Ideias de presente para bebês de 6 a 12 meses

Por 3 Comentários


Depois de dar ideias de brinquedo para bebês de 0 a 6 meses, estou sendo cobrada para dar dicas de presente para crianças mais velhas. Vocês mandam! Então hoje eu conto a minha percepção do que agrada bebês de 6 a 12 meses (para você se divertir relembrando essa fase do seu filho ou, se ainda não é mãe, não pagar mico na hora de comprar o presente)!

Essa fase da vida dos bebês é realmente incrível, pois eles começam a sentar e muitos, antes de completar 1 ano, já estão andando! Do ponto de vista motor, é uma mudança muito intensa! Aos 6 meses eles ainda estão se aprimorando na preensão dos objetos; por volta dos 9 ou 10 meses, querem mais é sair do lugar engatinhando, e com 1 ano querem dar seus passos sem a mão da mamãe para ajudar. Você perceberá que um bebê de 6 meses ainda se interessa por muitas das coisas que agradam bebês mais novinhos, como chocalhos e mordedores. E conforme o tempo vai passando, começam a preferir brinquedos de encaixar, bater, apertar… Vamos às ideias?

Pelúcias (para desenvolver a fofurice): os bebês adoram abraçar os bonecos! Pode ser um bichinho simples ou algo mais elaborado, que fala e toca música. Rapidinho eles aprendem a apertar para fazer o brinquedo tocar! Algumas opções no mercado:

 

Livros: sim, você já pode introduzir ao bebê o maravilhoso mundo da leitura! Imagens grandes, simples, coloridas, despertam a atenção do pequeno. Há opções com sons, que os bebês acham bastante divertido (melhor ainda se o botão for fácil de apertar, de forma que ele mesmo consiga acioná-lo). Prefira os livros de tecido (o bebê ainda vai colocá-lo na boca) ou de papel bem grosso. A Catarina teve esse aqui, e amou!

 

Para desenvolver a percepção de espaço e a coordenação motora: nessa faixa etária, o bebê aprenderá noções de espaço como dentro, fora, acima, abaixo… Blocos grandes de empilhar ou que podem ser colocados dentro de outras partes do brinquedo fazem sucesso! Catarina adorava essa girafa, que a cada bloco que “engolia” tocava um som:

 

E esses potes de empilhar também permaneceram por um bom tempo na lista dos mais pedidos aqui em casa (o mais legal é que, além de empilhar, podem ser unidos dois a dois para formar 5 bolas de diferentes tamanhos).

 

Para desenvolver a noção de permanência dos objetos: antes de completar 1 ano, o bebê já começa a brincar de esconde-esconde com a mamãe. Tapar o rosto com as mãos e depois descobrir o rosto é uma grande surpresa para ele! É importante que o bebê comece a desenvolver a noção de permanência de objetos, até para que se sinta mais seguro ao se perceber como um indivíduo separado da mãe. Eu adorei essa caixa de correio (Catarina ficava por MUITO tempo entretida com ela!). Ela adorava abrir e fechar para ver se o que estava dentro continuava lá. Além disso, toca música, fala, incentiva o bebê a encaixar as cartinhas na abertura superior.

 

Para incentivar a engatinhar: seu bebê é preguiçoso? Então coloque um brinquedo que se mexe pertinho dele e deixe-o tentar buscar! De pouquinho em pouquinho, ele chegará lá! Catarina ganhou essa bola aqui (importada, muito legal de pedir se conhecer alguém que vá ao exterior), que rola sozinha, toca música e chama o bebê para mais brincadeira!

Para a hora do banho: como o bebê começará a ficar sentado sem sua ajuda, você já pode deixar alguns bichinhos na água para que ele brinque no banho. Esses são de apertar para esguichar água, muito divertidos!

Bichinhos de banho da Munchkin

 

E o seu bebê, do que gostava quando tinha essa idade? Conta pra gente e ajude outras mães a escolher um presente para o seu (ou outro!) bebê!

Clique para ver outros posts sobre brinquedos.


Arquivado em: BrinquedosComprasDiversão Tags:

Comentários (3)

Trackback URL

  1. Daniela disse:

    Áh, a Laura AMA essa girafa até hoje!! Ela ganhou exatamente no aniversário de um ano e hoje ainda adora a girafa, adora as caixinhas e fica brincando com elas o tempo inteiro!!!

    Os potinhos tbm são sucesso absoluto em casa, os que viram bolinha!!! Ela fala Bo-llaa e eu transformo em bola. Confesso que ela não sabe montar, não…. ela não sabe empilhar, mas adora destruir a pilha que mamãe/papai faz.

    Beijos grandes!

  2. Marta Barbosa disse:

    ACHO ESSES BRINQUEDO O MAXIMO MAIS PRECISA SER TAO CAROS ASSIM EM UM PAIS ONDE O SALARIO MINIMO MAU DA PRA FAZER A COMPRA DO MES COMO POSSO DAR UM DESSE PARA MEU FILHO ACHO QUE E SO PARA OS FILHOS DE DEPUTADOS E OUTROS QUE GANHAM MILHOES EU ACHO QUE NAO PRECISAVA SER TAO CARO ASSIM

Deixe seu comentário

Receba nossas dicas por e-mail