“Comprar apenas um carrinho com bebê conforto ou também providenciar um moisés?” Antes de a minha filha Catarina nascer, quando fui conhecer os modelos de carrinho disponíveis, me deparei com essa grande dúvida e, por isso, achei que valia a pena compartilhar as minhas impressões com vocês.

Para as gravidinhas que não sabem, bebê conforto e moisés não são a mesma coisa. Enquanto o bebê conforto mantém o bebê reclinado e é adaptado ao carro para oferecer segurança ao filhote, o moisés é um compartimento portátil normalmente em formato de cesto, onde o bebê fica totalmente deitado. Há modelos de moisés bem simples, que são literalmente uma cestinha que pode ser carregada para qualquer lugar; outros se adaptam a uma base e funcionam como pequenos bercinhos, que têm rodinhas e podem ser levados de um lugar para o outro. Geralmente, a mamãe que o utiliza, coloca esse tipo de moisés ao lado de sua cama, durante a noite, e o transporta para os demais ambientes onde ela estiver, durante o dia. Afinal de contas, tudo o que uma recém-mãe deseja é que seu bebê durma bem e esteja por perto, não é mesmo?

moisés para bebê

Imagem:123RF

Minha experiência e opinião pessoal  

Se vocês me perguntarem se comprei o moisés, minha resposta é não. Muitas amigas disseram que era desnecessário, que eu me viraria bem apenas com um carrinho e um bebê conforto. E, de maneira geral, eu concordei com elas: dá mesmo para se virar sem um moisés. Outra coisa que constatei é que, na verdade, o que substitui o seu uso não é o bebê conforto, que eu usava no carro e em passeios curtos, e sim o carrinho mesmo. Desde que seja um carrinho que deita, você pode deixar o bebê dormindo ali durante um passeio ou ao lado da sua cama, logo que chegar em casa. Aliás, por aqui, o carrinho foi um dos itens de bebê mais usados. Com quase 2 anos, Catarina eventualmente ainda dormia no carrinho quando estávamos fora de casa; e até 1 ano e meio só fazia a soneca da tarde nele.

Publicidade

Conheço algumas mães, no entanto, que consideram o carrinho desconfortável para o bebê dormir e que pensam que o moisés vale sim a pena. Acho que isso varia de pessoa para pessoa, e também em função do modelo de carrinho escolhido. De qualquer forma, antes de adquiri-lo, tenha em mente que o moisés servirá por pouco tempo, pois o bebê não caberá lá dentro por muitos meses. Por esta razão, na minha opinião, se você puder pegar emprestado um moisés em vez de comprá-lo, este é o melhor negócio! Se não houver essa possibilidade, garimpar um usado em boas condições também é uma ótima pedida. Como o tempo de uso de um objeto desses é pequeno, certamente dá para achar um modelo em excelente estado. Já deu uma olhada nos brechós da sua cidade ou em algum site de vendas de produtos de segunda mão? (olha aqui uma opção)

 

moisés para bebê

Modelo simples: apenas uma cestinha para carregar o bebê

 

moises para bebê Modelo elaborado, com base que o transforma em bercinho com rodinhas

Publicidade

Moisés, carrinho adaptado ou bercinho co-sleeper

Se, a ideia de colocar apenas um colchãozinho no carrinho não lhe agrada, uma alternativa bem legal pode ser o uso de sacos de dormir. Eles são bem fofinhos, e dão uma sensação maior de conforto quando colocados no carrinho (uma delícia em meses frios, pois também aquecem o bebê). E se você não quiser deixar o carrinho ao lado da sua cama nos primeiros meses do bebê, outra alternativa além do moisés é um berço de co-sleeping, conhece? É aquele tipo de bercinho que você adapta na sua própria cama, com uma abertura que fica voltada para você. As famílias que o utilizam normalmente adoram, pois o bebê fica bem pertinho, o que facilita a rotina da noite, e o bebê fica seguro. (Lembrando que não é recomendado colocar o recém-nascido na sua cama, pois há riscos de acidentes.)

Em resumo, a decisão da compra de um moisés é muito individual, mas acredito que ninguém discorda que ele não é um item indispensável. Caso você tenha a chance de ter um, maravilha. Mas, se não der, fique tranquila que está tudo bem.

E você, leitora do Mil Dicas de Mãe: teve um moisés? Recomenda a compra? Deixe sua dica para as novas mamães que estão se preparando para a chegada do bebê!