Ah, o banho do bebê! Para muitas mães é um momento de relaxamento com o pequeno, não é mesmo? Mas, depois como toda mãe, vai pegando o jeito. Até que o banho se torna realmente um momento divertido da rotina. Com o tempo, mais segura ao segurá-lo na banheira, e sabendo mais sobre o banho em si, é possível relaxar.

bebê tomando banho

bebê tomando banho. Foto: freepik

E, com isso, o bebê também relaxa: ao invés de chorar, aproveitava o banho para brincar e gastar energia (ótimo para mim, porque ele até passa a dormir melhor).

Então, esse post e algumas descobertas, vão te ajudar a gostar do momento do banho. Espero que elas sejam úteis para você também!

Publicidade

1. Produtos específicos para o banho dos bebês e recém-nascidos fazem mesmo diferença

produtos de higiene do bebê

produtos de higiene do bebê. Foto: freepik

Quer evitar dor de cabeça?

Então escolha um bom produto, desenvolvido para o começo da vida do seu filho. Bebês têm a pele muito sensível, e os produtos que os adultos usam NÃO são recomendados para eles (podendo causar alergias, inflamações etc).

Acima de tudo, use um produto sem corantes, sulfatos e parabenos, que podem causar alergia no bebê.

Tome também cuidado com a fragrância, que deve ser igualmente hipoalergênica, assim como o restante da fórmula. A linha Bebê Vida da Davene foi reformulada e atualmente preenche todos esses requisitos, é aprovada por pediatras, não é testada em animais, então fica como dica para quem quiser conhecer.

Se você quiser conhecer mais a linha, é só clicar aqui.

Publicidade

2. Comece lavando a cabeça

Lavar primeiro a cabeça ou o corpinho? A cabeça! É lá que a maior parte da sujeira costuma ficar, então melhor começar por essa parte e deixar o corpo para o final. Assim você garante que ficará tudo bem limpinho.

Uma dica: no caso de o bebê ter casquinhas que se formam no couro cabeludo, a famosa crosta láctea, o ideal é removê-la massageando a região com um óleo infantil hipoalergênico. Uma boa opção, por exemplo, é o óleo vegetal Bebê Vida, da Davene.

banho no bebê

banho no bebê. Foto: freepik

3. Cuidado com os olhinhos do bebê

Outro motivo que leva o bebê a chorar no banho é o uso de sabonetes e shampoos que fazem os olhos arderem (sim, muitos produtos específicos para as crianças ardem!).

Então, o ideal é usar produtos com fórmulas livre de lágrimas (como os bebês mexem muito, não é difícil que um pouquinho do produto caia ali – mas nesse caso não haverá chororô).

 

Publicidade

4. Programar o banho do bebê te dá segurança

Nas primeiras vezes em que você dá banho ao bebê, é normal não saber muito bem o que fazer. O pequeno ainda é todo molinho, e parece difícil colocá-lo na água (mal lembramos que, por meses, ele ficou submerso no líquido amniótico dentro da barriga!).

Então, já deixe tudo que você pode precisar à mão: toalha, fralda, roupinha que será colocada depois, sabonete, shampoo, hidratante pós-banho. Não tem sentimento mais desesperador do que estar com o bebê na água e lembrar que você esqueceu algo!

produtos para o banho do bebê

produtos para o banho do bebê. Foto: freepik

Claro que você não deixará o bebê sozinho, então terá que tirá-lo da água para providenciar o que faltou, se estiver sem ajuda de outra pessoa em casa. Por isso, o banho do bebê requer um bom planejamento.

5. O bebê não está com medo do banho (quem pode estar é você)

Como comentei, o bebê ficou imerso em líquido amniótico por meses dentro da sua barriga, e não está estranhando o contato com a água.

Se ele chorar, provavelmente é mais por sentir a sua tensão do que por qualquer outro motivo (ou então você errou um pouquinho na temperatura da água, certo? Para não errar, coloque a parte interna do seu braço – que tem pele mais sensível – dentro da água: o ideal é que esteja morna, nem quente demais, nem fria demais).

bebê no banho

bebê no banho. Foto: freepik

Enfim, tenha a confiança de que você é capaz, sim, de dar o banho do seu bebê! Você verá que, em pouco tempo, esse momento será um dos seus preferidos no dia – porque o bebê relaxa, se diverte, e você passa a curtir cada instante!

Novidade: o que você precisa saber sobre o banho do bebê!

Com que frequência meu recém-nascido precisa de um banho?

Não há necessidade de dar banho em seu recém-nascido todos os dias. Três vezes por semana pode ser o suficiente até que seu bebê tenha mais mobilidade. Dar banho demais em seu bebê pode ressecar sua pele.

No entanto, se você for rápido e meticuloso com as trocas de fraldas e panos para arrotar, já estará limpando as partes que precisam de atenção – rosto, pescoço e área da fralda.

bebê chorando no banho

bebê chorando no banho. Foto: freepik

É melhor dar banho no meu bebê de manhã ou à noite?

Isso é contigo. Escolha um horário em que você não esteja com pressa ou provavelmente seja interrompido. Alguns pais optam pelo banho matinal, quando os bebês estão alertas.

Por outro lado, outros preferem fazer do banho do bebê parte de um ritual calmante na hora de dormir. Se você der banho em seu bebê após a mamada, considere primeiro esperar que a barriga dele se acalme um pouco.

Qual é a melhor maneira de segurar meu recém-nascido na banheira?

Uma pegada segura ajudará seu bebê a se sentir confortável – e seguro – na banheira. Use o braço não dominante para apoiar a cabeça e o pescoço do bebê e o outro para segurar e guiar o corpo do bebê na água, primeiro os pés.

Continue apoiando a cabeça e as costas do bebê conforme necessário. Você pode estender a mão por trás do bebê e segurar o braço oposto durante o banho.

segurando o bebê

segurando o bebê. Foto: freepik

Devo lavar o cabelo do meu recém-nascido?

Se seu recém-nascido tem cabelo e você acha que precisa ser lavado, vá em frente.

Primeiramente, com a mão livre, massageie suavemente uma gota de xampu suave para bebês no couro cabeludo do bebê.

Posteriormente, enxágue o shampoo com um copo de água ou um pano úmido, colocando uma das mãos na testa do bebê para evitar que a espuma saia de seus olhos.