Colikids: mais de 300 mães contam se ele funciona para a cólica do bebê!

Por 1 Comentário


Já há algum tempo que venho recebendo e-mails de mães perguntando se tive experiência com o Colikids. Para quem não conhece, o Colikids é um produto comercializado para aliviar as cólicas do bebê nos primeiros meses de vida – ou seja, para resolver um dos problemas mais comuns no mundo da maternidade. Catarina sofreu MUITO com cólica por meses, e sei bem o desespero que bate quando você vê seu filho se contorcendo e chorando.

Imagem: 123RF

Sendo bastante sincera, não usei Colikids com a Cacá. Na época eu nem sabia que esse produto à base de probióticos existia (mas se soubesse com certeza teria perguntado para a pediatra dela se poderia usar). Mas aí tive uma ideia que é muito mais bacana do que contar a experiência de uma única mãe: resolvi perguntar na fan page do Facebook para as leitoras que seguem o Mil Dicas de Mãe por lá, e o resultado foi incrível! Mais de 300 comentários de mães contando suas experiências – ou seja, uma visão MUITO mais completa sobre o Colikids do que eu poderia dar sozinha para vocês.

Assim surgiu a ideia de fazer esse post, contando tudo o que aprendi com essas mães sobre o Colikids. Para quem quiser ver a postagem no Facebook, é só clicar aqui. Mas a seguir segue um grande resumo do que você precisa saber:

O que é o Colikids?

Ele é um produto do laboratório Aché/BioGaia à base de probióticos. Isso significa que ele contém “bactérias do bem” (o nome científico delas é Lactobacillus reuteri DSM 17938), que ajudam no desenvolvimento da flora intestinal do bebê,  em formação, reduzindo potencialmente as cólicas. É como se ele ajudasse na maturação do intestino, e o bebê conseguisse digerir mais facilmente o leite.

Como se usa o Colikids?

Segundo a bula, devem ser dadas 5 gotas de Colikids ao dia, sem exceder esse número. Você pode dar ao bebê numa colherzinha, pingando diretamente na boca, ou colocar as gotas em leite (ou fórmula infantil) à temperatura ambiente, nunca quente, pois o líquido aquecido pode matar essas bactérias que precisam ficar ativas dentro do intestino do bebê.

E o que as mães que testaram acharam?

Dentro desses mais de 300 comentários que recebi, a maioria das mães relatou que usou com seu bebê e que o produto funcionou (seja depois de poucos dias ou até demorando semanas). Mas é importante dizer que nem todas notaram melhora da cólica do filho com ele, e partiram para outras estratégias (que eu já conto a seguir).

Pontos importantes sobre o uso do Colikids:

  • Algumas mães relataram que o Colikids demorou dias para fazer efeito. Isso porque ele não é um produto que funciona de imediato: é preciso que o intestino do bebê comece a ser “povoado” por essas bactérias, para surtir efeito. O resultado pode demorar até 30 dias para ocorrer, e muitas mães podem ter desistido antes desse período, não tendo notado a melhora.
  • O Colikids não melhora a dor imediata do bebê com a cólica – ele não é analgésico, nem ajuda a liberar os gases na hora (a ideia é que, a longo prazo, formem-se menos gases, pela melhora da digestão – e assim é que a cólica ficará menor). Ele é um tratamento de médio/longo prazo, e não funciona se dado apenas pontualmente (por exemplo: no meio de uma crise de cólica forte).
  • Mesmo que você use o Colikids, é necessário ver se outros fatores não estão causando a cólica no bebê. Por exemplo: se a pega no peito não estiver correta, seu filho irá engolir ar, o que fatalmente causará dor na barriguinha.
  • Até que o Colikids demonstre efeito (o que, como eu disse, pode demorar até um mês), você pode aliviar a cólica do bebê de outras maneiras: com um banho de ofurô, com bolsa quente na barriga, com massagens.
  • Muitas mães relataram que seus pediatras recomendaram o Colikids desde os primeiros dias do bebê, justamente porque ele leva um tempo para agir. Quando o bebê já tem vários meses e ainda tem cólica (e já está com a flora intestinal formada), talvez não seja a melhor alternativa – vale a pena conversar com o pediatra também sobre isso.
  • O Colikids pode ser útil em outras situações, inclusive em crianças maiores, que não estão associadas à cólica. Como ele é um probiótico, pode auxiliar em casos de diarreia.
  • Alguns bebês tiveram MUITA cólica, independentemente de usar o produto ou não. E algumas dessas mães descobriram que eles tinham APLV (alergia à proteína do leite de vaca, que passa pelo leite materno se a mão consome o produto) – fica como alerta.
  • O Colikids pode ter seu efeito mais facilmente notado por bebês que não mamam no peito. Isso porque aqueles que mamam já recebem os Lactobacillus pelo leite materno. Já os bebês que tomam fórmula não têm essa fonte de probióticos da mãe.
  • Bebês que nascem de parto normal também tem contato com essas bactérias que auxiliam no desenvolvimento intestinal. Já as que nascem via cesariana não têm – nelas o uso de um probióticos poderia ser ainda mais importante.

Quanto custa o Colikids?

O frasco com 5mL custa cerca de R$80,00 (preço pesquisado em outubro de 2017). Ele está disponível em diversas drogarias do Brasil, inclusive com venda pela internet.

Então o Colikids realmente funciona? 

Acredito que isso varia de bebê para bebê, em função de alguns fatores que já citei acima. Mas pelo grande volume de mães que relataram sucesso, acho que vale a pena testar (sempre conversando com o pediatra do seu filho). E se você usar, faça o uso como recomendado, com a dose correta por dia, sem interromper o tratamento com poucos dias de tentativa.






Arquivado em: Cuidados diáriosSaúde Tags:

Comentários (1)

Trackback URL

  1. Angelo disse:

    Mandei manipular e 20ml ficou no valor de 20 reais. Acho abusivo pagar 80 reais em 5ml de um produto.

Deixe seu comentário