Confira nosso guia de esporte para criança adequado para todas as idades; porque o esporte deve ser, antes de tudo, uma saída e uma fonte de diversão.

Crianças praticando esportes

Crianças praticando esportes – Foto: Freepik

Na vida de muitas crianças, o esporte é parte integrante e fundamental do crescimento físico e psicossocial: na verdade, ele não só ajuda no desenvolvimento físico, mas favorece encontros e amizades e ajuda a suavizar o caráter.

O esporte deve, antes de tudo, divertir quem o pratica, seguindo suas inclinações naturais e, eventualmente, acontecer ao ar livre.

Publicidade

A realização de atividades físicas deve começar por volta dos 3 a 4 anos por meio de disciplinas que permitam que a criança tenha consciência de seu corpo no espaço, enquanto na faixa etária de 7 a 9 anos as atividades em equipe são preferidas.

Vamos conhecer as atividades esportivas mais indicadas para cada idade.

  • Veja também: Futebol feminino: ótimos motivos para sua filha também jogar bola!

Esporte para criança de 3 Anos

Natação

Natação – Foto: Freepik

natação parece ser o melhor esporte para iniciar um percurso esportivo, aliás é viável desde os três anos de idade.

A natação estimula todos os grandes grupos musculares, sem expor a criança a riscos graves de trauma locomotor.

Esporte para criança de 4 e 5 Anos

Esporte para crianças

Ginástica artística – Foto: Freepik

Publicidade

ginástica artística ou rítmica, ideal é revelada já por volta dos cinco anos de idade. Esse esporte, de fato, permite que a criança desenvolva uma boa coordenação neuromuscular e controle do corpo no espaço. Além disso, essa atividade também requer um esforço muscular considerável.

Até o Atletismo é um esporte que exige um esforço de todos os músculos: correr, pular e lançar objetos; são atividades normais na vida de uma criança que podem ser direcionadas para uma disciplina.

Esporte para criança de 6 Anos

Esporte para crianças

Futebol – Foto: Freepik

Por volta dos seis anos é possível começar a cultivar o espírito de equipe e o respeito pelo adversário: o futebol, pode ser uma boa solução.

Embora preferidas pelos homens, ao longo dos anos as meninas também se aproximaram dessas atividades, obtendo considerável sucesso. Ambos os esportes combinam atividades atléticas e esportivas, embora na forma de um jogo.

Esporte para criança de 7 anos

Artes marciais

Artes marciais – Foto: Freepik

Publicidade

É em torno da faixa etária de seis a oito anos que começam a ser propostos esportes que aprimoram a concentração e a coordenação: artes marciaistênis ou esgrima podem ajudar na intenção.

Essas atividades, além de fortalecerem a atenção às regras e o respeito ao adversário, desenvolvem harmoniosamente todos os grupamentos musculares. Atividades que requerem o uso de uma ferramenta, como esgrima ou tênis, também auxiliam na correção de eventuais assimetrias no desenvolvimento muscular.

 

Esporte para criança de 8 Anos

Ciclismo

Ciclismo – Foto: Freepik

Chegou aos oito anos de idade, a criança já deve ter desenvolvido um bom senso de perigo; é por esta razão que se recomenda o ciclismo, combinado com dispositivos de segurança pessoal adequados (capacete, luvas).

O esporte deve ser praticado ao ar livre, em contato com a natureza, e permite um bom desenvolvimento da função cardiorrespiratória.

Tipos de esporte para criança

Natação

“A natação é o esporte mais completo”. Quantas vezes você já ouviu essa frase? Na verdade, a natação é recomendada desde cedo.

A natação ajuda a coordenação e permite que os músculos trabalhem sem sobrecarregá-los. Isso torna a coluna mais elástica e melhora a postura.

É um esporte simétrico, portanto, é um excelente complemento para disciplinas assimétricas (como tênis ou esgrima).

Finalmente, permite um desenvolvimento físico harmonioso e promove a coordenação sem sobrecarregar o aparelho locomotor.

Geralmente, não é recomendado para crianças com problemas de ouvido!

Atletismo

Atletismo

Atletismo – Foto: Freepik

Este “pré-atletismo” é excelente como base motora e deve ser realizado com tempo e esforço proporcionais à idade da criança. Começando com movimentos simples e instintivos, as atividades se transformarão em correr, pular e arremessar.

Todas as atividades têm como objetivo o desenvolvimento de habilidades de coordenação e ampliação de estímulos motores. Sendo principalmente um esporte individual, as crianças aprendem a assumir responsabilidade direta por seus sucessos ou fracassos.

Aprendem que o sucesso pessoal é fruto exclusivamente do próprio empenho e constância na formação, perseguindo o objetivo de se aperfeiçoar em qualquer nível.

Tênis e esgrima

Estes também são esportes individuais e promovem um senso de responsabilidade e concentração. Os percursos podem ser iniciados a partir dos 6-7 anos, mas é aconselhável combiná-los com uma atividade que restaure a simetria (por exemplo, natação).

Ambos desenvolvem coordenação, habilidades motoras e fortalecimento do tronco, pernas e visão!

Dança

Esporte para crianças

Dança – Foto: Freepik

Dançar não é apenas se mexer e se divertir ao ritmo da música. Em vez disso, é uma combinação perfeita de atividade física, interação social e estimulação mental.

Na verdade, a dança melhora a qualidade de vida de várias maneiras: saúde, autoconfiança, auto expressão, socialização, relaxamento e diversão.

O principal benefício é a postura correta. A dança clássica favorece uma postura correta graças ao trabalho contínuo dos músculos das costas e ombros, a coluna se alonga.

Futebol

A idade adequada para começar a jogar futebol é de 7 a 8 anos: como acontece com outros esportes coletivos, na verdade, antes dessa idade a criança é muito pequena para entender certas regras e cumprir funções.

Os benefícios deste esporte são muitos:

  • melhora a capacidade respiratória;
  • estimula a compreensão do espírito de equipe;
  • promove a coordenação;
  • desenvolve velocidade e resistência.

No entanto, o futebol tem duas contraindicações: desenvolve principalmente os membros inferiores e pode incitar a competição excessiva (mas esta é uma característica de todos os esportes praticados em nível competitivo).

Judô e caratê

Para crianças a partir dos 5 anos, as artes marciais são uma excelente solução desportiva, visto que se prestam de forma ideal para apoiar as funções associadas ao desenvolvimento da idade. Em particular, o aspecto psicológico parece se beneficiar.

Para esse esporte, as crianças precisam de força e de coordenação neuromotora, que virão com o tempo, mas podem ser úteis para crianças tímidas e inseguras porque inspiram confiança em suas habilidades e, para as mais animadas, porque ensinam a controlar sua agressividade.

A competitividade é indicada no caratê a partir dos 10 anos, para o judô a partir dos 14 anos.

Mini basquete e mini vôlei

Esporte para crianças

Basquete – Foto: Freepik

Como o futebol, ambos são esportes que estimulam o espírito de equipe.

A introdução deste esporte deve se concentrar em uma faixa etária entre 7 e 8 anos, pois é necessário já ter desenvolvido uma boa coordenação neuromuscular, ambas as atividades trabalham as pernas e braços, alongam a coluna e fortalecem os músculos abdominais. Habilidades como coordenação e precisão também são desenvolvidas.

Bicicleta

Ajuda a ganhar autoconfiança, ensina o equilíbrio e fortalece os membros inferiores.

Andar de bicicleta na maior parte do tempo você aprende durante uma tarde no parque com mamãe e papai, e a partir desse momento pode ser uma maneira agradável de passar um domingo ao ar livre todos juntos. Geralmente, começamos a nos mover sem rodas por volta dos 4-5 anos.

Patinação

A patinação desenvolve habilidades de coordenação. É um esporte que pode ser iniciado bem cedo, por volta dos 5 anos, mas deve ser acompanhado de uma atividade genérica, como natação ou ginástica, pois estimula principalmente os membros inferiores.

Assim como a bicicleta, ela permite que você aprenda um equilíbrio diferente do que está acostumado, sendo uma excelente oportunidade para desenvolver habilidades de coordenação.

Yoga

Esporte para crianças

Criança fazendo Yoga – Foto: Freepik

Essa é uma prática adequada para qualquer criança, mas é especialmente indicada para crianças que têm dificuldade em ficar paradas, ou que são agressivas, ansiosas, medrosas ou com distúrbios de atenção e aprendizagem.

Capoeira

A capoeira é indicada a partir de 4 anos de idade. O esporte desenvolve o senso de ritmo, escuta e mobilidade, além de mais consciência do seu corpo.

A capoeira também ensina a abordar diferentes culturas.