Kit higiene para as trocas do bebê: como organizar

Por 0 Comentários


Seu bebê está quase chegando? Então certamente você está na deliciosa fase de arrumar tudo no quartinho do bebê. Essa é a hora de pensar nos móveis, na decoração e em itens que você usará diariamente após a chegada do seu filho, entre eles o kit higiene.

Embora nós, mães, tenhamos uma tendência enorme para pensarmos na beleza dos itens para o quarto do bebê (afinal, um bebê tão esperado merece um ambiente lindo, concorda comigo?), é preciso levar em consideração também a funcionalidade. Isso porque mais do que um quarto bonito e bem decorado, o espaço deve ser prático para os pais e cuidadores, que vão passar boa parte dos dias e das noites por lá, e precisam ter tudo a mão para cuidar da criança.

Você já deve ter visto em fotos nas revistas e na internet que, próximo ao trocador, costuma haver uma bandeja com vários potes em cima. Então, esse conjuntinho de peças compõe o kit de higiene, que será útil durante as trocas do pequeno (é bom explicar, porque antes de engravidar eu não sabia exatamente o que era um kit higiene!). 

O kit de higiene é formado por recipientes que servem para organizar os produtos necessários nas trocas do bebê, como algodão e lenços umedecidos, além de cotonetes (para limpar o coto umbilical, não o ouvido!). Também fazem parte do conjunto uma garrafa térmica (para armazenar água morna para a higienização do bebê) e outros utensílios. A seguir, você confere quais são eles e algumas dicas do que é realmente útil (e do que não é) para compor o kit. Confira!

O que vai no kit de higiene?

Para limpar o bebê durante as trocas de fraldas, você vai precisar de algodão embebido em água (ou lenços umedecidos), fraldas e creme protetor. O kit de higiene, portanto, deve conter todos esses itens, posicionados de uma forma prática para que você possa alcançá-los sem dificuldade, enquanto estiver com a criança no trocador.

Caso opte pela limpeza com algodão e água (o que é mais recomendável), você deve ter uma garrafa térmica no conjunto. Ela deve ser preenchida com água morna (que ficará com a temperatura mantida para as trocas). Para facilitar, o modelo ideal é aquele que vem com botão em que você aperta e a água sai. E, para completar, deixe abaixo da torneira um recipiente fundo, para molhar o algodão.

kit higiene tradicional
Imagem: http://pinterest.com

Para ver como fazer a limpeza íntima de meninas, clique aqui e, de meninos, clique aqui

Já nos potes, você irá armazenar os pedaços de algodão e cotonetes (úteis para limpar o umbigo do bebê). Mais um recipiente necessário será uma caixa para deixar as fraldas (que também podem ser colocadas em um porta-fraldas), ou na primeira gaveta da cômoda, se ela estiver sendo usada como trocador.

Todos esses acessórios podem ficar em cima de uma cômoda, próxima ao trocador, ou, dependo do espaço do quarto e do que você achar mais prático, podem ficar suspensos em “porta-trecos”, como nos modelos abaixo.

kit higiene suspenso
Imagem: http://graodegente.com.br

Se for precisar de lenços, há modelos de porta-lenços que ficam suspensos também (dá para pendurar na parede ou em alguma prateleira, por exemplo), e eles contam inclusive com compartimentos para cremes protetores (e o bacana é que tem modelos que servem para o quarto e para a bolsa). Já se preferir deixar o porta-lenços em cima de uma móvel, há embalagens em potes, para facilitar na hora de pegar.

Imagem: http://pinterest.com

Dicas

O kit de higiene também deve contar com uma lixeira, para descartar as fraldas sujas. Por perto ainda é útil ter fraldinhas de pano, para usar quando necessário (inclusive para evitar “jatos quentinhos” durante as trocas). Lembrando que é útil que as peças do conjunto sejam feitas de materiais que não quebrem, para não se preocupar.


 



Arquivado em: Cuidados diários Tags:

Deixe seu comentário