Manter a pele do bebê saudável e protegida é essencial para preservar a maciez e a saúde da superfície. Assim, você pode acariciar, cheirar e beijar o seu bebê para aproveitar cada segundo de contato pele a pele com ele.

Mas será que você realmente sabe como manter a pele do seu bebê saudável e protegida? Muita gente pensa que basta lavar e enxugar. No entanto, existem algumas dicas importantes e uma série de passos que devem ser seguidos para que a pele delicada do bebê fique protegida.

Neste artigo você irá aprender como manter a pele do seu bebê saudável e protegida. 

Por que é importante manter a pele do bebê saudável e protegida?

Publicidade

Suavidade e maciez são características marcantes na pele de um bebê. Entretanto, essa suavidade também é responsável por essa superfície ser bem mais fina do que a pele de um adulto, o que favorece a entrada de microrganismos nocivos.

Diante disso, o bebê tem mais propensão a desenvolver irritações, alergias e dermatites. E para evitar que isso aconteça, é necessário cuidar da hidratação da pele.

Vale salientar que, durante os dois primeiros anos de vida, a criança ainda não é capaz de manter a hidratação adequada e acaba perdendo muito líquido pela superfície.

Em épocas mais frias isso se torna ainda mais complicado, pois a pele sofre com as temperaturas mais baixas e tende a perder ainda mais líquido. Com isso, pode se tornar rugosa, escamosa e ficar avermelhada ou irritada.

Sendo assim, se você quer manter o cuidado ideal, é preciso saber como lavar, secar e hidratar da forma correta diariamente.

Além disso, é fundamental escolher os produtos adequados para proporcionar a estabilidade e saúde do seu pequenino, sem danificar a pele.

Publicidade

A boa higiene é fundamental para manter a pele saudável

Criar hábitos saudáveis de higiene com a pele do bebê é o primeiro passo para que a criança fique saudável e protegida de agentes patogênicos (organismos que podem produzir doenças).

Mas não basta apenas dar um banho de qualquer jeito, é necessário também ter alguns cuidados específicos. Veja quais são:

O banho é o primeiro passo para a boa higiene

Assim como acontece com os adultos, a superfície da pele dos bebês acumula constantemente grandes quantidades de impurezas.

Na maioria das vezes elas são invisíveis, mas podem provocar problemas sérios porque danificam sua barreira cutânea, que é ainda muito imatura e jovem.

Para fazer a higiene adequada da pele, você deve escolher produtos adequados para a idade, como um sabonete líquido ou em barras e lencinhos umedecidos com formulação segura e que não provoque alergias.

Publicidade

O bebê deve tomar dois banhos diariamente, com um sabonete que tenha o pH da pele para evitar ressecamentos. Lave cada cantinho da pele do seu filho, sem se esquecer de dobrinhas e vincos, onde o suor e as impurezas se acumulam ainda mais.

Mas além de lavar o corpo todo na hora do banho, existem cuidados que devem ser tomados com áreas específicas.

Limpeza dos olhos

Limpar os olhos do bebê é fundamental para evitar o acúmulo de agentes nocivos que possam ocasionar infecções.

Pegue um algodão ou compressa esterilizada, coloque soro fisiológico e, então, passe nos olhos da criança. Olhos bem fechados, é claro!

Sempre obedeça ao sentido do canto externo para o canto interno. Faça o mesmo no outro olho, mas não sem antes trocar o algodão para isso.

Orelhas

Limpar as orelhas do bebê é importante, mas você não deve fazer isso usando cotonetes ou outros objetos, já que eles podem empurrar a cera mais para o fundo, além de ocasionarem irritações na pele da criança.

Sendo assim, pegue um rolinho de algodão e faça a higiene da parte mais externa do ouvido, apenas para remover o excesso de cera que se acumula.

Nariz

Para a limpeza do nariz do bebê, você pode umedecer um pedaço de algodão com soro fisiológico e passar suavemente nas narinas.

Procure umedecer as secreções localizadas na parte externa para conseguir removê-las sem ferir a criança, pegando um algodão seco para remover o restante da sujeira. 

Repita o procedimento na outra narina, sempre trocando de algodão para isso.

A pele do rosto

O rosto do bebê é um local que fica sujo com frequência, visto que a criança tende a passar comida e a mão com impurezas na superfície.

Dê atenção especial para a região da boquinha e também atrás da orelha, onde o suor se acumula.

Para limpar essa área você pode usar um algodão embebido em água ou um lencinho umedecido com formulação suave que protege a pele da criança.

Evite usar tecidos mais ásperos ou sintéticos porque eles provocam irritação local e podem deixar a pele machucada.

Cabelos

O couro cabeludo do recém nascido é muito sensível e é preciso ter bastante cuidado com a limpeza.

Passe uma pequena quantidade de shampoo na sua mão e esfregue suavemente, sem usar as unhas. Depois do banho você pode usar uma escovinha de cerdas macias para ajeitar os fios.

Nos bebês maiores é possível fazer um pouco mais de atrito para remover os resíduos da cabeça, mas mesmo assim é preciso ter cuidado para não irritar o couro cabeludo.

Limpeza das mãos

Os bebês são curiosos, explorar o mundo com as mãos faz parte do desenvolvimento cognitivo das crianças. Mas isso também pode ser perigoso devido ao contato com inúmeros microrganismos diferentes.

Então é fundamental manter as mãos da criança sempre limpas. 

Você pode higienizar a região usando lencinhos umedecidos ou lavando com sabonete. Intensifique a limpeza antes das refeições e após os passeios fora de casa.

Corte das unhas

Cortar as unhas do bebê é essencial para evitar o acúmulo de sujeiras, mas isso deve ser feito com muito cuidado para não ferir a pele ao redor.

Procure aparar apenas as pontinhas, sem deixar a pele da ponta do dedinho muito exposta, pois isso pode provocar dor. As peles ao redor da unha jamais devem ser removidas, a não ser que estejam realmente soltando sozinhas.

Lembre-se que a cutícula é uma barreira natural contra a entrada de agentes nocivos.

O momento da troca de fralda

Um dos principais passos para manter a pele do bebê saudável e protegida é a troca de fralda. Isso deve ser feito com frequência para evitar a proliferação de fungos e bactérias que crescem no calor e umidade.

Nesse momento, é fundamental limpar a pele da criança com cuidado, sobretudo nas dobrinhas onde a sujeira e o suor se acumulam.

Na área da fralda é fundamental intensificar a limpeza, que pode ser feita com o uso de toalhinhas umedecidas.

Só não se esqueça de deixar a pele bem sequinha antes de colocar a fralda novamente para evitar dermatites. É recomendado também utilizar um creme preventivo contra assaduras para proteger a pele do contato com a urina e fezes.

A limpeza do cordão umbilical no recém nascido

Logo após o nascimento, o bebê fica com o coto do cordão preso ao seu abdômen e são necessários alguns cuidados para evitar infecções no local.

Geralmente, o vestígio do cordão cai em um período que varia entre 7 e 10 dias, sendo preciso desinfetar o local adequadamente a cada troca de fralda.

O pediatra é responsável por fornecer as indicações de como realizar a higiene da região, mas, na maioria das vezes, isso é feito com álcool 70%. Depois de passar o antisséptico é fundamental secar bem o local antes de fechar a fralda.

Como manter a pele do bebê protegida e saudável?

Até aqui você viu como a higiene e a hidratação são pontos essenciais para manter a pele do bebê saudável e protegida.

Mas você não pode se esquecer também de alguns outros pontos, tais como:

Escolher uma boa marca de fralda

A fralda do seu bebê deve ter qualidade e tecnologia para garantir uma excelente absorção da urina, de modo que a umidade não fique em contato com a pele da criança.

Pensando nisso, a nova Pom Pom Derma Protek chegou trazendo algumas inovações que permitem isso, como:

  • Canal super absorvente: garante a absorção mais rápida, deixando a pele do bebê até duas vezes mais seca;
  • Camada protetora com loção hidratante: a loção hidratante com extratos naturais está localizada na camada inferior da fralda, que não é visível ao olho nu, mas que possui contato direto com a pele do bebê auxiliando na prevenção da irritação da pele. 

Prefira fraldas dermo protetoras

Fraldas como a Pom Pom Derma Protek ajudam a manter a pele do seu bebê mais protegida e hidratada, garantindo assim um maior cuidado.

Evite o excesso de lavagens no local da fralda

Manter uma higiene ruim é prejudicial para a pele da criança, mas o excesso de lavagens também remove a barreira de proteção natural, favorecendo a entrada de microrganismos patogênicos.

Por isso, ao invés de lavar várias vezes com produtos abrasivos, utilize algodão embebido em água ou lencinhos umedecidos que sejam seguros.

Faça trocas de fraldas frequentes

O excesso de umidade na fralda é prejudicial para a saúde e proteção da pele da criança. Por isso, é importante fazer a troca assim que você perceber que a fralda está ficando com muita urina acumulada.

Quando a criança fizer cocô, é preciso ter ainda mais atenção e promover a troca da fralda o mais rápido possível, higienizando e secando adequadamente a região genital principalmente.

Utilize uma pomada para evitar assaduras

Um dos principais passos para manter a pele do seu bebê saudável e protegida é usar uma pomada contra assaduras em todas as trocas de fraldas.

Por mais que as fraldas dermo protetoras ajudem a deixar a pele da criança protegida, a pomada ou creme para prevenção de assaduras intensifica ainda mais esta proteção, mantendo a região hidratada e segura.

Capriche na hidratação

A pele do bebê é bem mais fina em relação à de um adulto e, por isso, tem mais dificuldade em manter a hidratação.

Com níveis de água que podem variar muito, a criança fica mais sujeita a sofrer com problemas de pele como irritações e a dermatite.

Como a pele ressecada é mais propensa à entrada de microrganismos que provocam infecções e irritação, é fundamental manter um bom nível de hidratação, incluindo o uso de cremes na rotina.

Passe o hidratante na pele do seu bebê pelo menos uma vez ao dia para permitir que a pele recupere a estabilidade e consiga manter o nível de umidade adequado.

A rotina de cuidados com o bebê favorece o contato pele a pele

Desde o momento do nascimento, o bebê necessita de contato pele a pele para se sentir protegido e conseguir desenvolver as suas habilidades cognitivas e sociais adequadamente.

Quando a criança se sente amada e acariciada, ela consegue se tranquilizar, o que ajuda inclusive a melhorar a qualidade do sono.

E se for mantido no colo em contato direto com o adulto, o bebê consegue equilibrar de maneira eficiente os seus batimentos cardíacos, frequência respiratória e estabilizar a temperatura corporal.

Além disso, esse vínculo ajuda a criança a lidar melhor com a dor e outros fatores estressantes que, eventualmente, podem deixá-la agitada.

Para a mãe, essa proximidade é fundamental para a liberação da ocitocina, um hormônio essencial para o sucesso da amamentação e que ajuda a acalmar, evitando a depressão pós parto, por exemplo.

Viu só quanta coisa? Então aproveite a rotina de cuidados com o bebê para estabelecer o contato pele a pele.

Conclusão

Saber como manter a pele do bebê saudável e protegida é fundamental para manter a maciez e suavidade, além de evitar alergias e irritações. São muitas as ações diárias que devem ser colocadas em prática para garantir a saúde da criança nesse sentido.

Lavar, secar e hidratar são os principais passos. Mas você não pode esquecer de escolher uma fralda adequada, que te ajude a cuidar da pele do bebê, como a Pom Pom Derma Protek.

Pensando sempre em oferecer segurança às mães e proteção aos bebês, a Pom Pom se uniu com a Fisher-Price em uma parceria inédita e incrível, que resultou na linha de fraldas Derma Protek, proporcionando a máxima proteção e conforto para os pequenos.

Nova Pom Pom Derma Protek proteção que cuida da pele do seu bebê em parceria com a Fischer Price com loção hidratante de extratos naturais, que auxiliam na prevenção da irritação da pele e canal super absorvente que garante pele 2x mais sequinha.