece do nada, alguns fatos podem levar a essa obstrução.

Embora o cisto não seja maligno pode trazer algumas consequências e é importante saber o porquê desse cisto de naboth ter aparecido.

ultrassom 2D

Foto: Freepik

Existem vários fatores que podem levar a essas irritações ou infecções, podendo ser graves como no caso da clamídia ou sífilis mas também por doenças menos graves como a candidíase.

Qual a diferença entre pólipos, miomas e cistos?

Sobre a diferença entre pólipos, miomas e cistos, e como estas formações podem afetar a fertilidade feminina, se não forem identificadas e tratadas corretamente.

O pólipo uterino é semelhante a uma verruga. Parece uma verruga de pele, mas é de mucosa e geralmente se instala dentro do útero.

cisto

cisto – Foto: Freepik

Miomas são tumores benignos, que se formam a partir de uma fibra muscular do útero, que cresce e forma um tumor, como uma bola de tecido bastante irrigada – e que vai apertando as estruturas ao lado, sem ser maligno, ou seja, sem se espalhar pelo corpo.

Já os cistos são formações líquidas que ocorrem por diversos motivos. Exemplo: no colo do útero tem as glândulas que secretam o muco. Se uma delas entupir forma um cisto chamado Cisto de Naboth.

Tem como prevenir estas formações?

dor no ovário

dor no ovário – Foto: Freepik

Não, não existe prevenção. Eles são diagnosticados e tratados.

A melhor forma de descobrir se há algum problema é por meio dos exames ginecológicos, seja por ultrassom ou por exames mais específicos e de rotina para a saúde da mulher.

  • Não deixe de conferir: Dor no Ovário: conheça as causas, sintomas e tratamentos

Diagnóstico e tratamento

Os cistos de Naboth por serem assintomáticos são diagnosticados durante exames ginecológicos de rotina, quando o examinador observa pequenas protuberâncias lisas e redondas de coloração branca na ectocérvice.

Raramente é necessário realizar uma colposcopia para diferenciação de outras possíveis causas das protuberâncias.

exame de translucência nucal

Foto: Freepik

Na maioria das vezes não é necessário o tratamento, pois os cistos são benignos e não trazem nenhum malefício a saúde, porém no caso em que existam múltiplos cistos pode ser necessário realizar uma drenagem do conteúdo do cisto.

Em outros casos os cistos podem ser tratados com tratamentos hormonais, com uma pílula anticoncepcional reguladora ou inibidores do ciclo. Em último caso podem ser aspirados com anestesia local, o que não é muito usual.

Quem tem cisto de Naboth pode engravidar?

A presença de cisto no ovário preocupa muitas mulheres que desejam ter filhos. Para tornar o sonho de ser mãe realidade, nada melhor do que estar em dia com a saúde.

O cisto no ovário, por exemplo, é um problema que atinge cerca de 25% das mulheres férteis (entre 20 e 35 anos de idade) no Brasil e que só é descoberto quando elas tentam engravidar.

Sim, é possível engravidar tendo cisto de Naboth!

O cisto de Naboth não constitui nenhuma dificuldade para a mulher que deseja engravidar.

O cisto de Naboth é um pequeno cisto que se forma na superfície do colo do útero pela obstrução das glândulas de Naboth ali localizadas. Eles constituem uma condição benigna e podem desaparecer espontaneamente.

Em geral, após 12 meses consecutivos de tentativa de engravidar sem êxito, a mulher juntamente com seu companheiro devem realizar uma consulta com médico/a de família, clínico/a geral ou ginecologista para uma avaliação da fertilidade do casal.

Apesar de não existir medidas preventivas para os cistos no ovário, com o acompanhamento médico recomendado e a realização de exames de rotina, é possível detectar o problema o quanto antes e realizar o tratamento adequado.