Que o contato pele a pele da mãe com o bebê é muito importante após o nascimento não é novidade. Mas você sabia que, seguindo essa recomendação, também vale adiar o primeiro banho do bebê recém-nascido? É verdade. Embora algumas maternidades ainda banhem a criança nas primeiras horas de vida, é de cerca de 12 horas, (ou até um pouco mais) a espera ideal para acontecer o primeiro banho.

A recomendação é válida para estender o contato pele a pele da mãe com o bebê, estreitando o vínculo, e ainda manter o vérnix durante mais tempo na pele do pequeno, protegendo-o. Também há estudos que apontam que adiar o primeiro banho do bebê pode incentivar o aleitamento materno.

Há ainda pediatras que recomendam que o primeiro banho seja dado em casa, ao invés do hospital. Isso porque se trata de um ambiente mais aconchegante, onde todo o processo pode ocorrer com mais calma, privacidade e tranquilidade.

E sabe o que mais? Até a cicatrização do coto do cordão umbilical (ou seja, até o cordão cair), muitos pediatras indicam que o bebê seja limpo apenas com esponja, para evitar que a região molhe. Durante esse período, uma higienização adequada no umbigo deve ser feita.

Publicidade
bebê tomando banho

bebê tomando banho. Foto: freepik

Dando o primeiro banho do bebê

Não deixe de conversar com seu pediatra, para que ele dê a recomendação mais segura sobre quando banhar o bebê e como fazê-lo. Isso porque se a mãe for portadora de determinadas doenças (como se tiver infecções por HIV e herpes, por exemplo), o pequeno deve ser banhado em até duas horas após o nascimento, para evitar que seja exposto a essas complicações.

Por outro lado, se deixar para fazer a tarefa em casa e após o coto do cordão, você pode dar o banho do bebê na banheira, ou, se preferir, na pia (há inclusive mini banheiras que são feitas justamente para serem colocadas ali).

Como dar banho o bebê?

A água deve estar morna (não quente, porque os pequeninos são mais sensíveis que nós; dica: você deve senti-la morna com a parte traseira do punho, que é mais sensível) e o sabonete deve ser apropriado para a pele do recém-nascido, pois ela é mais sensível e desidrata com facilidade.

Em geral não se usa xampu no primeiro banho, apenas o sabonete (que é usada da cabeça aos pés).

Deixe todos esses acessórios (além da toalha) próximos para então começar o banho: apoiando bem a criança com as mãos, lave-a delicadamente, eliminando sujeiras que possam ter se formado (ou fiapinhos de lençóis, roupas etc.). Tenha atenção especial às dobrinhas e à região genital.

Publicidade

Caso o seu bebê tenha casquinhas na cabeça e no rosto, a chamada crosta láctea, você pode passar um óleo emoliente nos locais antes de eliminá-las, sem forçar, no banho. Cerca de 10 minutos são suficientes para um banho completo.

E se você perceber sujeirinhas ao redor dos olhos do pequeno, deixe para removê-las com um algodão úmido em água morna (pode ser durante o banho ou não). Mantendo a limpeza do rostinho e a região íntima sempre bem limpa, você pode deixar para dar esse banho mais caprichado no recém-nascido cerca de três vezes por semana apenas.

banho em recém-nascido

banho em recém-nascido. Foto: freepik

Porque esperar para dar o primeiro banho no bebê?

Aqui estão algumas razões pelas quais agora é recomendado atrasar o primeiro banho do bebê:

  • Temperatura corporal e açúcar no sangue : os bebês que tomam banho imediatamente têm maior probabilidade de ficar resfriados e desenvolver hipotermia . Então, o menor estresse de um banho precoce também pode aumentar a probabilidade de alguns bebês apresentarem uma queda no açúcar no sangue (hipoglicemia).
  • Vínculo e amamentação: Tirar o bebê para tomar banho cedo demais pode interromper os cuidados pele a pele, o vínculo mãe-filho e o sucesso da amamentação precoce. Um estudo mostrou um aumento de 166% no sucesso da amamentação no hospital após a implementação de um atraso de 12 horas no primeiro banho do bebê em comparação com aqueles banhados nas primeiras horas.
  • Pele seca : Vérnix, uma substância branca cerosa que reveste a pele do bebê antes do nascimento, atua como um hidratante natural e pode ter propriedades antibacterianas. Aprenda mais sobre o vérnix aqui.  De acordo com a Academia Americana de Pediatria (AAP), é melhor deixar o vérnix na pele de um recém-nascido por um tempo para ajudar a prevenir o ressecamento da pele delicada. Isso é especialmente importante para prematuros, pois sua pele é altamente sujeita a lesões.
recém-nascido tomando banho

recém-nascido tomando banho. Foto: freepik

Benefícios da hora do banho para bebês

Dar banho no bebê tem benefícios além de uma limpeza básica e algumas (ok, dezenas de) sessões de fotos adoráveis. Hora do banho:

Publicidade

1- Aumenta o vínculo pais-bebê

Há uma razão pela qual a hora do banho rapidamente se torna o ponto alto do dia, para vocês dois – é o tempo que passamos juntos, apenas vocês dois. Cuidar de seu bebê permite que ele saiba que você se preocupa com ele.

Olhe nos olhos dele, beije aquela barriga de bebê gostosa, conte aqueles dedinhos dos pés, murmure palavras doces, cante canções bobas. Sentir seu toque suave e ouvir sua voz (não importa o que você diga ou cante) fará com que seu filho saiba o quanto ele é amado.

2- É uma experiência de aprendizagem

Acredite ou não, há muito o que aprender na banheira. Faça cócegas nos sentidos do seu filho, pingando água suavemente em sua barriga – ele provavelmente vai rir de prazer.

Despeje um pouco de água perto dele (seus olhos arregalados permitirão que você saiba que ele está cativado) ou ensine-lhe uma lição de causa e efeito mostrando-lhe como chutar a água e criar um respingo. Sempre observe para ter certeza de que ele está feliz e gostando do que você está fazendo.

Não se esqueça de uma jogada a jogada enquanto você o lava – nomeie suas pequenas partes do corpo enquanto você as ensaboa. Ele estará aprendendo um monte de palavras antes que você perceba!

bebê relaxando no banho

bebê relaxando no banho. Foto: freepik

3- Acalma bebês agitados

Você provavelmente já sabe disso por experiência própria na hora do banho, mas nada é mais calmante e reconfortante do que mergulhar em uma banheira após um longo dia.

Aumente o relaxamento ainda mais  experimentando a massagem infantil depois. Embora a maioria das crianças ame, se seu bebê hesitar (ele se agita ou vira a cabeça), não se preocupe – em vez disso, apenas abrace. Em breve, você descobrirá o que funciona melhor.

4- Induz o sono

Há ainda mais razões para adorar dar banho no seu filho – especialmente se você adicionar isso à rotina da hora de dormir do seu bebê . A água quente, o quarto quente e a sensação calorosa de estar seguro, protegido e amado funcionam como mágica e vão deixar seu bebê com vontade de dormir.

Se o coto do cordão umbilical de seu bebê ainda estiver intacto ou se o pênis de um recém-nascido circuncidado não estiver curado, evite banhos de banheira e use apenas as mãos ou uma toalha de bebê para limpar.

Quando o bebê estiver pronto para tentar, encontre uma superfície plana – balcão do banheiro ou da cozinha, cama ou até mesmo o chão, e continue lavando a louça delicadamente e com cuidado até que ele se acostume.

7 dicas para cuidar da pele do recém-nascido

Também vale se preparar porque o filhote pode chorar durante o banho, especialmente nas primeiras vezes. Não se preocupe: é um processo totalmente novo para ele, e o estranhamento pode causar essas reações.

Se ficar insegura, peça para que alguém a acompanhe nos primeiros banhos com o bebê – e confie, pois logo pegará o jeito e fará tudo com facilidade!

Como dar banho no bebê sem medo

Ficou alguma dúvida ou tem alguma dica sobre o primeiro banho do bebê? Escreva nos comentários!