Mãe que teve Covid-19 pode amamentar? Essa é uma pergunta muito frequente entre as mulheres que desejam ter filhos ou que estão grávidas.

Mas não se preocupe, vamos esclarecer tudo sobre o assunto, aqui no Mil Dicas de Mãe. Vamos lá?

pode amamentar

Mulher branca de cabelos castanhos escuros está deitada em uma cama branca, amamentando seu bebê, que está deitado ao lado dela. Crédito da foto: Freepik

Afinal, mãe com Covid-19 pode amamentar?

Uma dúvida muito comum ocorre entra das novas e futuras mamães: afinal de contas, o coronavírus pode passar para os bebês através da amamentação?

Publicidade

Sim, pode amamentar! Até o momento, não existe nenhum estudo mostrando que o leite materno seja capaz de transmitir o vírus para a criança.

Em consonância com as principais organizações de saúde do mundo, a instituição recomenda, então, que as mães diagnosticadas com a Covid-19 continuem amamentando.

Afinal, a proteção que o leite da mulher proporciona ao bebê em diversos aspectos prevalece sobre a eventual possibilidade de transmissão.

Caso você esteja em dúvida, converse com seu médico e discutir os prós e contras com ele, para que ele a ajude a tomar uma decisão consentida.

Confira as principais dúvidas sobre o tema!

Não! Segundo as informações cientificas disponíveis até o momento, não existe comprovação de transmissão do SARS-Cov-2 pelo leite materno.

Publicidade

Ocorre principalmente pelo contato de uma pessoa doente por meio de gotículas respiratórias emitidas quando a pessoa tosse, espirra, ou por saliva ou secreção do nariz. Outra fonte de contaminação é o contato com objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador etc.

Sim! A recomendação é manter o aleitamento materno em livre demanda de modo exclusivo até seis meses. A partir desta idade iniciar os alimentos complementares e manter a amamentação por dois anos ou mais.

A recomendação da OMS, Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde do Brasil e Sociedade Brasileira de Pediatria é manter o aleitamento materno desde a sala de parto, no alojamento conjunto, Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal (UTIN), enfim, em todos os setores da maternidade.

A amamentação deve ser mantida. A mãe suspeita ou com diagnóstico de COVID- 19 pode amamentar se estiver em bom estado geral, se quiser amamentar, tomando alguns cuidados higiênicos e seguindo algumas recomendações. Veja a seguir:

• Usar máscara facial (cobrindo completamente nariz e boca) durante as mamadas e evitar falar ou tossir durante a amamentação;

• A máscara deve ser imediatamente trocada em caso de tosse ou espirro ou a cada nova mamada;

Publicidade

• Lavar com frequência as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos, antes de tocar o bebê ou antes de retirar o leite materno (extração manual ou na bomba extratora). Se não for possível, higienize as mãos com álcool em gel 70%.

Não! Além disso, tenha também outros cuidados, que são tão importantes quanto. São eles:

• Fique em isolamento domiciliar.

• Utilize máscara o tempo todo.

• Se for preciso cozinhar, use máscara de proteção, cobrindo boca e nariz todo o tempo.

• Depois de usar o banheiro, nunca deixe de lavar as mãos com água e sabão e sempre limpe o vaso, pia e demais superfícies com álcool ou água sanitária para desinfecção do ambiente.

• Separe toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos apenas para seu uso.

• O lixo produzido precisa ser separado e descartado.

• Sofás e cadeiras também não podem ser compartilhados e precisam ser limpos frequentemente com água sanitária ou álcool 70%.

• Mantenha a janela aberta para circulação de ar do ambiente usado para isolamento e a porta fechada, limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70% ou água sanitária.

Mãe que teve Covid-19 pode amamentar

Bebê recém-nascido mamando no peito de sua mãe. Crédito da foto: Freepik

Mãe com Covid-19 pode amamentar? Tire suas dúvidas!

É importante respeitar o sentimento da mãe. Você pode extrair/retirar o seu leite e oferecer ao seu filho em copinho, xícara ou colher. Você pode também considerar a possibilidade de solicitar a ajuda de alguém que esteja saudável para oferecer o leite materno ao bebê. É necessário que a pessoa que vá oferecer ao bebê aprenda a fazer isso.

• Em caso de opção pela extração/retirada do leite, devem ser observadas as orientações disponíveis na “Cartilha para a mulher trabalhadora que amamenta”, documento produzido pelo Ministério da Saúde;

• Seguir rigorosamente as recomendações para limpeza das bombas de extração de leite após cada uso.

Lembrando que se você estiver tossindo muito e não se sentir segura para oferecer o peito, você pode tirar o leite e pedir a um cuidador saudável que dê o alimento ao bebê em um copinho, desde que ele conheça a técnica correta.

Não. A princípio ela não precisa suspender a amamentação. Mas, como a cada dia surgem indicações de diferentes medicamentos é necessário buscar orientações de profissionais de saúde que trabalhem com aleitamento materno.

Até o momento, todos os medicamentos receitados para tratamento de pacientes com COVID-19 são compatíveis com a amamentação.

Outros cuidados muito importantes para que você se previna de pegar coronavírus e continue tranquila com seu bebê são:

• Evite sair. Mas, se for necessário sair, use máscara;

• Higienize com frequência o celular e os brinquedos das crianças;

• Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos;

• Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados;

• Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados com frequência;

• Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto;

• Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa tossindo ou espirrando;

• Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas. Se puder, fique em casa.

Mãe que teve Covid-19 pode amamentar

Mãe está sentada em um sofá, amamentando seu bebê. Ela olha sorrindo para ele. Crédito da foto: Freepik

Mãe com Covid-19 pode amamentar? Conclusões

Portanto, a covid-19 não é uma contraindicação para a amamentação. Apesar de já terem sido encontradas pequenas partículas do novo coronavírus no leite materno, elas não são capazes de transmitir a doença.

Ou seja, segundo as recomendações tanto das evidências científicas quanto da Organização Mundial da Saúde (OMS), o aleitamento materno é sim importante e deve continuar acontecendo, mesmo que a mamãe esteja contaminada.

Isso porque o ato de amamentar traz mais benefícios do que riscos para a criança. Então, a mamãe pode e deve amamentar tomando todos os cuidados preconizados às pessoas em geral durante a pandemia. Ela deve manter uma higiene rigorosa das mãos e usar a máscara.

Em situações extremas, como mães internadas em estado grave ou em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), as equipes de saúde fazem uma extração de alívio para não dar desconforto e evitar possíveis complicações e esse leite, a princípio, é desprezado.

Se a mãe está em casa e o bebê internado, ela tira o leite em casa e leva até o Banco de Leite mais próximo, onde é feita a pasteurização antes de ser oferecido para o bebê.

Agora que você já sabe que mãe que teve ou tem Covid-19 pode amamentar sim, veja também: