Menstruação atrasada, enjoo, dor de cabeça. Três sintomas super comuns que deixam muitas mulheres apreensivas. Para matar a ansiedade (vem bebê ou não vem?) algumas mulheres recorrem a testes caseiros para a gestação, como por exemplo o teste de gravidez com água sanitária. 

Ele é apenas um de vários testes caseiros que causam polêmica maternidade à fora. Mas, ele realmente funciona? Confira abaixo. 

Teste de gravidez com água sanitária: como faz?

Foto: Freepik

 Para fazer o teste com água sanitária, é necessário: 

Publicidade
  • Um copo descartável. 
  • Uma coleta de urina. 
  • Um copo de água sanitária. 

No compartimento da urina, deve ser misturada a mesma quantidade de água sanitária. Não é necessário agitar o copo, nem mexer, apenas esperar e observar.

Caso o contato das duas substâncias gere uma efervescência, como acontece no sal de frutas, significa que o resultado é positivo. Caso o líquido mude de cor, escurecendo e puxando os tons para o laranja ou vermelho, também é positivo. Há possibilidade de uma gravidez.

Se nada disso acontecer, significa que os dados são inconsistentes, ou seja, nem positivo nem negativo, mas incapaz de encontrar uma solução. 

E funciona de verdade?

Foto: Freepik

O teste de gravidez com água sanitária não tem nenhuma base científica ou médica comprobatória, logo, ele não passa de uma crença popular. Assim, não é eficaz de maneira definitiva para um diagnóstico. 

Ele pode ajudar a diminuir um pouco a ansiedade, e ser até divertido. Mas realmente não define uma gravidez. As melhores maneiras de se fazer o diagnóstico de uma gestação continuam sendo testes mais confiáveis como os de farmácia e, claro, o exame de sangue.

Publicidade

Sobre os sintomas, não precisa se preocupar, porque muitas vezes os sintomas iniciais da gravidez são confundidos com outros fatores como alimentação, cansaço e até mesmo a famosa TPM – que aflige as mulheres pouco antes da menstruação vir. Caso notar algo diferente do comum, procure um médico especializado!