Dicas certeiras para fazer a transição da banheira para o chuveiro

Por 0 Comentários


Você já reparou que cada transição, quando se tem um filho pequeno, parece um grande passo para ele? A passagem do berço para a cama, do bebê conforto para uma cadeirinha de carro maior e também da banheira para o chuveiro são ótimos exemplos. Aliás, essa última mudança é temida por muitas crianças, porque a forma de tomar banho muda completamente para elas! A água que ficava quietinha começa a cair lá de cima e é normal que muitos pequeninos se assustem.

Aqui em casa, a Cacá teve certa resistência no começo. Ela tinha por volta de 3 anos quando passei a dar banho no chuveiro, pois a banheira ficar muito pequena para ela. Na época, algumas amigas compartilharam dicas que ajudaram bastante – e que hoje divido com vocês, adicionadas às minhas.  Espero que com elas a hora do banho aí na sua casa seja gostosa, divertida, e sem chororô!

Imagem: 123RF

  • Uma banheira maior pode entrar em ação: se o chuveiro da sua casa fica dentro da banheira, isso facilita muito! Mesmo que seu filho tome banho na banheirinha infantil, pode ser mais tranquilo para ele fazer essa transição usando a banheira maior da casa e ligar o chuveiro. Deixe-o brincando num gostoso banho de espuma e depois mostre que, nesse local, a água cai do alto também. Aos poucos você vai eliminando o passo da banheira e só ligando o chuveiro.
  • A pequenininha também funciona! Essa dica anterior pode ser repetida com a banheira infantil do seu filho, colocada dentro do box, embaixo do chuveiro. Comece a ligar o chuveiro durante os banhos, colocando a água do chuveiro cada vez mais próxima a ele. Depois de alguns dias, ele tratará o chuveiro com muito mais naturalidade.
  • Entre no chuveiro com seu filho: é muito mais fácil para a criança quando os pais entram no box com ela no colo, dando segurança. Nas primeiras vezes em que seu filho usar o chuveiro sem o apoio da banheirinha, aproveite para tomar banho junto e mostrar como as gotinhas que caem lá de cima podem causar uma sensação quentinha e confortável. Segure seu filho junto a você e deixe que a água caia pouco a pouco, até que ele se acostume com esse novo ambiente.
  • Diversão é essencial: nessa fase em que geralmente as crianças fazem a transição da banheira para o chuveiro, o que elas mais desejam no seu dia são os momentos de brincadeira, certo? Use isso a seu favor e torne o banho no chuveiro uma grande diversão! Compre brinquedinhos que grudam no box, cestinhas que ficam suspensas para que seu pequeno possa jogar seus brinquedos novos lá dentro, dispositivos que fazem bolhas de sabão… E que tal usar o próprio chuveiro para chamar a atenção dele? A Hydra, por exemplo, tem uns modelos super bacanas – o Quadratta Plus tem visor de temperatura e o Safira tem também iluminação de LED. Olha só esse vídeo, e como as crianças podem descobrir na hora do banho uma grande curtição:

  • Um bom chuveiro é fundamental: como seu filho está acostumado a tomar um banho de banheira quentinho, é natural que ele queira a mesma sensação gostosa com o chuveiro, concorda? Aliás, nós adultos também não gostamos de água fria, ou jato fraco (daqueles com que você morre de frio nos dias de inverno). Por isso, se seu chuveiro está precisando de ajustes, ou mesmo se é hora de trocá-lo, faça isso antes da transição do filhote para esse modo de tomar banho.

 

Por fim, acho legal lembrar que é importantíssimo que os pais estejam sempre por perto para garantir a segurança do filhote na hora do banho. Não é porque seu filho passou para o chuveiro que ele já é grande o suficiente para não ter acompanhamento (o que só acontecerá daqui a alguns anos!). Fazendo isso, você garante que ele fique sempre limpinho, cheiroso (afinal, você ainda ajudará na higiene), e que se sinta seguro lá dentro do box.




Arquivado em: Cuidados diáriosPublieditorial Tags:

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail